Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Será que já estamos diante do fim das notas frias?

Será que já estamos diante do fim das notas frias?

22/05/2024 Maria Cristina Diez

A lei pune o fraudador, mas não dá nenhum resguardo à administração pública e muito menos às empresas vítimas de notas frias.

Será que já estamos diante do fim das notas frias?

Desde que a emissão das notas fiscais eletrônicas (NF-e) foi incorporada à rotina das empresas no Brasil, em abril de 2008, a receita pública viu-se diante de duas realidades antagônicas: a praticidade de receber as notas pela internet, mas, ao mesmo tempo, a criatividade das empresas fraudadoras de tentar burlar o fisco com a emissão de notas falsas. As notas fiscais frias, como são chamadas, costumam ser usadas em crimes de sonegação fiscal, lavagem de dinheiro e fraudes em empresas e benefícios sociais.

No caso da sonegação fiscal, a empresa deixa de lançar um valor para não pagar imposto sobre ele. Nesse tipo de prática, também é comum inserir um valor menor para que o tributo seja inferior ao devido. Já a lavagem de dinheiro é o contrário: a empresa funciona como uma fachada, emitindo notas de serviços ou produtos não fornecidos ou negociados. A ideia, neste caso, é usar as notas para lavar parte do faturamento vindo de atividades ilícitas, como tráfico de drogas, por exemplo. Isso permite que o proprietário movimente a quantia.

É claro que esses procedimentos são configurados como crimes no Código Penal. A nota fria está incursa no Art. 172, e pode render de dois a quatro anos de prisão e pagamento de multa. Mas há um outro problema nisso: uma empresa que age integralmente dentro da legalidade também pode sofrer sanções graves, como ter a Inscrição Estadual cancelada, se a Receita Federal identificar que houve alguma negociação com empresas fraudulentas. Ainda que seja de seu total desconhecimento.

A lei, portanto, pune o fraudador, mas não dá nenhum resguardo à administração pública e muito menos às empresas vítimas de notas frias. Diante disso, o jeito é recorrer às tecnologias de segurança digital para coibir a ação dos bandidos. Neste sentido, já existe uma ferramenta com poder de entregar uma solução revolucionária para um problema que é histórico no país. O grande mérito da Most Invoice, como é chamada a plataforma, consiste em utilizar de diferentes camadas de tecnologia que gradativamente são capazes de minimizar os riscos de deparar com uma NF-e suspeita.

A ferramenta começa realizando uma leitura inteligente das informações presentes no documento. Isso é feito utilizando do iOCR, recurso capaz de fazer o reconhecimento de caracteres num documento ou numa imagem. Com essa identificação, é possível ir para o passo seguinte, que demanda uma nova etapa da apuração.

A partir do reconhecimento textual do documento, o Most Invoice realiza uma verificação da autenticidade, realizando um levantamento dentro do próprio sistema gerador da nota. Com isso, é possível checar a autenticidade da Nota, verificar se está apta a ser paga e garantir que a nota não foi adulterada. Como a ousadia dos criminosos cibernéticos não tem limites, esse acaba sendo o principal desafio para a indústria da segurança digital. Mas é inegável que há um caminho sendo trilhado em alta velocidade para tornar todos os tipos de fraude algo do passado. Considerando que a prática de crimes já foi bem mais fácil há não muito tempo, é possível imaginar que dentro de pouco tempo elas poderão simplesmente inexistir. O que antes era utopia agora já pode ser encarado como uma tendência.‌

* Maria Cristina Diez é engenheira de softwares e diretora comercial e de marketing da MOST, empresa especializada na implementação de sistemas de segurança digital com tecnologias que utilizam a inteligência artificial.

Para mais informações sobre segurança digital clique aqui...

Publique seu texto em nosso site que o Google vai te achar!

Entre para o nosso grupo de notícias no WhatsApp

Todos os nossos textos são publicados também no X

Fonte: Naves Coelho Comunicação



O presente e o futuro da automação elétrica industrial

Explorando as inovações atuais e as tendências futuras na automação elétrica industrial.

Autor: Divulgação


Patentes e o retrato da inovação no país

Como estamos no cenário da inovação mundial? Essa é uma pergunta que deveria inquietar a todos.

Autor: Rogério Reis


Conheça como funciona o retrovisor digital da Volvo Trucks

A Volvo Trucks lançou um inovador Sistema de Monitoramento de Câmera, ou apenas retrovisor digital.

Autor: Frota News

Conheça como funciona o retrovisor digital da Volvo Trucks

Como robôs podem ajudar na triagem de reciclagem?

Temos ótimas e más notícias sobre a reciclagem no Brasil.

Autor: Jaime Minquini Perroti

Como robôs podem ajudar na triagem de reciclagem?

Scania abre encomendas de caminhões autônomos para o segmento de mineração

A Austrália será o primeiro mercado a receber as soluções autônomas da Scania; e a América Latina será o segundo mercado do segmento de mineração.

Autor: Frota News

Scania abre encomendas de caminhões autônomos para o segmento de mineração

Tecnologia em segurança avança para proteger vidas e patrimônio

Não há quem não preste atenção em qualquer informação ou notícia sobre esse assunto.

Autor: Hervem Hudson Bozello

Tecnologia em segurança avança para proteger vidas e patrimônio

Soluções inovadoras contribuem para segurança em diversos setores

Em um mundo onde a segurança é uma preocupação constante, diversos setores - desde logística até segurança pública - enfrentam desafios cada vez mais complexos.

Autor: Jacqueline Gagliano

Soluções inovadoras contribuem para segurança em diversos setores

A nova era da manufatura com a IA e robôs colaborativos

E quando esses robôs colaborativos forem alimentados por Inteligência Artificial?

Autor: Jaime Perroti

A nova era da manufatura com a IA e robôs colaborativos

Segurança pública do Brasil: o papel das inovações tecnológicas

Não é novidade que temos enfrentado desafios complexos quando o assunto é segurança pública no Brasil.

Autor: Camila Rissi

Segurança pública do Brasil: o papel das inovações tecnológicas

Tecnologia à serviço do crime: a vez do clone de voz

O risco é para todos e as medidas para reduzi-los e evitar prejuízos financeiros e, claro, emocionais, passa por alguns poucos, mas eficazes cuidados.

Autor: Gustavo Alonge

Tecnologia à serviço do crime: a vez do clone de voz

Nanoscópio desenvolvido na UFMG conquista Prêmio Péter Murányi 2024

Edição teve 144 trabalhos indicados por 78 instituições de ensino do país.

Autor: Divulgação

Nanoscópio desenvolvido na UFMG conquista Prêmio Péter Murányi 2024

Maior copa de robótica reúne competidores nacionais e internacionais

A IRONCup evidencia os robôs para além das máquinas e aposta nas tecnologias robóticas como uma ferramenta de ensino.

Autor: Divulgação

Maior copa de robótica reúne competidores nacionais e internacionais