Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Porque é tão importante manter as vacinas em dia em tempos de pandemia?

Porque é tão importante manter as vacinas em dia em tempos de pandemia?

11/06/2021 Rodrigo Felipe

A falta de imunização a doenças paralelas pode provocar estragos ainda maiores na saúde.

Porque é tão importante manter as vacinas em dia em tempos de pandemia?

A pandemia do novo coronavírus mantém o mundo inteiro em alerta. A maioria das pessoas utiliza as máscaras com consciência e muitas tentam evitar aglomerações. No Brasil, foram cerca de 70 milhões de doses aplicadas, o que garantiu a vacinação das duas doses em mais de 22 milhões de pessoas. Isso equivale a pouco mais de 10% da população total.

Mas o foco sobre a covid-19 tem feito muita gente deixar de lado a preocupação com outras enfermidades. O isolamento social vem afastando a população de diversos locais públicos, incluindo os postos de saúde. Autoridades sanitárias temem que, em um médio prazo, ocorra um surto de outras doenças devido à baixa imunidade.

Essa preocupação vem ao encontro de uma data cuja celebração é providencial em tempos de pandemia: o 9 de junho é o Dia da Imunização, e o objetivo é conscientizar as pessoas sobre a necessidade de manter as vacinações em dia. Não só a do coronavírus, que ainda não alcançou todas as faixas etárias, mas também a do sarampo, tétano, gripe, entre várias outras.

A falta de imunização a doenças paralelas pode provocar estragos ainda maiores na saúde. A covid-19 provocou um colapso nos hospitais e postos de saúde. Muitos desses lugares têm até filas de pessoas em busca de atendimento. E a exposição a outras doenças faz com que estejamos andando numa corda bamba. Bastaria um pequeno surto de outra doença, mesmo que imunizável, para abalar por completo o sistema de saúde.

É importante ressaltar que é imprescindível que as pessoas busquem o máximo de proteção através das vacinações já disponíveis. Somente assim evitarão a exposição a doenças que podem levar a uma fatalidade diante de um maior período de espera por um atendimento médico. Os locais de saúde estão trabalhando em um ritmo muito mais frenético do que o normal devido a uma única patologia. Imagine, então, se acrescentarmos neste cenário a proliferação de outras doenças contagiosas. A vacinação é mais do que nunca fundamental para equilibrarmos esse jogo e garantir que a onda de casos se restrinja apenas ao coronavírus.

O calendário de vacinação do Ministério da Saúde continua em funcionamento. No momento, está em vigor a campanha nacional de vacinação contra a gripe, que vai até o dia 9 de julho. A expectativa é de que 80 milhões de brasileiros sejam vacinados.

Quem já tomou a vacina contra a covid-19 deve respeitar o intervalo de 14 dias para receber o imunizante contra a gripe. Quem ainda não vacinou para nenhuma das duas, a recomendação é que se priorize o atendimento ao coronavírus.

Texto: Rodrigo Felipe, presidente do Grupo First e idealizador da operadora de planos de saúde You Saúde

Para mais informações sobre vacinas clique aqui.

Publique seu texto em nosso site que o Google vai te achar!

Fonte:  Naves Coelho Comunicação



Auxílio psicológico a pacientes com câncer de mama

A mulher não deve se sentir sozinha nessa jornada.

Auxílio psicológico a pacientes com câncer de mama

5 dicas para prevenir a osteoporose

Você sabia que uma em cada três mulheres têm osteoporose em todo o mundo?

5 dicas para prevenir a osteoporose

Ministério da Saúde lança campanha nacional de combate à sífilis

Gestantes representaram mais da metade dos casos contraídos em 2020.


Pandemia afetou em 35% número de consultas oftalmológicas em 2020

Cerca de 3,7 milhões de atendimentos deixaram de ser feitos.

Pandemia afetou em 35% número de consultas oftalmológicas em 2020

Nomofobia: Você tem medo de ficar longe do celular?

Uma pesquisa recente publicada pela Digital Turbine mostra que 20% dos brasileiros não ficam mais de 30 minutos longe do celular.

Nomofobia: Você tem medo de ficar longe do celular?

Dor crônica na região lombar pode ser sinal de ‘bico de papagaio’

A região lombar costuma ser a mais afetada pela osteofitose

Dor crônica na região lombar pode ser sinal de ‘bico de papagaio’

Livro inédito comemora centenário da descoberta da insulina

A renda obtida com a venda dos livros será doada ao Instituto Correndo Pelo Diabetes para incentivar a prática da atividade física.

Livro inédito comemora centenário da descoberta da insulina

10 curiosidades sobre o crânio e o cérebro que irão te surpreender

Ainda estamos longe de conhecer todo o mistério que envolve a interligação do cérebro com o nosso organismo como um todo, mas já temos importantes achados.


Quase 3 milhões de mulheres deixaram de rastrear o câncer de mama na pandemia

Com medo do contágio pelo coronavírus, as mulheres deixaram de lado a rotina de cuidados.

Quase 3 milhões de mulheres deixaram de rastrear o câncer de mama na pandemia

Bons hábitos de saúde podem evitar doenças cardiovasculares

Em 2021, Brasil registra 299.304 pessoas mortas por doenças cardiovasculares.

Bons hábitos de saúde podem evitar doenças cardiovasculares

Uso de lentes de contato por crianças deve ser cauteloso

Conheça os riscos e benefícios de crianças e adolescentes usar lentes de contato.

Uso de lentes de contato por crianças deve ser cauteloso

Pandemia aumenta uso de ansiolíticos, antidepressivos e estabilizadores de humor

Medicações têm efeitos danosos, inclusive com risco de morte.

Pandemia aumenta uso de ansiolíticos, antidepressivos e estabilizadores de humor