Portal O Debate
Grupo WhatsApp


Sistema educacional e a formação cívica

Sistema educacional e a formação cívica

27/11/2018 Fernando Rizzolo

A educação básica é a estrutura fundamental para a formação cívica dos brasileiros.

Parece que foi ontem, e me perdoem os jovens leitores que me acompanham, pois podem achar que, em função dos meus 64 anos, estou saudosista demais neste texto. E estou mesmo, pois vejo, com a eleição do nosso novo presidente, um Brasil novo, com novas ideias, longe das práticas ideológicas que perduraram durante o governo do PT. Parece que foi ontem que eu, estudante de uma escola pública, em 1965, ou seja, um ano após o contragolpe militar, tinha orgulho e noção de que era um brasileiro.

A primeira coisa que fazíamos antes de entrar em aula era hastear a bandeira, serviço esse feito de forma rápida por um funcionário da nossa escola estadual, enquanto nós, alunos, observávamos em fila. Depois íamos para a sala de aula. Assim que o professor entrava, todos se levantavam e então começava a aula.

Era uma coisa meio automática, robotizada, mas tinha sim uma percepção de respeito. Mais tarde, já no colégio particular, no famoso “ginásio”, tínhamos aulas de “Educação Moral e Cívica”, palavras boas, de respeito à Pátria, dos problemas do Brasil, sempre com o espírito patriota.

Não posso esconder a satisfação de saber que o escolhido para ser Ministro da Educação pelo nosso novo presidente Jair Bolsonaro é o filósofo Ricardo Vélez Rodríguez, que, segundo relatos da mídia, quer sim resgatar esses valores perdidos, muito embora os esquerdistas de plantão já alardeiem que ele será um difusor da direita, ora, o cidadão nem começou a ser ministro e a esquerda já o desqualifica?

A educação básica é a estrutura fundamental para a formação cívica dos brasileiros, e tudo isso foi perdido, precisamos dar início a um trabalho começando do zero, ou seja, elaborar um trabalho na infância e tentar desconstruir o esquerdismo de alguns jovens, que foram maciçamente doutrinados nas Universidades Públicas pelos seus professores. Chegamos a um ponto insustentável de libertinagem ideológica esquerdista, e isso deve ser totalmente desmontado.

Infelizmente são muitos os setores aparelhados nesses últimos 13 anos de governo socialista, o trabalho será exaustivo, a mídia deve ser colaborativa, para que possamos avançar em todos os segmentos. Até nossa Constituição possui ideais socialistas em demasia, protecionismo em excesso, direitos trabalhistas que impedem a contratação de mão de obra, uma Justiça do Trabalho que, a meu ver, só atrapalha as relações de emprego, vez que é utilizada como um “plus” das verbas rescisórias, mas, como está previsto na Constituição, temos que respeitá-la.

O Brasil se enche de esperança e eu, como um menino, sonho com os meninos do futuro, que poderão ter a felicidade que a nossa geração teve de ser o que somos, muito em razão do civismo com que fomos agraciados, ao olhar o hasteamento da bandeira, ao levantar da “carteira” quando o professor chegava na sala de aula, ao ter a coragem de reconstruir o que foi destruído. Vai valer a pena, tenho certeza.

* Fernando Rizzolo é Advogado, Jornalista, Mestre em Direitos Fundamentais, Professor de Direito.

Fonte: Fernando Rizzolo



Todos os dados tratados pela LGPD precisam de consentimento?

Entenda quais são e quais não são os dados que podem ser utilizados mesmo sem o consentimento do usuário.


Covid-19: Planejamento patrimonial pode ajudar empresas familiares

Estima-se que, hoje, no mundo, cerca de 80% das empresas sejam familiares.


O diferencial de alíquota do ICMS e as empresas no regime do Simples Nacional

O diferencial de alíquota (DIFAL) é o resultado positivo da subtração da alíquota interestadual pela interna, que obriga o contribuinte (Simples Nacional) nas operações com outros Estados recolher tal diferença na entrada do produto na unidade federativa, destinatária para fins de comercialização (art. 115, XV-A, “a”, do RICMS/2000).


Mulher que fez test-drive terá que indenizar concessionária

Motor do carro foi danificado quando motorista passou em córrego.


A mediação de conflitos nos condomínios em tempos de pandemia da Covid-19

Com a decretação do estado de pandemia global, o isolamento social passou a ser recomendado como uma das principais medidas de profilaxia, com o fito de evitar a propagação da covid-19, doença causada pelo novo coronavírus.


Entenda como funciona a LGPD na relação de emprego

A LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados) determina regras e critérios sobre coleta, armazenamento e tratamento de dados pessoais.


Reforma Tributária e seus impactos no setor da saúde

Em 21 de julho de 2020 foi encaminhada ao Congresso Nacional a primeira proposta de Reforma Tributária, feita pelo ministro da economia Paulo Guedes.


Depoimento de presidentes da República – Tratamentos distintos

O ministro Celso de Melo, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou, de forma inusitada, na sexta-feira (11), que o presidente da República prestasse depoimento de forma presencial, e não por escrito, à autoridade policial no inquérito que apura se houve interferência na Polícia Federal, segundo declarações do ex-ministro Sergio Moro.


O exercício da telemedicina antes e depois da pandemia

Com a necessidade do isolamento social decorrente da pandemia de Covid-19, a telemedicina, prática que fomenta o exercício da medicina à distância, utilizando-se de meios tecnológicos para tanto, ganhou notoriedade.


Holding familiar é uma boa alternativa

Devido a pandemia do novo coronavírus e suas consequências negativas, o brasileiro passou a refletir mais sobre planejamento sucessório, ocasionando um aumento de 134% de testamentos em cartórios.


Como aumentar a eficiência da Justiça brasileira?

A sobrecarga do Judiciário é um antigo problema no Brasil.


5 pontos sobre Direito Ambiental que a sua empresa precisa saber

O mau uso do meio ambiente por parte das empresas é algo já não mais aceito diante do mercado.