Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Nacionalidade portuguesa mais próxima dos brasileiros

Nacionalidade portuguesa mais próxima dos brasileiros

28/06/2023 Hellen Garcia

O governo português acaba de disponibilizar o pedido de nacionalidade portuguesa no formato online para todas as modalidades.

Isto significa que todos os pedidos que estão previstos na lei portuguesa podem ser feitos de forma digital a partir de agora. O processo acontece pelo Portal da Justiça do país e é intermediado por advogados.

A iniciativa do governo português vai ao encontro dos brasileiros em busca de se estabelecerem no país europeu. Hoje, formamos a maior comunidade estrangeira em Portugal.

A questão demográfica é um ponto chave para a modernização do pedido de nacionalidade, já que com a facilitação do processo, mais pessoas podem se interessar em exercer sua cidadania em um país que demanda por pessoas.

Com a novidade no pedido de nacionalidade, as pessoas que moram em terras portuguesas há muitos anos, ou que possuam familiares portugueses (como pais ou avós), ou até mesmo aqueles que têm alguma relação com a comunidade portuguesa serão contempladas.

Além disso, o serviço Nacionalidade Online atende os pedidos dos residentes em Portugal há mais tempo e de estrangeiros que se casam com um português ou portuguesa.

Para os brasileiros que se enquadram nos requisitos, conseguir a nacionalidade brasileira pode ser benéfico, já que residentes com cidadania tendem a ter facilidades na hora de conseguir empregos, abrir empresas e ter acesso aos serviços no país lusitano.

Além disso, podem morar e transitar por qualquer país da União Europeia sem visto, uma vez que serão considerados “cidadãos europeus”.

O pedido de nacionalidade à distância pode ser feito exclusivamente por advogados e mandatários. O pedido de análise e o resultado da solicitação tramitam online, gerando menos burocracia, menor custo e mais rapidez. Para os brasileiros que já moram em Portugal há mais de 5 anos, por exemplo, o momento é de oportunidade.

A possibilidade de conseguir a nacionalidade portuguesa também se aplica aos cidadãos timorenses, os descendentes de judeus sefarditas portugueses e aos menores de 18 anos com pai ou mãe que conseguiram a nacionalidade quando o menor ou incapaz já era nascido.

Além disso, pessoas adotadas por portugueses e cidadãos que perderam a nacionalidade portuguesa podem fazer (ou refazer) o pedido.

É fato que os olhos dos brasileiros estão cada vez mais virados para o país português. Isso gerou um alto volume de pedidos de visto de residência e trabalho, motivados em sua maioria pela boa qualidade de vida de quem mora na Europa.

O país tem se destacado também no roteiro de viagens, uma vez que 30% dos brasileiros que foram ao continente europeu neste ano aterrissaram em terras portuguesas.

Entre os destinos mais procurados estão a capital, Lisboa, a cidade do Porto, e mais recentemente cresceu a procura pelo interior e pelo litoral de Portugal.

* Hellen Garcia é advogada e sócia do escritório Advocacia Bastos Freire Advogados.

Para mais informações sobre nacionalidade portuguesa clique aqui…

Publique seu texto em nosso site que o Google vai te achar!

Entre para o nosso grupo de notícias no WhatsApp

Fonte: Naves Coelho Comunicação



O perigo da pejotização para as startups

Os recentes conflitos envolvendo a Uber e a justiça trabalhista em ações que reivindicam o vínculo de emprego de motoristas junto à empresa ganhou a atenção da sociedade e até do Palácio do Planalto.

Autor: Ricardo Grossi


Uma boa dose de bom senso em favor do trabalhador gaúcho!

O bom senso precisa falar mais alto, de tal maneira que ninguém saia ainda mais prejudicado nesta tragédia.

Autor: Sofia Martins Martorelli


Crise no setor de saúde e a suspensão de venda de planos da Prevent Sênior

A suspensão de venda de planos de saúde familiares e individuais por uma operadora, como no caso da Prevent Senior, geralmente ocorre sob a égide da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), que é o órgão regulador do setor.

Autor: Natália Soriani


Recuperação extrajudicial do grupo Casas Bahia

Entenda algumas vantagens desse modelo para reestruturação da sociedade.

Autor: João Pedro Gonçalves de Sousa


Trabalhador pode se opor a pagar contribuições assistenciais feita ao sindicato

“A manifestação coletiva, em assembleia, é a forma e o momento mais adequados para se exprimir a vontade dos empregados”.

Autor: Divulgação


Correção de rumos no STF: pejotização é fraude trabalhista

O Supremo Tribunal Federal (STF) tem recebido nos últimos meses uma quantidade expressiva de reclamações constitucionais para cassar decisões da Justiça do Trabalho relativas a contratos fraudulentos de prestação de serviços.

Autor: Cíntia Fernandes


Novas regras para notificação de inadimplência e exclusão de planos de saúde

O próximo dia 1º de setembro será marcado por uma importante mudança na relação entre consumidores e operadoras de planos de saúde.

Autor: Natália Soriani


O cancelamento unilateral dos planos de saúde é legalmente possível?

Apesar de possível, Jurista do CEUB considera a rescisão unilateral e sem motivo como abusiva, já que configura a potencial violação do princípio constitucional de proteção à vida.

Autor: Divulgação


O embate Twitter Files Brasil: que legado queremos deixar?

Elon Musk está usando sua plataforma X (ex-Twitter) para um duelo digital com o presidente do STF, Alexandre de Moraes.

Autor: Patrícia Peck


Justiça e inclusão: as leis para pessoas com TEA

Por muito tempo, os comportamentos típicos de crianças que tinham Transtorno do Espectro Autista (TEA) foram tratados como “frescura”, “pirraça” ou “falta de surra”.

Autor: Matheus Bessa e Priscila Perdigão


Você conhece a origem dos seus direitos?

Advogado e professor Marco Túlio Elias Alves resgata a história do Direito no Brasil e no mundo em livro que democratiza os saberes jurídicos.

Autor: Divulgação


Os planos de saúde e os obstáculos ao bem-estar dos pacientes

No contexto do direito à saúde no Brasil, os planos de saúde privados são regulados pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), que estabelece normas e diretrizes para garantir a cobertura assistencial aos consumidores.

Autor: Natália Soriani