Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Tireoide não é a culpada pelo ganho de peso

Tireoide não é a culpada pelo ganho de peso

26/04/2022 Dra. Sarina Occhipinti

É muito comum algumas pessoas associarem o ganho de peso excessivo e inexplicado a um problema de tireoide, chamado de hipotireoidismo que nada mais é, a falta dos hormônios tireoidianos.

Os hormônios T3 (triiodotironina) e T4 (tiroxina) são produzidos pela glândula e responsáveis por diversas funções importantes no organismo como o coração, cérebro, fígado, rins, retenção de líquidos até regulação do sono e metabolismo.

Mas o que é a tireoide? A tireoide é uma glândula que tem formato de borboleta que fica localizada na parte da frente do pescoço, logo abaixo da laringe na região conhecida popularmente como gogó.

Tem um peso aproximado de 15 a 25 gramas na pessoa adulta. Apesar de ser mais comum em mulheres, o hipotireoidismo pode ocorrer também em homens e até em crianças, independente da idade.

De acordo com a Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM), o aumento de peso corporal causado pelo hipotireoidismo, varia de 2 a 4 quilos.

A falta dos hormônios da tireoide pode diminuir o metabolismo e levar a um ganho de gordura, mas isso não é tão expressivo, o acúmulo de proteínas consequente do hipotireoidismo, leva a uma retenção hídrica, ou inchaço, que pode colaborar para esse ganho de peso.

Muitos estudos comprovam que o ganho discreto de peso está mais relacionado ao inchaço do que verdadeiramente à gordura corporal: Os hormônios tireoidianas são responsáveis por regular o metabolismo energético e quando estão funcionando menos, o consumo de energia cai e a pessoa pode até engordar, mas o acúmulo de líquidos decorrente da doença parece colaborar mais do que o ganho de gordura.

Outros estudos demonstram que o tratamento adequado do hipotireoidismo com suplementação de hormônio tireoidiano leva à perda de peso limitada, comprovando que o hipotireoidismo não é o maior culpado pela obesidade dos pacientes.

O diagnóstico de hipotiroidismo é baseado nas queixas do paciente mas deve ser comprovado por meio de exames laboratoriais.

O TSH (Hormônio Tireoestimulante) é bem sensível para evidenciar essa patologia e não deve ser subestimado para um diagnóstico preciso.

Cabe lembrar que hipotiroidismo subclínico é a entidade que se caracteriza pelo TSH levemente aumentado e hormonais tireoidianas normais.

Cabe lembrar que o "hipotiroidismo subclínico" divulgado nas redes sociais, como alterações clínicas do hipotireoidismo, com nenhuma alteração laboratorial, não existe na literatura médica e sua divulgação é um desserviço para a medicina de qualidade.

O tratamento do hipotireoidismo envolve muito mais que reposição dos hormônios. Além da reposição do hormônio da tireoide chamado levotiroxina sintética, um cuidado especial deve ser dado às intoxicações alimentares por substâncias que podem ser irritantes, inflamatórias e até mesmo lesivas à mucosa intestinal.

A Tireoidite de Hashimoto, uma doença autoimune muito comum na causa do hipotireoidismo, tem uma relação muito íntima com distúrbios da saúde intestinal e por isso é importante uma alimentação equilibrada e anti-inflamatória, de preferência acompanhada por um nutricionista especialista em dietas desinflamatórias.

Já no caso da obesidade associada, além do tratamento do hipotireoidismo é importante que o paciente receba acompanhamento adequadas para tratamento de ansiedade e estresse, realize treinos de resistência progressivos, cumpra uma dieta hipocalórico e metabólica, mantenha seus outros hormônios equilibrados, tenha um sono reparador e cumpra estratégias específicas para o ganho de metabolismo basal.

* Dra. Sarina Occhipinti é especialista em Clínica Médica.

Para mais informações sobre tireoide clique aqui…

Publique seu texto em nosso site que o Google vai te achar!

Fonte: Naves Coelho Comunicação



A nova era da Telemedicina no Brasil

Alguns números atestam que as consultas virtuais estão sendo utilizadas cada vez mais no país.

A nova era da Telemedicina no Brasil

É inaceitável que pessoas ainda morram de malária

Esta semana, de 25 a 29 de abril, marca a luta mundial contra a malária.


Transtornos psiquiátricos catalisados pelo luto de vítimas de COVID-19

Médico psiquiatra comenta a situação exclusiva de pessoas que perderam parentes queridos durante a pandemia. A ansiedade e o transtorno de humor são os mais prevalentes nesses casos.

Transtornos psiquiátricos catalisados pelo luto de vítimas de COVID-19

8 alimentos para incluir na dieta se você tem dores crônicas

Nutricionista fala sobre o poder dos alimentos para a nossa saúde.

8 alimentos para incluir na dieta se você tem dores crônicas

Pesadelo na hora do sono: apneia atinge 70 milhões de brasileiros

Por muito tempo o hábito de roncar tem sido visto como motivo de chacota ou algo corriqueiro.

Pesadelo na hora do sono: apneia atinge 70 milhões de brasileiros

Você sabe identificar os sinais de um ataque cardíaco?

Quando uma forte dor no peito aparece é um indicativo de que há algo errado acontecendo e é comum associarmos imediatamente a dor com a possibilidade de que seja um infarto.

Você sabe identificar os sinais de um ataque cardíaco?

Comer chocolate realmente aumenta o surgimento de acne?

Dermatologista explica que a guloseima deve ser consumida com moderação. Confira!

Comer chocolate realmente aumenta o surgimento de acne?

Começa vacinação contra a gripe em todo o país

Meta é imunizar 76,5 milhões de pessoas até 3 de junho.

Começa vacinação contra a gripe em todo o país

YouTube lança novas seções de conteúdo de saúde

As novas ferramentas visam ajudar as pessoas a navegarem pela plataforma.

YouTube lança novas seções de conteúdo de saúde

Riscos, físicos e emocionais, provocados por transtornos alimentares

Transtornos alimentares são desordens complexas, causadas e mantidas por diversos fatores sociais, psicológicos e biológicos.

Riscos, físicos e emocionais, provocados por transtornos alimentares

OMS convida Butantan para compartilhar experiência na produção de soro antiofídico

Em 2018, a OMS estabeleceu os acidentes ofídicos como uma doença tropical negligenciada.

OMS convida Butantan para compartilhar experiência na produção de soro antiofídico

Exposição em Belo Horizonte retrata luta e superação de pacientes oncológicos

Mostra, gratuita e aberta ao público, reúne 50 fotografias em exposição no Minas Shopping.

Exposição em Belo Horizonte retrata luta e superação de pacientes oncológicos