Portal O Debate
Grupo WhatsApp


Meios de pagamento: uma mudança em curso no Brasil

Meios de pagamento: uma mudança em curso no Brasil

19/10/2019 Tainá Freitas

Embora 71 por cento do crédito esteja concentrado em grandes bancos, essa perspectiva está mudando.

Meios de pagamento: uma mudança em curso no Brasil

Empresas estabelecidas de outros setores e startups estão criando as próprias soluções – e tido bons resultados.

Na última quarta-feira, a curitibana Ebanx recebeu um aporte e se tornou um unicórnio, startup avaliada em 1 bilhão de dólares – e o primeiro da região Sul do país.

A startup, que oferece soluções de pagamento para outras companhias, agora planeja realizar sua expansão para a América Latina.

Na mesma semana, o Google anunciou que o Google Pay, sua carteira de pagamentos, aceitará débito.

A iniciativa parece inofensiva, mas possui um grande potencial – o de fidelizar os milhões de brasileiros que não possuem acesso à cartão de crédito.

De acordo com a empresa, apenas 50 milhões dos 210 milhões de habitantes do país têm acesso a esta modalidade de pagamento.

Os que não possuem crédito e desejam realizar compras online se tornam reféns do boleto bancário, que pode demorar dias para ser compensado.

Quem também está de olho nas pessoas que não possuem crédito é a Rappi.

Além de ter lançado uma carteira digital no ano passado, a startup criou seu próprio cartão pré-pago.

E quem deseja um cartão de crédito, mas não os consegue com os grandes bancos, agora possui novas opções, de empresas que antes ofereciam apenas serviços e produtos: Mercado Livre, PicPay e Apple.

O Mercado Livre lançou um cartão de crédito sem anuidade e com benefícios para seus clientes.

A Apple também optou por um cartão de crédito, o Apple Card, que é totalmente controlado pelo iPhone.

Já o PicPay lançou o cartão de crédito para facilitar a realização de compras dos clientes em estabelecimentos físicos, embora deseje convertê-los para sua carteira digital online.

Todas as opções citadas possuem o cashback como um atrativo, em que é devolvida uma porcentagem do dinheiro de volta (a depender da transação).

E é claro que os meios de pagamento não são constituídos apenas por cartões. Na verdade, em alguns países, eles já estão para trás.

A China é a líder em pagamentos com QR Code – a modalidade supera os pagamentos em espécie e cartões.

A iniciativa é estimulada por grandes empresas de tecnologia, como Tencent e Alibaba, e não por grandes bancos.

A economista Claudia Eliza Medeiros, sócia da PwC, acredita que o Brasil seguirá o mesmo caminho.

E você, tem visto reflexo dessas mudanças nos meios de pagamento?

Fonte: StartSe



Governo de Minas bate mais um recorde de atração de investimentos

Estado registrou R$ 4,1 bilhões de investimentos somente no mês de junho.

Governo de Minas bate mais um recorde de atração de investimentos

Os cuidados necessários para coleta de lixo hospitalar

Venha descobrir neste post sobre os principais cuidados de coleta de lixo hospitalar para ter mais segurança quanto à higiene da sua instituição!

Os cuidados necessários para coleta de lixo hospitalar

Os negócios e o Cisne Negro

Como a cultura orientada à evolução contínua pode preparar sua empresa.


CNC revisa para 9,2% projeção de queda no varejo em 2020

Adoção de estratégias de e-commerce ajudaram o varejo a repor parte das perdas impostas pelo novo coronavírus até o momento.

CNC revisa para 9,2% projeção de queda no varejo em 2020

Vendas no comércio varejista crescem 13,9% de abril para maio

Alta veio depois de dois meses de queda devido à pandemia.

Vendas no comércio varejista crescem 13,9% de abril para maio

O que as empresas devem fazer com os funcionários após a pandemia?

Muito se fala sobre um novo tipo de profissional a ser buscado pelas organizações, que domine tecnologias, que seja disciplinado.

O que as empresas devem fazer com os funcionários após a pandemia?

Receita diz que vendas em junho cresceram 10,3%

Média diária de vendas no último mês foi a maior de 2020.

Receita diz que vendas em junho cresceram 10,3%

Insegurança na Pandemia: agora é a hora certa para investir?

Se você estava pensando em investir e a pandemia chegou com tudo, com certeza está se perguntando se prossegue com o plano, se muda a rota, se a palavra de ordem agora deve ser contenção.


Home office: Solução ou Castigo?

Para muitos, a adoção do home office foi a solução mas, algumas pessoas não querem nunca mais trabalhar neste modelo.

Home office: Solução ou Castigo?

Rendimento médio de brasileiros cai a 82% em maio devido à covid-19

Pesquisa mostra que auxílio emergencial é fundamental para mais pobres.

Rendimento médio de brasileiros cai a 82% em maio devido à covid-19

O que as empresas devem saber sobre o Home Office

O que era exceção parece que está virando regra… e definitiva.

O que as empresas devem saber sobre o Home Office

Cerca de 2% dos pequenos negócios encerraram as atividades devido a pandemia

Pesquisa do Sebrae mostra também que metade dos empresários mineiros que fecharam permanentemente, não pretendem mais empreender.

Cerca de 2% dos pequenos negócios encerraram as atividades devido a pandemia