Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Cemig dá dicas de economia de energia no período de férias escolares

Cemig dá dicas de economia de energia no período de férias escolares

16/01/2024 Divulgação

Medidas simples podem evitar o aumento da fatura durante o mês de janeiro.

Cemig dá dicas de economia de energia no período de férias escolares

O período de férias escolares pode provocar um aumento na conta de energia com vencimento em fevereiro das residências. Essa tendência é justificada pelo fato de as pessoas ficarem mais tempo em casa neste período e também pelas altas temperaturas, que podem intensificar a utilização de equipamentos para a refrigeração do ambiente. Desta forma, a Cemig vem mais uma vez orientar os seus clientes para que, com medidas simples, não haja um aumento na fatura. 

“O consumo de energia é determinado por duas variáveis: tempo de uso e potência. Desta forma, é muito importante que o consumidor tenha atenção ao tempo de uso dos equipamentos eletroeletrônicos, principalmente os de maior potência, como o chuveiro elétrico e o ar-condicionado, de forma a evitar grandes impactos no valor da conta de energia”, explica o engenheiro de eficiência energética da Cemig, Thiago Batista.    

No caso de viagens, o ideal é que o cliente retire os equipamentos das tomadas, mantendo apenas aqueles essenciais à segurança e resfriamento de alimentos, por exemplo. Isso evita o consumo de aparelhos em stand-by, responsável por até 15% do consumo do aparelho ligado.  

Equipamentos de alta potência 

Nesta época do ano, é comum receber visitas de parentes e amigos para passarem alguns dias na residência. Com mais pessoas em casa, também sobe a quantidade de banhos e de uso do chuveiro, que é um dos equipamentos domésticos que mais consome energia, por sua alta potência.

“A recomendação para economizar energia com esse equipamento é reduzir o tempo de banho e, se possível, colocar o seletor de temperatura na posição ‘verão’, o que reduz a potência em 30% e proporciona uma redução significativa no consumo ao final do mês”, detalha o engenheiro da Cemig. 

Por ser outro equipamento com consumo representativo em uma residência, as geladeiras também merecem atenção especial. Uma geladeira em bom estado de uso funciona 12 horas por dia, ou seja, 360 horas por mês. Por isso, é importante evitar o “abre e fecha” constante, especialmente, em dias de calor intenso, uma vez que isso aumenta o tempo em que o equipamento fica operando.

“É muito importante lembrar que alimentos ainda quentes não devem ser armazenados no eletrodoméstico, pois isso sobrecarrega o aparelho e, consequentemente, aumenta o consumo. Cuidados como esses podem colaborar para a economia no final do mês” reforça. 

Com as altas temperaturas, é comum a utilização de equipamentos para refrescar o ambiente, como ventiladores, climatizadores de ar e aparelhos de ar-condicionado. Desta forma, Thiago Batista também esclarece que o ar-condicionado tem uma potência elevada e deve ser utilizado somente quando outras medidas como a ventilação natural ou o uso de circuladores e ventiladores não são suficientes.  

Para os clientes que estão pensando em adquirir um aparelho desse tipo, o ideal é comprar os que têm selo Procel ou que venham com a etiqueta do Inmetro com a letra “A”, pois são os mais eficientes. 

“Para as residências, existem dois modelos: o do tipo janela (menos eficiente) e o Split, que é mais eficiente. Na aquisição de qualquer um deles deve-se dar preferência para aqueles com o selo Procel ou categoria ‘A’ – mais eficientes. Esse selo indica ainda o consumo provável mensal devido a sua utilização”, afirma. 

Thiago Batista lista outras dicas de economia para o uso adequado dos equipamentos de ar condicionado. “É importante manter o ambiente fechado; colocar cortinas ou persianas para evitar a incidência de luz solar; manter a temperatura em 23 ou 24 graus – que é a de conforto. Essas ações contribuem para a utilização dos aparelhos de forma consciente e aproveitando seus benefícios”, afirma. 

