Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Perguntas e respostas sobre infecção urinária no homem

Perguntas e respostas sobre infecção urinária no homem

09/04/2019 Dr. Marcos Tobias Machado

Doença pode ser transmitida por relação sexual sem proteção e pela invasão de germes via canal da uretra.

Perguntas e respostas sobre infecção urinária no homem

Muito se fala sobre a infecção urinária feminina, que é mais comum em mulheres devido a sua anatomia, segundo a Sociedade Brasileira de Urologia. Mas, a doença também afeta a saúde do homem e, pode acometer todo o trato urinário quando não tratada corretamente.

Em meio as dúvidas sobre o assunto, o professor do setor de uro-oncologia da FMABC (Faculdade de Medicina do ABC) e responsável pelo setor de cirurgia robótica urológica no Hospital Brasil e rede D’Or, Dr. Marcos Tobias Machado, esclarece os principais pontos dos sintomas, diagnósticos e tratamentos sobre a doença.

Veja a seguir:

1) O que é infecção urinária no homem?

O trato urinário é normalmente estéril, ou seja, não é habitado por bactérias ou qualquer outro microorganismo. A infecção urinária é caracterizada pela presença de alguma bactéria ou fungo no trato urinário.

2) Quais os principais tipos?

No homem, os principais sítios de infecção são a uretra, a próstata e o rim.

3) Existe maior incidência com a idade ou não?

Em todas as faixas etárias pode haver o desenvolvimento de infecção urinária. O que muda são os fatores causais. Nas crianças, anomalias congênitas como hidronefrose ou refluxo são as principais causas. Nos adultos jovens, a presença de atividade sexual predispõe ao quadro. Nos idosos, alterações do envelhecimento associadas a doenças da próstata são os fatores mais importantes.

4) Quais são os sintomas?

A presença de sintomas depende dos órgãos comprometidos. No caso de uretrite, os principais sintomas são o ardor ao urinar e a eliminação de secreção pela uretra. Nos casos de prostatite os sintomas de irritação do trato urinário inferior com dor ao urinar, urinar várias vezes ao dia, jato urinário intermitente, associado a sintomas de desconforto perineal, escrotal e ejaculatório sao os sintomas mais frequentes.

Quando a infecção é proveniente dos rins, além dos sintomas urinários podem ocorrer dor lombar e febre.

5) Há fatores de riscos?

Nos casos de uretrite a causa é sempre um contágio através de relação sexual sem proteção. Para os casos de prostatite, a causa normalmente é a invasão de um germe por via uretral, que acaba se desenvolvendo na próstata como reservatório.

Mais raramente a prostatite aguda pode acontecer devido a um germe proveniente de um foco infeccioso, como por exemplo um abscesso dentário, que circula no sangue e penetra na próstata.

Nos casos de infecção renal normalmente existe alguma anomalia renal de dificuldade de drenagem da urina ou a presença de cálculo renal infectado.

6) É possível evitá-la? De que forma?

Sexo com proteção e higiene genital após a relação sexual são medidas preventivas em alguns casos. Fazer exames regulares para detecção de algum fator de risco também ajuda a detectar e tratar doenças urológicas, que predispõem a infecção urinária.

7) Quais tipos de exames a detectam? 

O exame de urina tipo I, ou urinálise, é o exame de triagem que detecta o aumento dos glóbulos brancos na urina e eventualmente a presença de nitrito. Esses achados sugerem fortemente a presença de infecção urinária. O exame de certeza é a urocultura, onde é possível isolar o germe responsável pela infecção, que informa também sobre a sensibilidade antibiótica do germe através do antibiograma.

Exames de imagem como ultrassonografia, tomografia e ressonância magnética são úteis para investigação das condições causais que devem ser tratadas.

8) Quais podem ser os tratamentos indicados?

O tratamento inclui uso de antibióticos depois do fator causal.

9) No homem, também existe infecção urinária de repetição?

Caso o fator causal não seja removido, como a extração de um cálculo ou a drenagem adequada da bexiga através de sondas ou cirurgia, a infecção urinária pode retornar e até agravar o estado clínico do paciente.

10) Existe alguma diferença entre a infecção urinária entre homens e mulheres? Se sim, qual?

A infecção urinária na mulher pode ter ou não um fator anatômico causal. Em casos onde não existe, sabemos que, devido a proximidade da uretra e do ânus, algumas bactérias que têm fatores de adesão ao epitélio dos órgãos urinários podem invadir a bexiga ou eventualmente subir até o rim, causando pielonefrite aguda.

Fonte: Dr. Marcos Tobias Machado e Agência Contatto



A perda auditiva se manifesta em qualquer idade

A perda auditiva é uma queixa quase diária no consultório do otorrinolaringologista.

A perda auditiva se manifesta em qualquer idade

O consumidor é obrigado a dar o CPF nas farmácias?

Um ponto de dúvida para as pessoas, mas que é importante ter clareza, a exigência de CPF é ilegal para o fornecimento de descontos pelas farmácias.

O consumidor é obrigado a dar o CPF nas farmácias?

Governo lança campanha de combate ao mosquito da dengue

Casos aumentaram em 12 estados em relação ao ano passado.

Governo lança campanha de combate ao mosquito da dengue

Estamos todos saindo da UTI?

Nas últimas semanas, esses ambientes estão diferentes do que vivenciamos ao longo de quase 20 meses.

Estamos todos saindo da UTI?

Por que o autismo em meninas é menos comum?

Elas têm mais autoconsciência, senso de empatia e tenta “se encaixar” mais socialmente que eles.

Por que o autismo em meninas é menos comum?

Pesquisa comprova maior eficácia de teste HPV para detecção de câncer

Estatuto da Pessoa com Câncer é sancionado

Passa a ser direito fundamental da pessoa com câncer a obtenção de diagnóstico precoce e acesso a tratamento universal.

Estatuto da Pessoa com Câncer é sancionado

Mulheres têm mais risco de sofrer infarto do que os homens

A quantidade de pessoas que sofrem com problemas cardiorrespiratórios no Brasil é tão significativa que sobram estatísticas para contar a história.

Mulheres têm mais risco de sofrer infarto do que os homens

Médico adota técnica para apoiar pessoas a envelhecer sem dor

Segundo Dr. Geraldo Carvalhaes, casos de dor crônica também afetam pessoas mais jovens.

Médico adota técnica para apoiar pessoas a envelhecer sem dor

Você é um Hipocondríaco?

Quando a preocupação com a saúde vira doença.

Você é um Hipocondríaco?

Número de prematuros aumenta no Brasil

Média de prematuridade no país atingiu 11,1% em 2020 e aumento pode estar ligado ao covid-19.

Número de prematuros aumenta no Brasil

40% dos clientes de plano de saúde usam o SUS

Pesquisa da Anab foi realizada com 1.006 usuários da saúde suplementar em todo o Brasil no mês de setembro.

40% dos clientes de plano de saúde usam o SUS