Portal O Debate
Grupo WhatsApp

TJMG e instituições de ensino se unem para reduzir litígios

TJMG e instituições de ensino se unem para reduzir litígios

02/03/2021 Divulgação

Universitários vão realizar projetos para promover pacificação de conflitos.

O Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) celebrou nesta segunda-feira (1/3) acordo de cooperação técnica com o Centro Universitário Una e o Centro Universitário de Belo Horizonte (UniBH) para a elaboração, em conjunto, de pesquisas e projetos de políticas públicas voltadas para a prevenção ou desjudicialização de litígios.

O acordo busca dar efetividade a algumas das Metas Nacionais do Poder Judiciário, definidas pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), especialmente àquela que tem relação direta com a presente parceria, a Meta 9: “realizar ações de prevenção ou desjudicialização de litígios voltadas aos objetivos de desenvolvimento sustentável (ODS), da Agenda 2030”.

O presidente do TJMG, desembargador Gilson Soares Lemes, destacou a importância da parceria, que irá aprofundar metodologias de aprendizagem voltadas para solucionar conflitos.

“Muitas faculdades ensinam os universitários a litigar, a buscar o confronto entre as partes. É fundamental que os novos profissionais que ingressarem no mercado de trabalho passem a atuar também como mediadores de litígios.”

“O acordo tem finalidade acadêmica e busca proporcionar aos alunos conhecimento prático e experiência com a realidade do mercado de trabalho por meio de atividades relacionadas às formações. Trata-se de um complemento ao conhecimento teórico adquirido na universidade, além de contribuir para o cumprimento da Meta 9 do CNJ”, destacou o presidente Gilson Soares Lemes.

O Centro Universitário Una e Centro Universitário de Belo Horizonte (UniBH), mantidos pelo Grupo Ânima, possuem unidades na capital mineira, em Betim, Contagem, Pouso Alegre, Divinópolis e Bom Despacho.

O reitor do Grupo Ânima, Rafael Ciccarini, reafirmou a necessidade de os universitários confrontarem o conhecimento teórico com a prática. “Daí a importância da aproximação da academia com a sociedade, via Poder Judiciário”, disse.

Projetos

As pesquisas podem se desdobrar em trabalhos de conclusão de curso, artigos científicos para publicação em revistas e periódicos, livros, projetos de pesquisa.

Possibilitam ainda a experiência dos discentes no ambiente profissional do TJMG através do currículo das disciplinas.

Acompanharam a solenidade o 1º vice-presidente do TJMG, desembargador José Flávio de Almeida; o 2º vice-presidente do TJMG, desembargador Tiago Pinto; o desembargador Ramon Tácio; o juiz auxiliar da 3ª Vice-Presidência, José Ricardo Véras; a assessora especial do TJMG Tatiana Camarão; o reitor do Grupo Ânima, Rafael Ciccarini; o diretor jurídico do Grupo Ânima, João Batista Pacheco; a coordenadora de Ciências Jurídicas e vice-presidente acadêmica, Alessandra Mara de Freitas Silva; o diretor da Unidade Aimorés do Centro Universitário UNA, Vinícius Vieira Costa; a diretora das unidades Betim, Barreiro e Contagem, Tatiane Franco Puiate; o diretor do UniBH, Eduardo Oliveira França; e o advogado Thales Catta Preta.

Para adquirir LIVROS clique aqui…

Fonte: Assessoria de Comunicação Institucional – Ascom



O dilema do reconhecimento da paternidade

O pedido de reconhecimento de paternidade muitas vezes é constrangedor para a mulher e assustador para o homem.


Doença mental adquirida no exercício profissional pode ser considerada acidente de trabalho

Alguns tipos de transtornos mentais podem estar relacionados ao ambiente de trabalho.


Os paradigmas legais da greve dos jogadores do Cruzeiro

Os jogadores do elenco profissional do Cruzeiro anunciaram no dia 13 de outubro que estão em greve por conta do atraso no pagamento dos salários.


Nova Lei de Improbidade Administrativa separa o joio do trigo

Recentemente seguiu para sanção presidencial o projeto de lei, aprovado pelo Congresso Nacional, que modifica substancialmente a Lei 8429/90, conhecida como a Lei de Improbidade Administrativa.


O falso dilema do IRPJ e CSLL sobre a Selic no indébito tributário

O Supremo Tribunal Federal vem adiando sucessivamente o julgamento do RE nº 1.063.187/SC, que em sede de repercussão geral, poderá decidir tema de grande importância para os contribuintes.


Licença e afastamento do servidor público: Como funciona?

Você já sabe que para o servidor público, existem várias leis e regras diferentes dos trabalhadores da iniciativa privada; por isso, é importante ficar atento a essas normas.


Fraudes podem diminuir a chance do Green Card

Advogado especialista em direito internacional, Daniel Toledo explica o que fazer ao suspeitar de problemas com o investimento.


Queda do WhatsApp pode gerar indenização aos usuários que tiveram prejuízo

Para o especialista em Direito do Consumidor, Marco Antonio Araujo Junior, comunicador instantâneo se enquadra como serviço pelo Código de Defesa do Consumidor.


Revista de empregados: os limites do poder diretivo e disciplinar do empregador

A relação de emprego tem características inconfundíveis.


O STF desprestigiado pelas ações políticas

Realmente, tornou-se um nefasto hábito, os políticos acionarem o Judiciário quando não conseguem bem encaminhar seus projetos ou perdem votações no âmbito do Legislativo.


Trabalho escravo da fé e a relação entre pastores e igrejas no Brasil

Os tribunais brasileiros estão recebendo uma série de ações de pastores e ministros de igrejas contra o chamado “trabalho escravo da fé”.


Embate entre condomínio e proprietário para locação por aplicativo vai parar no STJ

Para especialista, muitas vezes as multas condominiais aplicadas aos usuários da locação por aplicativo não são suficientes para coibir abusos.