Portal O Debate
Grupo WhatsApp


BNDES aprova financiamento para geração de energia no Porto do Açu

BNDES aprova financiamento para geração de energia no Porto do Açu

14/01/2021 Divulgação

Durante a construção, serão gerados cerca de 5.000 empregos, com a previsão de outros 500 postos de trabalho quando a usina entrar em operação.

BNDES aprova financiamento para geração de energia no Porto do Açu

O Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) aprovou o financiamento de R$ 3,93 bilhões à UTE GNA II Geração de Energia S.A. para a implantação da usina termelétrica de mesmo nome localizada no Porto do Açu, no município de São João da Barra, na região Norte do Estado do Rio de Janeiro. A termelétrica contará com quatro conjuntos geradores, três movidos a gás natural e um a vapor. A capacidade instalada total será de 1.673 MW, energia suficiente para o abastecimento de 7,8 milhões de residências.

O projeto faz parte do parque termelétrico a gás natural que a GNA está construindo no Porto do Açu. A primeira usina, a UTE GNA I, de 1.338 MW de capacidade instalada, também contou com o apoio financeiro do BNDES. A usina está em fase final de construção e entrará em operação comercial no primeiro semestre de 2021. Suas instalações de recebimento, processamento e transporte de gás natural líquido (GNL) serão compartilhadas com a UTE GNA II. O GNL adquirido será armazenado em uma unidade flutuante (Floating Storage Regasification Unit – FSRU) permanentemente atracada, e será convertido em estado gasoso por um terminal de regaseificação e finalmente enviado para as duas usinas por um sistema de dutos.

O Parque Termoelétrico do Porto do Açu é uma decisão de investimento da Prumo Logística S.A., controlada pela EIG Global Energy Partners, da Siemens AG e da bp. O Porto do Açu é um ponto de chegada, entre outros, de campos de produção de petróleo e gás natural do pré-sal brasileiro.

Fonte: BNDES




Geração de bioeletricidade registra alta em 2020

Setor sucroenergético foi o responsável por 82,3% da energia elétrica gerada a partir de biomassa.

Geração de bioeletricidade registra alta em 2020

Curso: Economia de Energia nos Aparelhos de Ar Condicionado

Você sabia que o consumo do ar condicionado pode atingir até 50% do consumo total de uma edificação?  Neste curso você vai aprender como reduzir estas despesas.

Curso: Economia de Energia nos Aparelhos de Ar Condicionado

Mercado de energia renovável dobra capacidade de instalação no Brasil

Queda no preço de equipamentos e aumento da taxa na conta de luz convergem para consumidores aderirem a microgeração própria.

Mercado de energia renovável dobra capacidade de instalação no Brasil

Pesquisa indica que edifícios consomem 40% da energia do planeta

Levantamento revela também que 36% das emissões de gases de efeito estufa são provenientes do uso de energia nas edificações.

Pesquisa indica que edifícios consomem 40% da energia do planeta

Americanas amplia uso de energia limpa com geração solar

Do total de energia elétrica consumida, 30% já vem de fontes renováveis.

Americanas amplia uso de energia limpa com geração solar

BNDES investe na distribuição elétrica em 10 estados brasileiros

Apoio para o plano de investimentos do grupo Energisa contempla 9 distribuidoras de energia.

BNDES investe na distribuição elétrica em 10 estados brasileiros

Cemig moderniza a iluminação de 647 escolas públicas mineiras

Projeto Cemig nas Escolas trocou mais de 200 mil lâmpadas ineficientes em todo o estado, em 2020.

Cemig moderniza a iluminação de 647 escolas públicas mineiras

Impactos e benefícios da energia solar para a economia brasileira

Três milhões e oitocentos mil empregos no mundo e quase 90 mil novos empregos gerados em 2020 no Brasil em plena pandemia.

Impactos e benefícios da  energia solar para a economia brasileira

BNDES financia projetos de biogás no Paraná e em Goiás

Usinas gerarão energia a partir de material poluente, reduzindo emissão de gases do efeito estufa.

BNDES financia projetos de biogás no Paraná e em Goiás

Inmetro alerta sobre economia de energia elétrica no verão

No verão, conta de luz chega a ficar até 8,6% mais cara, segundo Aneel.

Inmetro alerta sobre economia de energia elétrica no verão

Dubai vai produzir alumínio só com energia solar

Acordo prevê consumo de usina com 2,85 GW de potência e produção de 40 mil t de alumínio no primeiro ano de operação.

Dubai vai produzir alumínio só com energia solar

Consumo de energia elétrica cai, mas setor solar avança

"Nos últimos quatro a cinco meses,  houve uma rápida recuperação principalmente nos setores de grande  consumo.

Consumo de energia elétrica cai, mas setor solar avança