Portal O Debate
Grupo WhatsApp

O que você precisa saber sobre a doença do beijo

O que você precisa saber sobre a doença do beijo

18/04/2024 Divulgação

Dr. Ricardo Kores, médico infectologista do HC-UFU responde às principais dúvidas.

O que você precisa saber sobre a doença do beijo

No dia 13 de abril é celebrado o Dia Nacional do Beijo. Por isso, a Rede da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) convidou o infectologista do Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia (HC-UFU), Ricardo Calil Kores para responder o que você sempre quis saber, mas nunca teve coragem de perguntar em uma consulta médica.

É possível contrair alguma infecção através do beijo? Quais?

Sim. As infecções são transmitidas através da saliva ou contato prolongado com a boca. Dentre elas estão: mononucleose, HPV, herpes, clamídia, gonorreia, sífilis (se tiver lesão), Covid, gripe e resfriado. Vale lembrar que HIV não é transmitido pelo beijo.

Qual é a doença conhecida como doença do beijo?

A mononucleose, que é uma virose causada pelo vírus EBV (Epstein Bar) da família dos vírus Herpes. Ela é comumente conhecida como doença do beijo por ser muito transmissível entre os jovens e principalmente na época do carnaval, mas pode ocorrer em qualquer época do ano.

Quais são os sintomas da mononucleose?

Os sintomas mais frequentes são: febre, dor de garganta forte, mal-estar, dores no corpo, gânglios aumentados (ínguas) no pescoço, manchas pelo corpo, dor abdominal. Podem ser brandos ou bastante intensos. Os sintomas da mononucleose se confundem muito com gripe, Covid, amigdalite bacteriana ou por outros vírus mesmo.

Se estou com suspeita de ter contraído mononucleose, quando devo procurar atendimento médico?

A pessoa deve procurar atendimento médico para realizar o diagnóstico, ou seja, verificar se é mesmo a mononucleose e também se esses sintomas se intensificarem, a dor não melhorar, não conseguir se alimentar e se hidratar.

Como é feito o diagnóstico da mononucleose?

O diagnóstico é feito com exame clínico e exames de sangue. É importante compartilhar com o profissional de saúde todo o histórico e hábitos antes dos sintomas.

Qual o tratamento da mononucleose?

O tratamento é feito com analgésicos, antitérmicos, anti-inflamatórios. Repouso e bastante hidratação. Não é recomendável automedicação. O uso de antibióticos pode até piorar o quadro.

É um tratamento prolongado?

Normalmente é uma infecção que resolve rápido, mas em algumas pessoas pode demorar mais também.

A única forma de contrair a mononucleose é através do beijo?

O contato com gotículas respiratórias da pessoa infectada pode transmitir o vírus. Isso ocorre, por exemplo, através da tosse, do espirro, ou mesmo da fala, entre indivíduos próximos. Compartilhamento de copos, canudos, talheres e demais utensílios de alimentação também são uma forma de transmitir o EBV, apesar de que o vírus permanece viável por curto intervalo de tempo no ambiente.

Ao beijar uma pessoa com mononucleose necessariamente vou ficar doente?

A boa notícia é que a maioria das pessoas é exposta ao vírus da mononucleose ainda na infância, desenvolvendo imunidade permanente. Dessa forma, a maior parte delas já é imune ao vírus.

Existe alguma forma de se expor menos as doenças através do beijo?

Pense sempre nas nossas defesas. Se uma pessoa é mais frágil, com sistema imunológico fraco pode então contrair muito mais fácil uma infecção.

Por isso a importância de ter hábitos de vida saudáveis, bom sono, alimentação, níveis adequados de vitaminas, menos estresse, praticar exercícios físicos, realizar avaliações de rotina, vacinas para outras doenças em dia ajudam a não contrair infecções.

Para mais informações sobre doenças clique aqui...

Publique seu texto em nosso site que o Google vai te achar!

Entre para o nosso grupo de notícias no WhatsApp

Fonte: Rede Ebserh



Quer envelhecer vivendo mais e melhor?

Então cuide agora da sua pressão arterial.

Autor: Felipe Vecchi

Quer envelhecer vivendo mais e melhor?

Glaucoma atinge milhões de pessoas no país e pode causar a perda de visão

Campanha Maio Verde visa estimular a conscientização sobre o diagnóstico precoce da doença, que tem progressão lenta e assintomática.

Autor: Divulgação

Glaucoma atinge milhões de pessoas no país e pode causar a perda de visão

Desconforto no joelho sem causa aparente?

Problema pode estar no quadril, alerta especialista.

Autor: Divulgação

Desconforto no joelho sem causa aparente?

Transplante capilar: cada paciente é de um jeito

Realizar o transplante capilar é um sonho para muitas pessoas com calvície ou com outros problemas que resultam na queda de cabelo.

Autor: ‌Melina Oliveira

Transplante capilar: cada paciente é de um jeito

O que o seu “catarro” quer dizer?

Especialista explica as principais doenças que podem causar a secreção na garganta e como tratar.

Autor: Divulgação

O que o seu “catarro” quer dizer?

Prevenção cardiovascular: quanto mais cedo melhor!

Em artigo, cardiologista da Unimed Araxá explica a importância de modificar fatores que originam as doenças.

Autor: Dr. Flávio Paes

Prevenção cardiovascular: quanto mais cedo melhor!

O tempo seco e as alergias

Com uma nova onda de calor chegando aliada ao tempo seco, comum nesta época do ano, as alergias respiratórias ganham força.

Autor: Divulgação

O tempo seco e as alergias

Sono ruim aumenta risco de glaucoma em até 20%, diz estudo

Ronco e sonecas durante o dia também aumentam chance de ter um glaucoma.

Autor: Divulgação

Sono ruim aumenta risco de glaucoma em até 20%, diz estudo

Nascimento prematuro e autismo: Existe relação?

Neuropediatra e membro do Conselho Científico da ONG Prematuridade.com explica a questão.

Autor: Divulgação

Nascimento prematuro e autismo: Existe relação?

7 fatos que você precisa saber antes de cogitar uma plástica

49,5% dos profissionais processados por erros médicos não tinham certificados em cirurgia plástica.

Autor: Divulgação

7 fatos que você precisa saber antes de cogitar uma plástica

Frutose, álcool e café: qual relação com a gordura no fígado?

Endocrinologista responde a dez dúvidas sobre a esteatose hepática.

Autor: Dra. Marília Bortolotto

Frutose, álcool e café: qual relação com a gordura no fígado?

As causas da má saúde causa pressão sobre o setor

A incapacidade de tornar a saúde da população uma prioridade leva a pressões crescentes sobre o sistema de saúde.

Autor: Mara Machado

As causas da má saúde causa pressão sobre o setor