Portal O Debate
Grupo WhatsApp


FIEMG solicita medidas emergenciais aos consumidores de gás natural

FIEMG solicita medidas emergenciais aos consumidores de gás natural

07/04/2020 Divulgação

A pandemia da COVID-19 impacta o mundo e, além do setor da saúde e da dimensão humana, tem a área industrial como uma das mais afetadas, causando baixa produtividade.

FIEMG solicita medidas emergenciais aos consumidores de gás natural

Para mitigar a situação, a Federação das Indústrias de Minas Gerais (FIEMG) propôs, à Secretaria de Desenvolvimento Econômico, medidas emergenciais voltadas para os consumidores de gás. "Neste cenário de crise devido à COVID-19 as indústrias reduziram drasticamente sua produção, mas ainda não temos uma dimensão definida desse impacto", afirma Tânia Mara Costa, assessora de Energia da FIEMG, pontuando que as maiores consumidoras do gás natural são as indústrias siderúrgicas e de mineração. "Acreditamos que, com a adoção de algumas medidas, em breve a estabilidade da economia nacional será retomada", afirma a assessora.

Dentre as propostas enviadas pela Federação estão o pagamento à Companhia de Gás de Minas Gerais (GASMIG) apenas da proporção da parcela do gás efetivamente utilizado, a flexibilização dos contratos de suprimento para pagamento pelo valor medido, a não cobrança de penalidades contratuais e a possibilidade de comercialização dos excedentes para as indústrias que estão necessitando produzir mais. "Dessa maneira, a cobrança não será sobre o take or pay, que estabelece um valor mínimo de pagamento do contrato independente se você consumiu ou não o produto, e sim, sobre o consumo real de cada indústria", esclarece Tânia Mara.

Para Humberto Zica, presidente da Câmara de Petróleo e Gás da FIEMG, essas medidas darão um fôlego para que as empresas possam ter mais flexibilidade no consumo de gás e não ficarem presas apenas ao contrato take or pay."Precisamos de outras alternativas, pois esse modelo onera as empresas, prejudicando o fluxo de caixa, o que pode acarretar sérios problemas em um momento de crise como este que estamos passando", afirma o empresário, que também é diretor da empresa Delp Engenharia.

Setor Elétrico - Não é a primeira fez que a FIEMG interfere, junto a órgão públicos, no intuito de minimizar os impactos causados pela crise do coronavírus junto ao setor industrial. Recentemente foi encaminhado ao Ministério de Minas e Energia, à ANEEL e às concessionárias de distribuição de energia mineiras, propostas de medidas voltadas para o setor elétrico. Entre as demandas encaminhadas pela Federação estão a flexibilização das normas regulatórias, a ociosidade do sistema elétrico, por um período mínimo de 90 dias e enquanto perdurar os reflexos da crise, sem a cobrança pelo uso da rede no horário de ponta, a cessão de direito de uso de energia e a comercialização de excedentes de energia.

As medidas poderão reduzir os custos com energia para as indústrias que necessitam produzir neste momento delicado e atende também o mercado prioritário, como a área de saúde, indústria química, farmacêutica, de higiene e alimentícia. Para Tânia Mara, se ações solicitadas pela entidade forem acatadas e as distribuidoras forem autorizadas pela ANEEL a flexibilizarem as tarifas e criarem produtos diferenciados, evitará o aumento da inadimplência e aumentará o estímulo à produção. "Essas medidas poderão evitar a insolvência geral do setor elétrico", ressalta a assessora.

Fonte: FIEMG - Federação das Indústrias de Minas Gerais



Bahia: grande polo de energia solar e sistema fotovoltaico

O sistema de geração fotovoltaica está mais acessível com as baixas taxas de juros e financiamentos cujas parcelas ficam menores que a economia gerada na conta.

Bahia: grande polo de energia solar e sistema fotovoltaico

Grupo Edson Queiroz obtém decisão favorável do CADE para compra da Liquigás

Com a aprovação do negócio, a Nacional Gás consolida a posição de destaque no mercado brasileiro de distribuição de Gás Liquefeito de Petróleo (GLP).

Grupo Edson Queiroz obtém decisão favorável do CADE para compra da Liquigás

Furnas contrata energia solar com investimento de R$ 4 bi

A decisão foi resultado de leilão realizado pela estatal.

Furnas contrata energia solar com investimento de R$ 4 bi

Cemig abre edital para captação de projetos de eficiência energética

Chamada Pública de 2020 é oportunidade para os clientes da Cemig adequarem consumo de energia.


Maior fachada de vidro com filmes solares do mundo é instalada em Anápolis

Fachada de prédio da CAOA é capaz de gerar a energia mais limpa com filmes fotovoltaicos orgânicos da Sunew.

Maior fachada de vidro com filmes solares do mundo é instalada em Anápolis

UFSCar inaugura 2 Usinas Fotovoltaicas

As novas Usinas estão instaladas no campus de São Carlos.

UFSCar inaugura 2 Usinas Fotovoltaicas

Inovações ferroviárias, com eficiência energética

O setor ferroviário é pródigo em exemplos de pró-atividade ambiental.

Inovações ferroviárias, com eficiência energética

Cemig investe mais de R$ 130 mil na Cidade dos Meninos, em Ribeirão das Neves

Programa de Eficiência Energética da companhia deve contribuir para economia de energia na instituição.

Cemig investe mais de R$ 130 mil na Cidade dos Meninos, em Ribeirão das Neves

Dispositivo auxilia o usuário de energia elétrica a tornar o consumo mais eficiente

A iniciativa auxiliará o consumidor a entender o seu modo de consumo, bem como analisar e apresentar as melhores opções de modalidades tarifárias disponíveis.

Dispositivo auxilia o usuário de energia elétrica a tornar o consumo mais eficiente

Prédio residencial terá monitoramento de consumo de água, gás e energia

Internet das Coisas é uma das tecnologias aplicadas no empreendimento construído em Porto Alegre.

Prédio residencial terá monitoramento de consumo de água, gás e energia

Zema entrega usinas fotovoltaicas para Apacs

Iniciativa inovadora levará eficiência energética para as 37 associações de todo o estado.

Zema entrega usinas fotovoltaicas para Apacs

O impacto da falta de eficiência energética no Brasil

O investimento nacional não chega a 50% do investimento feito por países europeus.

O impacto da falta de eficiência energética no Brasil