Portal O Debate
Grupo WhatsApp


Alemanha marca o primeiro trimestre com mais de 50% de eletricidade renovável

Alemanha marca o primeiro trimestre com mais de 50% de eletricidade renovável

07/04/2020 Ncole Oliveira

Energia eólica e solar são os destaques.

Alemanha marca o primeiro trimestre com mais de 50% de eletricidade renovável

A Alemanha produziu mais da metade de sua eletricidade com energia renovável nos três primeiros meses de 2020. Isso representa um aumento de cerca de 44% no primeiro trimestre de 2019. Os números foram impulsionados pela produção recorde de energia eólica em fevereiro, produção solar extraordinariamente alta em março e uma queda no uso geral de energia ligada à crise do coronavírus.

Combinados com alta geração de energia renovável em 2019, os números colocaram a Alemanha no caminho certo para cumprir suas metas de energia verde para 2020, apesar de uma desaceleração geral na expansão de energia renovável.

Por causa dessas circunstâncias incomuns, o BDEW (*) alertou que é muito cedo para projetar se os números podem continuar daqui para frente. “O desempenho das energias renováveis é muito encorajador. No entanto, devemos sempre ter em mente que este é apenas o retrato de um momento e inclui muitos eventos pontuais”, disse o chefe do BDEW, Kerstin Andreae em um comunicado. O BDEW também observou que os números refletem várias mudanças políticas subjacentes, incluindo o desligamento de usinas nucleares e a carvão, que foram desativadas no final de 2019.

A Alemanha prometeu produzir 18% de seu consumo total de energia com energias renováveis até o final do ano. “A meta de 18% de energia renovável da UE em 2020 está ao nosso alcance”, afirmou o Ministro da Economia, Peter Altmaier.

No geral, a Alemanha usou um total de 148 bilhões de quilowatts-hora (kWh) de eletricidade no primeiro trimestre de 2020, uma queda de cerca de 2% em relação ao mesmo período de 2019 (151 bilhões de kWh). As energias renováveis representam 51,9% desse total.

A maioria da energia renovável da Alemanha veio de energia eólica "onshore", que supriu 28,9% das necessidades de eletricidade do país, acima dos 23,7% no primeiro trimestre de 2019.

Andreae acrescentou que os formuladores de políticas deveriam incluir energia renovável em qualquer resposta à crise do coronavírus. “A difícil situação econômica intensifica ainda mais a pressão para agir: é preciso garantir que novos investimentos sejam feitos na expansão das energias renováveis para garantir o suprimento de energia de amanhã”, afirmou.

Especialistas estão prevendo que a pandemia de coronavírus causará uma profunda queda econômica e menores emissões de carbono na Alemanha. As projeções mostram agora que, dependendo da duração da crise, a Alemanha poderia cumprir ou até superar sua meta original de 2020 de reduzir as emissões de carbono em 40% abaixo dos níveis de 1990 – uma meta que o governo havia dito anteriormente que esperava perder por uma ampla margem.

* Ncole Oliveira, diretora do Instituto Arayara e da 350.org América Latina.

(*) BDEW é a organização empresarial alemã para o setor de energia e água.

Fonte: ARAYARA.org



Senado: projeto facilita energia solar para baixa renda

As famílias poderão gerar pelo menos parte de sua própria energia.

Senado: projeto facilita energia solar para baixa renda

Campanha publicitária intriga moradores de Belo Horizonte

A capital mineira amanheceu com centenas de girassóis espalhados em pontos notórios da cidade: Praça da Assembleia, Igreja da Pampulha e no Vila da Serra.

Campanha publicitária intriga moradores de Belo Horizonte

Bahia: grande polo de energia solar e sistema fotovoltaico

O sistema de geração fotovoltaica está mais acessível com as baixas taxas de juros e financiamentos cujas parcelas ficam menores que a economia gerada na conta.

Bahia: grande polo de energia solar e sistema fotovoltaico

Grupo Edson Queiroz obtém decisão favorável do CADE para compra da Liquigás

Com a aprovação do negócio, a Nacional Gás consolida a posição de destaque no mercado brasileiro de distribuição de Gás Liquefeito de Petróleo (GLP).

Grupo Edson Queiroz obtém decisão favorável do CADE para compra da Liquigás

Furnas contrata energia solar com investimento de R$ 4 bi

A decisão foi resultado de leilão realizado pela estatal.

Furnas contrata energia solar com investimento de R$ 4 bi

Cemig abre edital para captação de projetos de eficiência energética

Chamada Pública de 2020 é oportunidade para os clientes da Cemig adequarem consumo de energia.


Maior fachada de vidro com filmes solares do mundo é instalada em Anápolis

Fachada de prédio da CAOA é capaz de gerar a energia mais limpa com filmes fotovoltaicos orgânicos da Sunew.

Maior fachada de vidro com filmes solares do mundo é instalada em Anápolis

UFSCar inaugura 2 Usinas Fotovoltaicas

As novas Usinas estão instaladas no campus de São Carlos.

UFSCar inaugura 2 Usinas Fotovoltaicas

Inovações ferroviárias, com eficiência energética

O setor ferroviário é pródigo em exemplos de pró-atividade ambiental.

Inovações ferroviárias, com eficiência energética

Cemig investe mais de R$ 130 mil na Cidade dos Meninos, em Ribeirão das Neves

Programa de Eficiência Energética da companhia deve contribuir para economia de energia na instituição.

Cemig investe mais de R$ 130 mil na Cidade dos Meninos, em Ribeirão das Neves

Dispositivo auxilia o usuário de energia elétrica a tornar o consumo mais eficiente

A iniciativa auxiliará o consumidor a entender o seu modo de consumo, bem como analisar e apresentar as melhores opções de modalidades tarifárias disponíveis.

Dispositivo auxilia o usuário de energia elétrica a tornar o consumo mais eficiente

Prédio residencial terá monitoramento de consumo de água, gás e energia

Internet das Coisas é uma das tecnologias aplicadas no empreendimento construído em Porto Alegre.

Prédio residencial terá monitoramento de consumo de água, gás e energia