Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Alfabetizar na educação infantil, que história é essa?

Alfabetizar na educação infantil, que história é essa?

25/01/2021 Viviane Schueda Stacheski

A sistematização para a alfabetização deve iniciar no primeiro ano do ensino fundamental.

Alfabetizar na educação infantil, que história é essa?

Alfabetização na Educação Infantil é um tema que sempre gerou muita controvérsia, há os que defendam que sim, mas do outro lado os que acreditam que não se deve alfabetizar crianças tão pequenas.

Primeiramente, é importante recordar que a Educação Infantil corresponde à primeira etapa da Educação Básica destinada a crianças de zero aos cinco anos, fase marcada por seus muitos desenvolvimentos e descobertas. Nesse momento, os pequenos aprendem a andar, falar, correr, saltar, arremessar, cantar, contar história, etc. Seus processos mentais e psicológicos se ampliam e se estabelecem com muita notoriedade, além de todos os aspectos sociais fortemente trabalhados.

O pensar sobre alfabetizar ou não na Educação Infantil deve partir da ideia do que significa essa ação e se ela está ou não ligada a outros aprendizados imprescindíveis para o desenvolvimento da criança. Para tanto, imagine algumas das propostas pedagógicas comumente realizadas no dia a dia dessa fase de ensino, como: a roda de conversas, o momento de ouvir histórias, as muitas cantigas que acompanham e auxiliam na organização da rotina, os nomes das crianças marcando o lugar de seus pertences, o manuseio de livros no “Cantinho da Leitura”, entre outras. Todas as citadas e muitas mais tratam do elemento central da alfabetização, que é a língua, porém não abordam diretamente o ato de alfabetizar, mas provêm subsídios para que a criança, no momento certo, possa usá-los.

Isso gera outra indagação sobre qual é o momento certo para ocorrer a alfabetização. A sistematização para a alfabetização deve iniciar no primeiro ano do ensino fundamental, aos seis anos da criança, mas isso não significa que todas começarão a ler nessa idade, têm àquelas que antes já iniciam a ler e outras que só lerão com sete ou oito anos. Isso tudo porque a alfabetização além de necessitar de estímulo, necessita de maturidade cerebral para tal.

O período que ocorre aproximadamente entre os dois aos sete anos é defendido por Jean Piaget como pré-operacional, é nele que se desenvolve a imaginação, a memória e a representação simbólica. A língua nos seus dois tipos de manifestação (falada ou escrita) é toda formulada por representação simbólica, já que, por exemplo, ao se falar ou escrever a palavra MAÇÃ o que se faz é representar a fruta simbolicamente. A abstração da escrita não acaba aí, ao ver cada símbolo (códigos ou letras) a criança precisa reconhecê-lo como tal e saber qual é o som que ele representa.

Isto posto, todas as formas de trabalho com a língua escrita ou falada na Educação Infantil são muito bem-vindas para o estímulo à criança à alfabetização. Porém, é fundamental que todo educador tenha clareza que não é nessa fase que o pequeno será alfabetizado, mas sim, é imprescindível o reconhecimento da ampla contribuição que todas essas propostas de envolvimento com a língua trarão ao letramento dele.

* Viviane Schueda Stacheski é mestre em Ciências Humanas e professora do curso de Pedagogia do Centro Universitário Internacional Uninter.

Fonte: Pg1 Comunicação



Prouni passa a conceder bolsas de estudo a alunos vindos de escolas particulares

Alteração foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) desta terça (7/12).

Prouni passa a conceder bolsas de estudo a alunos vindos de escolas particulares

Vlibras amplia em mais de 30% o número de sinais em 2 anos

Sistema de tradução do português para Libras conta com 21 mil sinais.

Vlibras amplia em mais de 30% o número de sinais em 2 anos

Inep divulga gabaritos oficiais do Enem 2021

Exame teve mais de 3,1 milhões de inscritos.

Inep divulga gabaritos oficiais do Enem 2021

Matrícula e mensalidade escolar: hora de buscar bons descontos

O planejamento na hora de definir sobre a matrícula em uma escola deve levar em conta diversos pontos, que vão além das questões geográficas e financeiras.

Matrícula e mensalidade escolar: hora de buscar bons descontos

Empreendedorismo na escola: aprendizagem por meio de erros

Novos modelos de negócios são criados a todo momento e a demanda on-line cresce aceleradamente.

Empreendedorismo na escola: aprendizagem por meio de erros

Aluna se inspira nos próprios aparelhos auditivos para escrever livro sobre inclusão

Estudante que convive com uma condição auditiva e neurológica atípica reflete acerca da aceitação e da discriminação no livro que produziu em programa literário realizado pela escola.

Aluna se inspira nos próprios aparelhos auditivos para escrever livro sobre inclusão

Faop será expandida para Guaxupé, no Sul de Minas

Presença da fundação estadual no município vai garantir formação qualificada em cursos de restauro.


A importância da educação em momentos de crise

A educação, que não teve tanto foco como as outras pastas, também foi diretamente impactada por essa crise.

A importância da educação em momentos de crise

Metaverso: a nova fronteira do ensino

Metaverso trata-se de envolver-se em espaços virtuais compartilhados, manifestados como ambientes 3D ou de realidade virtual imersiva.

Metaverso: a nova fronteira do ensino

Desatenção na sala de aula: uma solução para este problema constante

Nas escolas, são frequentes os relatos dos professores sobre os olhares dos estudantes “se perdem”, diante das explicações.

Desatenção na sala de aula: uma solução para este problema constante

Samsung anuncia vencedores da 8ª edição do Solve For Tomorrow

Programa busca desenvolver soluções inovadoras para Ciências, Tecnologia, Engenharia e Matemática.

Samsung anuncia vencedores da 8ª edição do Solve For Tomorrow

Aumenta interesse de estudantes por ensino superior, diz pesquisa

Estudo foi encomendado por instituições privadas de educação superior.

Aumenta interesse de estudantes por ensino superior, diz pesquisa