Portal O Debate
Grupo WhatsApp


O mito da indústria das multas ou da arrecadação?

O mito da indústria das multas ou da arrecadação?

26/06/2017 Marcos Villela (Transporte Mundial)

A culpa está em que fez a legislação, que pune apenas financeiramente a classe média para baixo.

O mito da indústria das multas ou da arrecadação?

Escutamos muito que há uma “indústria de multa” no Brasil, principalmente, de quem já foi multado. No entanto, o termo está errado. O que há é uma “indústria de arrecadação” e isso faz toda a diferença. Vamos entender o porquê.

Ao sair da rua, basta observarmos o movimento dos veículos. Em pouco tempos vamos ver um monte de infrações impunes. São motoristas usando o celular com o agravante que antes eles apenas falavam e hoje digitam. Mudança de faixa de rolagem sem dar seta? Aos montes. E a freada só para passar pelo radar e depois acelerar em seguida? Quem nunca fez isso? Só o Alisson, um amigo que uma vez peguei carona com ele, respeitava até aquela placa de 60 km/h próximo ao posto da Polícia Rodoviária na estrada.

Portanto, se a fiscalização realmente fosse eficaz, duas coisas aconteceriam: as prefeituras e os estados ficariam muito ricos ou os brasileiros realmente passariam a ter educação no trânsito. A prefeitura de São Paulo arrecada mais de R$ 1 bilhão por ano em multas, porém, o potencial de arrecadação é muito maior. Diariamente vejo dezenas de pessoas dirigindo e usando o celular ao mesmo tempo sem punição. Mudança de faixa sem sinalizar então...

Agora vamos entender o termo arrecadação. A culpa está em que fez a legislação, que pune apenas financeiramente a classe média para baixo. Graças à corrupção, muita gente consegue fugir da punição pelos pontos na CNH. Se não é pelo meio da corrupção, é por outros, como transferir os pontos para um necessitado de dinheiro (que não deixa de ser uma forma de corrupção) ou colocar o veículo em nome de uma empresa. Assim, paga-se o dobro do valor da multa, mas não leva pontos na carteira.

Há alguns anos, a própria CET-SP (Companhia de Engenharia de Tráfego de São Paulo) divulgou que o maior número de multas por veículo ocorria em carros com valor acima de R$ 150 mil. Esta informação leva a interpretação que pessoas com boa conta bancária se acham acima da lei e não se importam com as infrações de trânsito, pois contam com diversos recursos para safar da punição da cassação da CNH.

O que precisa ser feito é mudar a forma de punir. A punição não deve ser paga apenas com dinheiro, mas, talvez, com tempo. O tempo é algo precioso para quem tem dinheiro. Um motorista rico que tiver que passar um dia inteiro em um trabalho forçado (podemos chamar de comunitário para ficar mais suave) vai pensar duas vezes antes de cometer uma infração. Sem isso, continuaremos sendo um país injusto na questão, punindo somente quem tem menos renda.  



Otimismo baseado em números e na capacidade de reação do setor automotivo

O financiamento de veículos é um percentual sobre os números de venda.

Otimismo baseado em números e na capacidade de reação do setor automotivo

Proprietários de veículos registrados em Minas já podem imprimir o CRLV em casa

Aulas teóricas para obter CNH em versão remota também estarão disponíveis no site do Detran-MG.

Proprietários de veículos registrados em Minas já podem imprimir o CRLV em casa

Loja Elétrica inaugura sua primeira estação para recarga de carros elétricos em BH

O serviço será gratuito e, em breve, estará disponível em mais 4 filiais do grupo.

Loja Elétrica inaugura sua primeira estação para recarga de carros elétricos em BH

Uber se une a taxistas em países da América Latina

Aplicativo de transporte planeja lançar o serviço de táxis também no Brasil, na cidade de São Paulo.

Uber se une a taxistas em países da América Latina

Pessoas com deficiência têm novas regras para comprar veículos

CONFAZ cria novas regras para delimitar os graus de deficiências física e mental que dão direito à isenção do ICMS na compra de veículos.

Pessoas com deficiência têm novas regras para comprar veículos

Postos já podem vender gasolina com novo padrão

Revendedor têm prazos de até 90 dias para escoar estoque anterior.

Postos já podem vender gasolina com novo padrão

Logística e comércio eletrônico alinhados para o Dia dos Pais

Muito se fala sobre valor percebido pelo cliente, percepção de valor, valor agregado e outros termos similares para se compreender como atender o cliente ou consumidor final da melhor forma possível.

Logística e comércio eletrônico alinhados para o Dia dos Pais

Bike elétrica conectada à internet quer transformar mobilidade das grandes cidades

Modelo Vela 2 vem com um aplicativo que oferece diversos serviços que potencializam o uso da bike elétrica como meio de transporte.

Bike elétrica conectada à internet quer transformar mobilidade das grandes cidades

Transferência eletrônica de veículos já está sendo testada no país

Projeto piloto será expandido em breve para o Espírito Santo, Goiás, Rio Grande do Sul e São Paulo.

Transferência eletrônica de veículos já está sendo testada no país

A nova realidade da logística mundial

As empresas precisarão se adequar à nova realidade, fazendo um trabalho preventivo.

A nova realidade da logística mundial

Mercedes-Benz sai em defensa do ônibus como transporte seguro

A preocupação da Mercedes-Benz é ajudar não só o próprio negócio de ônibus.

Mercedes-Benz sai em defensa do ônibus como transporte seguro

Emplacamentos de caminhões em junho deste ano foi maior do que em 2019

A Fenabrave, entidade que representa as redes de distribuição de veículo, divulgou os dados de emplacamento de caminhões em junho.

Emplacamentos de caminhões em junho deste ano foi maior do que em 2019