* Thiago Batista, engenheiro de eficiência energética da Cemig.   

Para mais informações sobre economia de energia clique aqui...

Publique seu texto em nosso site que o Google vai te achar!

Entre para o nosso grupo de notícias no WhatsApp

Fonte: Cemig



Minas atrai R$4 bilhões em investimentos em fontes alternativas

Hidrogênio verde, biodiesel de macaúba e biogás de resíduos são alguns dos projetos em curso que podem colocar o estado na liderança mundial em tecnologia de produção de energias limpas e renováveis.

Autor: Divulgação

Minas atrai R$4 bilhões em investimentos em fontes alternativas

Saiba se proteger de um perigo que vem do céu

De cada 50 mortes por raios no mundo, uma ocorre em solo brasileiro.

Autor: Divulgação

Saiba se proteger de um perigo que vem do céu

UFMG recebe inscrições para Especialização em Energias Renováveis – EAD

As aulas remotas acontecerão às terças, quartas e quintas; inscrições estão abertas até 3 de março.

Autor: Divulgação


Parceria vai fornecer energia renovável para salões de beleza

Iniciativa deve beneficiar cerca de 80 salões do interior de São Paulo; economia nas contas de luz ultrapassará R$ 600 mil.

Autor: Luiz Pacheco e Joana Fleury

Parceria vai fornecer energia renovável para salões de beleza

Hidrelétricas de pequeno porte permitem o crescimento da energia solar

Para poder crescer no Brasil e ser ambientalmente vantajosa, a energia solar precisa deixar de depender de usinas termelétricas fósseis para à noite compensar a falta de novas hidrelétricas.

Autor: Ivo Pugnaloni

Hidrelétricas de pequeno porte permitem o crescimento da energia solar

Armazenamento de energia é fundamental para transição energética

Sistemas de armazenamento são capazes de permitir o uso combinado de várias fontes de energia limpa, garantindo mais eficácia e segurança.

Autor: Carlos Eduardo Ribas

Armazenamento de energia é fundamental para transição energética

Como as empresas podem reduzir custos de energia e emissões de carbono

Grandes empresas gastam diretamente muito dinheiro em energia a cada ano – e milhões indiretamente, na cadeia de suprimentos, terceirização e logística.

Autor: Pedro Okuhara

Como as empresas podem reduzir custos de energia e emissões de carbono

São Paulo está instalando a maior usina solar flutuante do país

Na última quarta-feira (17), o governador Tarcísio de Freitas entregou a primeira etapa de implantação da Usina Fotovoltaica Flutuante de Araucária, na Represa Billings.

Autor: Divulgação

São Paulo está instalando a maior usina solar flutuante do país

Tecnologia ajuda a reduzir riscos por quedas de energia durante ondas de calor

Especialista explica como empresas podem se preparar para prevenir prejuízos causados pela oscilação de energia e temperatura.

Autor: Davi Lopes

Tecnologia ajuda a reduzir riscos por quedas de energia durante ondas de calor

Governo pretende abrir mão de R$ 69 bilhões em investimentos e 540 mil novos empregos

Segundo avaliação da ABSOLAR, medida é fruto de pressão de fabricantes nacionais que querem políticas protecionistas.

Autor: Rodrigo Sauaia

Governo pretende abrir mão de R$ 69 bilhões em investimentos e 540 mil novos empregos

Queda de 40% no preço de painel solar melhora payback aos consumidores

Segundo levantamento do Portal Solar, barateamento da tecnologia fotovoltaica impulsionou redução do tempo de retorno do investimento entre 10% e 20% no País em 2023.

Autor: Rodolfo Meyer

Queda de 40% no preço de painel solar melhora payback aos consumidores

Pequenas e médias empresas poderão migrar para o mercado livre de energia

Medida deve representar economia e impulsionar competitividade.

Autor: Uberto Sprung

Pequenas e médias empresas poderão migrar para o mercado livre de energia