Portal O Debate
Grupo WhatsApp


Um aplicativo para as pessoas conhecerem melhor seus vizinhos

Um aplicativo para as pessoas conhecerem melhor seus vizinhos

09/07/2020 Divulgação

Um canal direto e seguro para vizinhos se ajudarem e negociarem objetivando a subsistência de grande parte da população.

Um aplicativo para as pessoas conhecerem melhor seus vizinhos

O aplicativo Nok-Nok (https://www.nok-nok.app/) visa criar uma comunidade de colaboração e compartilhamento local. “No Brasil, cerca de 30% dos trabalhadores são informais. O Nok-Nok foi idealizado para servir como uma conexão entre vizinhos do mesmo bairro e também pequenos comerciantes que desejam vender na sua região, até mesmo da própria casa, em um ambiente seguro e colaborativo”, explica Pedro Xavier, fundador da startup.

Além de possibilitar a comunicação entre pequenos comerciantes e moradores, o Nok-Nok também oferece ao usuário as opções de compartilhar ou vender alimentos, objetos, serviços e boas ações com seus vizinhos. O aplicativo também permite conectar quem possui Pet e disponibiliza informações sobre moradores que possuem conhecimento de Primeiros Socorros. “Nossa ideia é que o aplicativo também seja usado para conectar comunidades. Quem sabe a pessoa que mora ao seu lado é uma enfermeira ou presta algum serviço que você precisa e você nunca soube?”, afirma o empreendedor.

Lançado em abril deste ano, o aplicativo  Nok-Nok está disponível para download em aparelhos nos sistemas operacionais Android e Apple e os interessados podem se cadastrar gratuitamente. O momento escolhido para apresentá-lo às comunidades é oportuno, de acordo com Xavier. “O ambiente digital é seguro e encoraja vizinhos a unirem-se e a apoiarem-se. Queremos resgatar a essência da vizinhança, um ambiente acolhedor e de negócios onde todos se ajudam”, conclui. 

Fonte: LaPresse Comunicação



Qual será o futuro do TikTok?

Os dias parecem estar contados para o TikTok nos Estados Unidos.

Qual será o futuro do TikTok?

Pesquisa revela que 84,1% dos produtores rurais acessam tecnologias digitais

O estudo realizado pelo Sebrae, em parceria com Embrapa e Inpe, mostrou que o processo produtivo da agricultura brasileira conta com participação ativa de insumos tecnológicos.

Pesquisa revela que 84,1% dos produtores rurais acessam tecnologias digitais

Mercado Livre triplica lucro no 2º trimestre de 2020

Mercado Livre mantém para 2020 o plano de investimentos de 4 bilhões de reais no país.

Mercado Livre triplica lucro no 2º trimestre de 2020

Cultura organizacional e o sucesso das estratégias de segurança digital

As pessoas são o maior patrimônio de uma empresa.


Empreendedores menos escolarizados têm mais dificuldade de digitalizar os negócios

Pesquisa mostra resistência ou desinformação desses empresários sobre vendas pela internet.

Empreendedores menos escolarizados têm mais dificuldade de digitalizar os negócios

Faça backup das conversas do WhatsApp de Android para iPhone

Você comprou um novo iPhone e pretende copiar todas as suas conversas do seu antigo android para este novo smartphone?

Faça backup das conversas do WhatsApp de Android para iPhone

Startups em logística: um novo negócio

No meio acadêmico, universidades já orientam os estudantes para essa tendência.

Startups em logística: um novo negócio

Brasil, o país do podcast

Já sabemos que podcasts estão em alta.

Brasil, o país do podcast

Twitter lança ferramenta de combate à violência doméstica

Recurso pode ser usado por vítimas e por testemunhas.

Twitter lança ferramenta de combate à violência doméstica

Inbound x Outbound: qual o melhor para o seu negócio

Venha descobrir neste post sobre as maiores vantagens e desvantagens do Inbound e Outbound Marketing para o seu negócio!

Inbound x Outbound: qual o melhor para o seu negócio

Brasil teve mais de 1,6 bilhão de ataques cibernéticos em três meses

OMS, Departamento de Saúde dos Estados Unidos e outras organizações também foram alvos dos hackers nos últimos meses.

Brasil teve mais de 1,6 bilhão de ataques cibernéticos em três meses

Consumidores que compraram alimentos pela internet chegam a 53%

Isolamento social causado pela covid-19 influencia pesquisa.

Consumidores que compraram alimentos pela internet chegam a 53%