Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Sono ruim aumenta risco de glaucoma em até 20%, diz estudo

Sono ruim aumenta risco de glaucoma em até 20%, diz estudo

25/04/2024 Divulgação

Ronco e sonecas durante o dia também aumentam chance de ter um glaucoma.

Sono ruim aumenta risco de glaucoma em até 20%, diz estudo

O sono de má qualidade, a insônia, a sonolência diurna e o ronco, estão associados a um risco maior de desenvolver um glaucoma. A conclusão é de um importante estudo, publicado no Bristish Medical Journal (BMJ).

As descobertas são importantes na medida em que reforçam a necessidade de melhorar a qualidade do sono em pessoas com alto risco de desenvolver glaucoma, bem como a necessidade de triagem precoce para glaucoma em pessoas com distúrbios crônicos de sono.
 
De acordo com o estudo, a duração curta ou longa do sono foi associada a um risco aumentado de glaucoma de 8%; a insônia de 12%; o ronco de 4% e a sonolência diurna frequente de 20%.

Em comparação com pessoas com um padrão de sono saudável, os que roncam e aqueles que experimentam sonolência diurna tinham 10% mais probabilidade de ter glaucoma, enquanto os insones e aqueles com um padrão de duração de sono curta/longa tinham 13% mais probabilidade de ter glaucoma.
 
Afinal, por que o sono ruim aumenta o risco de glaucoma?
 
Segundo a oftalmologista Dra. Maria Beatriz Guerios, especialista em glaucoma, existem algumas explicações biológicas plausíveis para as associações encontradas entre os distúrbios do sono e glaucoma. “Uma das principais relações do sono com o glaucoma é que os danos glaucomatosos são causados pelo aumento da pressão intraocular (PIO). Quando estamos deitados, a pressão dentro do olho aumenta. Este aumento também ocorre quando há um desequilíbrio em certos hormônios do sono, como a melatonina”.
 
“A insônia ou o sono de má qualidade também é mais prevalente em pessoas com depressão e ansiedade. Nesta população, também temos produção desregulada de cortisol, que pode elevar a PIO. Por fim, o ronco, nome popular para a apneia do sono, tem um outro mecanismo de danos no nervo óptico. Neste caso, o glaucoma tem relação com episódios repetitivos e prolongados de falta de oxigenação no nervo óptico”, explica a especialista.
 
Existe também outra hipótese relacionada ao estresse causado pela insônia, que pode estimular a secreção de neurotransmissores, influenciando a regulação da PIO e do fluxo sanguíneo. A diminuição do fluxo sanguíneo ocular é um fator de risco bem conhecido para o desenvolvimento e progressão do glaucoma.
 
Melhore seu sono agora para prevenir o glaucoma
 
“Felizmente, a má qualidade do sono e outros distúrbios, como a apneia do sono, são modificáveis ou tratáveis. Portanto, as descobertas deste estudo reforçam a importância de diagnosticar e tratar os problemas do sono, principalmente em pessoas com outros fatores de risco para desenvolver glaucoma” finaliza Dra. Maria Beatriz.
 
E quais são os fatores de risco do glaucoma?

- Histórico familiar da doença

- Idade maior que 40 anos

- Tabagismo

- Hipertensão arterial

- Diabetes

- Alta miopia

- Fator racial – mais comum em afrodescentes e asiáticos

 Como tratar os distúrbios do sono?

O ideal é procurar um médico especialista em medicina do sono, normalmente são neurologistas. Se você dorme menos de 7 horas por dia, dorme demais durante o dia, desperta inúmeras vezes durante a noite, tem dificuldade para pegar no sono e apresenta ronco, procure ajuda.
 
Caso você já tenha diagnóstico de algum distúrbio do sono, procure um oftalmologista para uma avaliação completa da sua saúde ocular. O diagnóstico e o tratamento do glaucoma nas fases iniciais podem prevenir a progressão da doença, ou seja, pode evitar a perda total da visão.

Para mais informações sobre insônia clique aqui...

Publique seu texto em nosso site que o Google vai te achar!

Entre para o nosso grupo de notícias no WhatsApp

Fonte: Agência Health



Quer envelhecer vivendo mais e melhor?

Então cuide agora da sua pressão arterial.

Autor: Felipe Vecchi

Quer envelhecer vivendo mais e melhor?

Glaucoma atinge milhões de pessoas no país e pode causar a perda de visão

Campanha Maio Verde visa estimular a conscientização sobre o diagnóstico precoce da doença, que tem progressão lenta e assintomática.

Autor: Divulgação

Glaucoma atinge milhões de pessoas no país e pode causar a perda de visão

Desconforto no joelho sem causa aparente?

Problema pode estar no quadril, alerta especialista.

Autor: Divulgação

Desconforto no joelho sem causa aparente?

Transplante capilar: cada paciente é de um jeito

Realizar o transplante capilar é um sonho para muitas pessoas com calvície ou com outros problemas que resultam na queda de cabelo.

Autor: ‌Melina Oliveira

Transplante capilar: cada paciente é de um jeito

O que o seu “catarro” quer dizer?

Especialista explica as principais doenças que podem causar a secreção na garganta e como tratar.

Autor: Divulgação

O que o seu “catarro” quer dizer?

Prevenção cardiovascular: quanto mais cedo melhor!

Em artigo, cardiologista da Unimed Araxá explica a importância de modificar fatores que originam as doenças.

Autor: Dr. Flávio Paes

Prevenção cardiovascular: quanto mais cedo melhor!

O tempo seco e as alergias

Com uma nova onda de calor chegando aliada ao tempo seco, comum nesta época do ano, as alergias respiratórias ganham força.

Autor: Divulgação

O tempo seco e as alergias

O que você precisa saber sobre a doença do beijo

Dr. Ricardo Kores, médico infectologista do HC-UFU responde às principais dúvidas.

Autor: Divulgação

O que você precisa saber sobre a doença do beijo

Nascimento prematuro e autismo: Existe relação?

Neuropediatra e membro do Conselho Científico da ONG Prematuridade.com explica a questão.

Autor: Divulgação

Nascimento prematuro e autismo: Existe relação?

7 fatos que você precisa saber antes de cogitar uma plástica

49,5% dos profissionais processados por erros médicos não tinham certificados em cirurgia plástica.

Autor: Divulgação

7 fatos que você precisa saber antes de cogitar uma plástica

Frutose, álcool e café: qual relação com a gordura no fígado?

Endocrinologista responde a dez dúvidas sobre a esteatose hepática.

Autor: Dra. Marília Bortolotto

Frutose, álcool e café: qual relação com a gordura no fígado?

As causas da má saúde causa pressão sobre o setor

A incapacidade de tornar a saúde da população uma prioridade leva a pressões crescentes sobre o sistema de saúde.

Autor: Mara Machado

As causas da má saúde causa pressão sobre o setor