Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Especialista dá dicas de como vender alimentos online

Especialista dá dicas de como vender alimentos online

11/08/2020 Divulgação

Em 2019, houve um aumento de vendas no e-commerce de 22,7% a mais que o ano anterior. Em 2020 este crescimento já atinge 71% até maio.

Especialista dá dicas de como  vender alimentos online

O ramo alimentício também tem se aventurado no mundo online. Um estudo feito pelo Kantar Retail, empresa de consultoria internacional de varejo, projeta que até 2025, as vendas alimentares online representarão 3% do total de vendas por e-commerce no Brasil. 

Aqui vão 6 dicas para empreendedores que querem iniciar ou consolidar as vendas de alimentos de forma online: 

1. Fortaleça comunicação com o cliente

Com a tendência de aumento do comércio via internet, a concorrência também cresce. Por isso, é importante fidelizar o cliente para que ele escolha seus produtos para adquirir. A comunicação tem de ser feita de forma clara e priorizando a simpatia. Dessa forma, o consumidor se sente acolhido e mais propenso a realizar a compra. 

2. Invista em redes sociais

Uma boa dica é manter as redes sociais sempre atualizadas. Mesmo que nem sempre haja novidades de produtos, o perfil alimentado constantemente incita o cliente a conhecer o serviço e também passa confiança para ele. Fotos, vídeos e textos de qualidade são bem vistos pelo público, além de interações com os seguidores via comentários ou direct. 

3. Preste atenção no tipo de armazenamento 

Muitos produtos do ramo alimentar são perecíveis, isto é, têm data de validade curta e estragam rápido. Por isso, o armazenamento tem de ser feito com cuidado, de preferência em lugares específicos para os produtos. Dependendo da perecidade dos itens, a melhor escolha seja a produção sob encomenda, para não correr risco de prejuízo. 

4. Fique atento aos tipos de entrega 

As entregas também merecem atenção especial, justamente pela validade dos produtos. Os Correios não costumam ser boa opção, pois podem demorar mais tempo que o produto pode aguentar, além de más condições de refrigeração e armazenamento. Por isso, vale a pena pesquisar por serviços de entregas por aplicativos, ou investir em motoboys, além de entregas físicas em locais combinados com o cliente, como por exemplo estações de metrô. 

5. Forneça informações nas embalagens

Além do capricho em embalagens bonitas e seguras, as informações sobre o produto precisam estar especificadas nela, para segurança do consumidor. Além de informações nutricionais, é importante especificar os ingredientes utilizados na confecção do produto, data de fabricação e data de validade. 

6. Contrate serviços de gestão para o seu negócio

Existem diversas plataformas voltadas para o comércio de alimentos que podem ajudar o empreendedor a emplacar boas vendas e conseguir clientes. Desde apps que auxiliam na contabilidade, nas finanças, até startups que conectam pequenos comerciantes a grandes fornecedores.

Fonte: Leonardo Almeida, CEO da Menu



Startups participantes do Agita AgTech apresentam-se no Agro Future Summit

Eventos de inovação e tecnologia para o agronegócio estimulam empresas a transformar ideias em negócios.


Startup de agricultura urbana lança horta inteligente

Com ciclo de iluminação inteligente, sistema autoirrigável e mix de plantio, produto tem capacidade para até seis plantas.

Startup de agricultura urbana lança horta inteligente

BNDES seleciona 25 startups para apoio financeiro gratuito

Empresas foram escolhidas dentre 1.366 empreendimentos.

BNDES seleciona 25 startups para apoio financeiro gratuito

Startup lança jornada para quem quer deixar o consumo de carne e derivados

Healthtech Dei Um Tempo, reconhecida pela metodologia que apoia pessoas na mudança de hábitos indesejados, reúne especialistas e lança um programa especial para este público crescente.

Startup lança jornada para quem quer deixar o consumo de carne e derivados

Mais de 500 startups inscritas no “ilmpact”

Iniciativa do Innovation Latam em parceria com a Fundação Dom Cabral qualifica startups comprometidas com os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável definidos pela ONU.

Mais de 500 startups inscritas no “ilmpact”

Startup de logística recebe aporte e investe em nova plataforma de compras de fretes

Everlog atende indústria, varejo e e-commerce e, ao completar cinco anos em 2021, amplia soluções e projeta dobrar de tamanho

Startup de logística recebe aporte e investe em nova plataforma de compras de fretes

Startup aposta em robôs para hiperautomatizar processos

Run2Biz se lançou no mercado dois dias antes da pandemia estourar, superou as dificuldades e hoje já concorre com gigantes internacionais.

Startup aposta em robôs para hiperautomatizar processos

Petrobras divulga 30 startups pré-selecionadas para edital de inovação

Candidatas disputarão, até o fim do ano, aportes para projetos em diferentes verticais tecnológicas.


Startup de contabilidade recebe Prêmio Empresa Brasileira do Ano 2021

Empresa é reconhecida pelas práticas de gestão e recebe honraria da Latin American Quality Institute.

Startup de contabilidade recebe Prêmio Empresa Brasileira do Ano 2021

Startup de saúde lança app de carteira digital de vacinas

Solução na nuvem permite centralizar e gerir todos os dados sobre as vacinas tomadas e a serem tomadas por familiares, funcionários e alunos.


Instituto Mauricio de Sousa e a startup Matraquinha fecham parceria

Ação visa levar mais informações sobre o autismo com o personagem André.

Instituto Mauricio de Sousa e a startup Matraquinha fecham parceria

Mobills lança comparador de cartão de crédito

A tecnologia permite que qualquer pessoa analise e compare mais de 67 opções de cartões de crédito existentes no mercado para entender qual mais se adequa ao seu perfil.

Mobills lança comparador de cartão de crédito