Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Cacau e chocolate: desigualdade no universo alimentar

Cacau e chocolate: desigualdade no universo alimentar

15/04/2022 Valter Palmiere Junior

Pesquisador da Strong School analisa produção de chocolates em países pobres e ricos.

Cacau e chocolate: desigualdade no universo alimentar

O cacau é o principal insumo na fabricação de chocolates e o mais caro também. Não existe chocolate sem o cacau. O chocolate brasileiro é obrigado a ter 25% de cacau na sua composição, esse percentual passou a 27% em 2020, porém a indústria terá 10 anos para se adequar a nova resolução da Anvisa, depois do projeto de lei aprovado na Câmara dos deputados naquele ano. Já o chocolate europeu recebe 35% de cacau mínimo na sua composição. Não é à toa que ele é mais saboroso, macio e mais vendido no mundo inteiro. O mercado de cacau e chocolates aumentou no mundo inteiro nos últimos 20 anos. Em 2000 foram comercializados 7,14 bilhões de dólares em chocolates, em 2020, essa marca passou para 28,6 bilhões. Um aumento de 400%. Claro, não se faz chocolate sem cacau que passou de 2,37 bilhões em 2000 para 8,54 bilhões de dólares em 2020, um aumento de mais de 350% na produção. O Brasil é o 7º produtor de cacau do mundo.

Maior demanda, maiores os valores também. O preço do chocolate em barra e bombons teve uma elevação de 11,6% no último ano, segundo o pesquisador professor Valter Palmiere, da Strong Business School.

Mas o professor vai além de uma análise de mercado e afirma que o cacau e o chocolate são indicadores do distanciamento social e a desigualdade alimentar entre os países no mundo. Valter Palmiere analisou que países mais ricos, principalmente os europeus comercializam e exportam mais o chocolate, produto final do uso do cacau, já países mais pobres, incluindo o Brasil exportam mais o insumo.

Enquanto a Europa exporta o 75% do chocolate pronto, a África apenas 1,4% da produção mundial. O Brasil por exemplo, vende cacau puro para a Suíça por U$3,95 o quilo e importa chocolate suíço a U$7,44/KG.

O professor da Strong explica que matéria prima barata, sem processamento, que não dinamiza a economia interna, com mão de obra barata (há cerca de 2,1 milhões de crianças trabalhando nas plantações de cacau na Costa do Marfim e denúncias frequentes de trabalho escravo), é um dos fatores pelos quais a África e parte menor da América Latina exportam mais cacau.

A África, por exemplo exporta 74% do cacau usado nas fábricas de chocolate do mundo inteiro e 12% é exportado pela América do Sul. Já a Europa, exporta apenas 5,4% da sua produção de cacau. O professor traduz isso em dólares. Enquanto a África, principalmente Gana e Costa do Marfim, exportam 6,32 bilhões de dólares, a Europa exporta 21,43 bilhões de dólares em chocolates. Ou seja, o mercado produtor europeu processa e cria valor agregado a partir de insumos baratos comprados dos países subdesenvolvidos. O cacau é um dos alimentos mais valorizados da natureza. Para os botânicos: um mineral milagroso com a sua alta carga de magnésio. Para os médicos, um aliado no bom funcionamento do coração e do cérebro, além do fortalecer os ossos e um antidepressivo natural. Fez parte da alimentação dos Maias, 900 anos A.C. Foi e ainda é usado como estimulante para os amantes, foi cultuado em religiões, usado como moeda pelos astecas e hoje, é um dos alimentos mais valorizados em qualquer casa. O professor da Strong Business School, evidencia: “o chocolate é maravilhoso e será cada vez mais com a criatividade do ser humano, mas os problemas de desigualdade no universo da alimentação, esse sim, temos que enfrentar “.

* Valter Palmiere Junior – economista, doutor em desenvolvimento econômico, pesquisador do setor de alimentação e professor de macro economia da Strong Business School - faculdade negócios com mais de 25 anos de mercado, conveniada e certificada pela FGV.

Para mais informações sobre Chocolate clique aqui...

Publique seu texto em nosso site que o Google vai te achar!

Fonte: Marchena Comunicação



Pão “Low Carb”

Esta receita é deliciosa e funcional, melhora o trato intestinal.

Autor: Divulgação


Do quilombo para a confeitaria francesa : a história do chef Paulo Rocha

Quando  eu cheguei na confeitaria pela primeira vez, tive a certeza de que era aquilo ali que queria fazer.

Autor: Divulgação


Alergia à lactose? Intolerância ao leite? Vamos resolver essa confusão?

A Associação Brasileira de Alergia e Imunologia (ASBAI) preparou um "Question and Answers" para esclarecer algumas das principais dúvidas sobre o tema.

Autor: Divulgação

Alergia à lactose? Intolerância ao leite? Vamos resolver essa confusão?

7 lições que vão ajudar seu filho a comer melhor

Nutricionista funcional explica como despertar hábitos alimentares saudáveis nas crianças.

Autor: Divulgação

7 lições que vão ajudar seu filho a comer melhor

Para vegetarianos e veganos o feijão é muito importante

Normalmente visto como a dupla inseparável do arroz, o feijão também marca presença recorrente no prato dos brasileiros.

Autor: Divulgação

Para vegetarianos e veganos o feijão é muito importante

Mudanças alimentares impulsionam os restaurantes para o verde

Estabelecimentos gastronômicos têm se adaptado ao crescente interesse por opções vegetarianas e orgânicas.

Autor: Divulgação

Mudanças alimentares impulsionam os restaurantes para o verde

Queijo zero lactose: especialista explica benefícios e lista receitas

O queijo é um alimento muito popular no Brasil, mas sabemos que nem todas as pessoas podem consumi-lo.

Autor: Divulgação

Queijo zero lactose: especialista explica benefícios e lista receitas

Sorvete saudável: nutricionista ensina receitas nutritivas e refrescantes

Usando a criatividade, frutas e ingredientes naturais é possível fugir dos conservantes e gorduras dos doces industrializados.

Autor: Divulgação

Sorvete saudável: nutricionista ensina receitas nutritivas e refrescantes

Receitas de drinks refrescantes para surpreender seus convidados

Quer arrebatar seus convidados com cinco sugestões de drinks irresistíveis? Então, confira nossas dicas.

Autor: Divulgação

Receitas de drinks refrescantes para surpreender seus convidados

Bolo de milho cremoso de lata para tomar com café

Quem não ama um bom café da tarde acompanhado de um quitute delicioso?

Autor: Divulgação

Bolo de milho cremoso de lata para tomar com café

Frango ou galinha: especialista explica diferenças na hora do preparo

Alguns chamam de frango, outros de galinha, e existem até dúvidas e discussões se são do mesmo tipo de ave ou não.

Autor: Divulgação

Frango ou galinha: especialista explica diferenças na hora do preparo

Gelato x Sorvete: qual é a diferença entre os dois?

Sobremesas clássicas do verão, os preparos se diferenciam em textura, ingredientes e modo de produção.

Autor: Matheus Krauze

Gelato x Sorvete: qual é a diferença entre os dois?