Portal O Debate
Grupo WhatsApp

6G e Smart Cities: como a tecnologia transformará o futuro?

6G e Smart Cities: como a tecnologia transformará o futuro?

30/05/2023 Tania Gomes

Não é segredo para ninguém que a tecnologia vem ditando tendências e desenhando novos caminhos nos últimos anos.

6G e Smart Cities: como a tecnologia transformará o futuro?

Nesse sentido, é possível afirmar que falta pouco para que vejamos mais smart cities crescerem pelo Brasil e pelo mundo. Conhecidas como cidades inteligentes, elas utilizam a tecnologia como meio, para proporcionar uma vida mais segura, eficiente e sustentável para os habitantes.

Porém, uma cidade não se torna inteligente da noite para o dia, afinal requer inúmeras mudanças em suas estruturas. Além disso, um engano comum é imaginar que apenas grandes metrópoles querem se transformar em smart cities. Pequenas e médias cidades, cada vez mais, buscam, contratam e implementam soluções baseadas nos conceitos de transformação urbana, seja por meio do planejamento, arquitetura, soluções de mobilidade, uso de energia limpa e inúmeros outros recursos. 

Embora estejamos ainda engatinhando no tema, a implantação do 5G no Brasil, prevista para ser concluída apenas em 2029 - de acordo com o cronograma da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) - abriu portas para a discussão de quais serão as novas possibilidades para as cidades inteligentes com a implementação do 6G.

Lembrando que em um primeiro momento, o objetivo é torná-lo aplicável somente em 2030, o que nos trará a um novo mundo, em termos de eficiência, segurança e conectividade. Fato é que o 6G, embora incerto, trará avanços promissores para as smart cities, assim como a Inteligência Artificial (IA) e a Internet das Coisas (IoT). Inclusive, há quem já afirma que tanto o 5G como o 6G são as tecnologias mais influentes em cidades inteligentes.

O 6G transformará em realidade tudo aquilo que ainda parece ficção científica. Isto é, a previsão é que nos próximos anos, todos os dispositivos sejam conectados à internet, de carros a drones, de servidores remotos a edifícios inteiros, como também relógios, sensores nas roupas, equipamentos, entre outros. 

Entre as expectativas, o 6G certamente trará um tamanho de banda ainda maior para lidar com as cidades inteligentes. Mas, por quê? Assim como o 4G não foi projetado para suportar a expansão da IoT, tornou-se necessário a criação de uma rede de transição, o 5G. E novamente este movimento acontece com o 6G, entendendo que o 5G já não suprirá adequadamente as necessidades de conexão de estados e países inteiros, por exemplo. 

Portanto, o que é preciso entender a partir daqui, é que as tecnologias estão numa constante curva de evolução e esse movimento tem uma tendência de aumento em volume e velocidade. 

* Tania Gomes é diretora de Inovação do hub de open innovation Ibrawork.

Para mais informações sobre smart cities clique aqui...

Publique seu texto em nosso site que o Google vai te achar!

Entre para o nosso grupo de notícias no WhatsApp

Fonte: Piar Comunicação



Tecnologia em segurança avança para proteger vidas e patrimônio

Não há quem não preste atenção em qualquer informação ou notícia sobre esse assunto.

Autor: Hervem Hudson Bozello

Tecnologia em segurança avança para proteger vidas e patrimônio

Soluções inovadoras contribuem para segurança em diversos setores

Em um mundo onde a segurança é uma preocupação constante, diversos setores - desde logística até segurança pública - enfrentam desafios cada vez mais complexos.

Autor: Jacqueline Gagliano

Soluções inovadoras contribuem para segurança em diversos setores

A nova era da manufatura com a IA e robôs colaborativos

E quando esses robôs colaborativos forem alimentados por Inteligência Artificial?

Autor: Jaime Perroti

A nova era da manufatura com a IA e robôs colaborativos

Segurança pública do Brasil: o papel das inovações tecnológicas

Não é novidade que temos enfrentado desafios complexos quando o assunto é segurança pública no Brasil.

Autor: Camila Rissi

Segurança pública do Brasil: o papel das inovações tecnológicas

Tecnologia à serviço do crime: a vez do clone de voz

O risco é para todos e as medidas para reduzi-los e evitar prejuízos financeiros e, claro, emocionais, passa por alguns poucos, mas eficazes cuidados.

Autor: Gustavo Alonge

Tecnologia à serviço do crime: a vez do clone de voz

Nanoscópio desenvolvido na UFMG conquista Prêmio Péter Murányi 2024

Edição teve 144 trabalhos indicados por 78 instituições de ensino do país.

Autor: Divulgação

Nanoscópio desenvolvido na UFMG conquista Prêmio Péter Murányi 2024

Maior copa de robótica reúne competidores nacionais e internacionais

A IRONCup evidencia os robôs para além das máquinas e aposta nas tecnologias robóticas como uma ferramenta de ensino.

Autor: Divulgação

Maior copa de robótica reúne competidores nacionais e internacionais

Evolução tecnológica e a robótica ao alcance de mais empresas

Os avanços tecnológicos não estão somente aprimorando a automação industrial, mas também tornando a robótica cada vez mais acessível.

Autor: Rodrigo Bueno

Evolução tecnológica e a robótica ao alcance de mais empresas

Robôs humanóides irão construir as próximas BMWs

Hitty-Ko explica benefícios e malefícios do uso dessa tecnologia nas fábricas.

Autor: Divulgação

Robôs humanóides irão construir as próximas BMWs

Inovação: abrace a mudança antes que ela abrace o seu negócio

O conceito ambidestria organizacional foi apresentado pela primeira vez em 1976 pelo pesquisador norte-americano Robert B. Duncan.

Autor: Eduardo Zugaib

Inovação: abrace a mudança antes que ela abrace o seu negócio

Como a tecnologia impacta o atendimento ao aluno na volta às aulas

Especialista destaca práticas para aprimorar a experiência proporcionada pelas instituições de ensino em 2024.

Autor: Divulgação

Como a tecnologia impacta o atendimento ao aluno na volta às aulas

Como a tecnologia pode favorecer a distribuição de medicamentos?

Nenhum software sozinho irá solucionar todos os desafios da gestão da distribuição de medicamentos.

Autor: Paulo Pompêo

Como a tecnologia pode favorecer a distribuição de medicamentos?