Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Parceria entre Cemig e Sesi inaugura espaço dedicado à história da energia

Parceria entre Cemig e Sesi inaugura espaço dedicado à história da energia

03/03/2020 Divulgação

Sesi Museu de Artes e Ofícios reúne passado, presente e futuro da eletricidade.

Parceria entre Cemig e Sesi inaugura espaço dedicado à história da energia

Presentear e valorizar a capital dos mineiros é o objetivo da parceria firmada entre a Cemig e a Federação das Indústrias de Minas Gerais (Fiemg). Neste mês Belo Horizonte recebeu o Espaço Cemig Sesi de Eficiência Energética. Situado no Museu de Artes e Ofícios (Sesi MAO), os moradores e visitantes de Belo Horizonte terão a oportunidade de conhecer de perto a evolução da energia elétrica, desde os primórdios do desenvolvimento industrial, até as novas e sustentáveis fontes de energia renovável, que são a marca do futuro. .

O novo espaço é uma iniciativa do Programa Energia Inteligente da Cemig, regulado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), cujo objetivo é disseminar a cultura do uso eficiente da energia e da redução e eliminação do desperdício do recurso.

De acordo com o presidente da Fiemg, Flávio Roscoe, o Sesi MAO é o espaço mais adequado para abrigar o projeto. “No Museu, é possível saber como era a energia desde o início da industrialização. Lá é possível mostrar ao público como esse bem é fundamental para o desenvolvimento da nossa sociedade. É um presente da indústria mineira para a capital, para os mineiros e todos aqueles que passarem por Belo Horizonte”, comenta o líder industrial.

O projeto prevê que milhares de estudantes percorram essa trilha de conhecimento. Para formar uma nova geração de consumidores e incentivar a participação das escolas públicas, o convênio celebrado entre as entidades inclui o atendimento e transporte de alunos da Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH) até o Sesi MAO.

Segundo o presidente da Cemig, Reynaldo Passanezi, a empresa reconhece a importância dos espaços de arte e cultura para a educação e entende que o Museu tem o papel de permitir reflexões sobre temáticas atuais, principalmente quando se trata do consumo sustentável. “O Museu de Artes e Ofícios traz o histórico das profissões, da evolução, da técnica e tudo isso depende de energia. Com seu acesso democrático, no coração de Belo Horizonte, a Cemig acredita que o Espaço de Eficiência Energética cumprirá um importante papel na educação de estudantes e visitantes”, afirma Passanezi.

Espaço Cemig Sesi de Eficiência Energética

A sala temática de eficiência energética, no Sesi MAO, teve investimento de R$ 5 milhões e se propõe a narrar o histórico da energia e das fontes que serão usadas no futuro – as chamadas energias limpas – de modo interativo e lúdico. Além da sala temática principal, o convênio prevê a realização de quatro exposições temporárias de artistas que utilizam matrizes energéticas em seu trabalho, palestras, oficinas e seminários relacionados à eficiência energética e sustentabilidade.

Museu de Artes e Ofícios

Conta a história de dezenas de atividades profissionais que deram origem à indústria de transformação em Minas Gerais. São 2,5 mil peças originais dos séculos XVIII ao XX, entre instrumentos, utensílios, ferramentas, máquinas e equipamentos. Elas representam antigos ofícios em setores tradicionais como: mineração, lapidação e ourivesaria, alimentício, tecelagem, curtumes e energia – este último, setor destacado no novo espaço.

Visitação a partir de 16 de março

Foto: Cemig/Sanderson Pereira

Fonte: Cemig



Brasil é 4º país no mundo que mais cresceu com projetos de energia solar no último ano

Brasil acrescentou em 2021 cerca de 5,7 gigawatts (GW) da fonte solar na geração própria de energia em residências e empresas.

Brasil é 4º país no mundo que mais cresceu com projetos de energia solar no último ano

Redução da taxa de energia vai favorecer pequenos negócios, diz Sebrae

Segmento foi o mais afetado pela pandemia, afirma economista.

Redução da taxa de energia vai favorecer pequenos negócios, diz Sebrae

Minas Trifásico vai investir R$ 1,8 bilhão na modernização da rede elétrica rural

Até 2027, serão 30 mil quilômetros de novas linhas rurais, aumentando a capacidade de carga em benefício da população.

Minas Trifásico vai investir R$ 1,8 bilhão na modernização da rede elétrica rural

Fontes de energia eólica e solar geraram em 2021, 10% da eletricidade global

Dados estão no relatório Revisão Global de Eletricidade.

Fontes de energia eólica e solar geraram em 2021, 10% da eletricidade global

Lojistas já economizaram mais de R$ 2 milhões na tarifa de energia elétrica

Economia foi possível após contratação, via CDL/BH,de energia solar ofertada pela Cemig SIM.

Lojistas já economizaram mais de R$ 2 milhões na tarifa de energia elétrica

O mercado livre de energia e os novos desafios da era digital

Hoje em dia temos várias fontes além das hidrelétricas, como as energias eólica, biomassa ou solar.

O mercado livre de energia e os novos desafios da era digital

Programa de Gestão Energética de São Paulo economiza R$ 3,3 milhões

Somente com as revisões e adequações de 723 aditivos de contratos por demanda, a economia gerada representará R$ 19 milhões aos cofres do estado.

Programa de Gestão Energética de São Paulo economiza R$ 3,3 milhões

PL que moderniza sistema elétrico brasileiro pode diminuir o preço da energia

O Projeto de Lei 414/2021 oferece a oportunidade do cliente escolher o seu fornecedor e a fonte da energia que irá utilizar.

PL que moderniza sistema elétrico brasileiro pode diminuir o preço da energia

Capacitação sobre Eficiência Energética e Economia de Energia no Poder Público

O programa aborda as diferentes formas e ferramentas para obter maior eficiência energética em edificações e infraestruturas de saneamento.

Capacitação sobre Eficiência Energética e Economia de Energia no Poder Público

Comercializadora assina contrato inédito para importar gás natural da Bolívia

Tradener fecha contrato com a YPFB e poderá trazer inicialmente até 2,2 milhões de metros cúbicos de gás natural para o mercado livre brasileiro.

Comercializadora assina contrato inédito para importar gás natural da Bolívia

Fontes de energia renovável: vantagens e desvantagens das usadas atualmente no Brasil

Embora muito se fale sobre a necessidade de substituir as energias não renováveis por renováveis, alguns detalhes são importantes para entender até onde é possível avançar e colocá-las em prática.

Fontes de energia renovável: vantagens e desvantagens das usadas atualmente no Brasil

O perigo ligado à tomada

Todo circuito elétrico bem dimensionado dispõe de disjuntores que protegem os fios que alimentam as tomadas que por sua vez, atendem as cargas.

O perigo ligado à tomada