Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Todo trabalho é digno

Todo trabalho é digno

31/05/2019 João Baptista Herkenhoff

Todas as profissões são importantes. Não há profissionais que tenham direito à primazia.

A semana em que este artigo está sendo publicado é rica em datas comemorativas que homenageiam profissões – 27 de maio, profissional liberal; 28 de maio, ceramista; 29 de maio – estatístico e geógrafo; 30 de maio – geólogo e decorador; 31 de maio – comissário de bordo e aeromoça.

Todas as profissões são importantes. Não há profissionais que tenham direito à primazia. Todas as tarefas que acabamos de mencionar contribuem para a construção do mundo.

A edificação de uma sociedade feliz é uma obra coletiva. Cada pessoa deve dar uma parcela de esforço para realizar esse projeto. Não há grandes atores e atores menores. Todos contribuem para tornar o mundo melhor.

O Papa Francisco lembra que o trabalho é muito mais do que uma simples atividade para obter uma renda e depois consumir.

“O trabalho é, acima de tudo, um âmbito em que a pessoa pode se tornar mais pessoa. A pessoa experimenta a sua criatividade, experimenta os laços que a unem aos outros”.

Como poderíamos ter residências acolhedoras, que proporcionam descanso e paz, se não houvesse o trabalho dos decoradores.

O que seria o mundo se, em situações específicas, não comparecesse o profissional liberal oferecendo seu trabalho (médicos, dentistas, advogados).

Na semana passada realizei, em companhia de esposa e filho, uma viagem aérea. Quão insípido seria o trajeto pelo ar sem a presença da aeromoça.

Com a delicadeza que é peculiar a seu ofício, aliviam a tensão, sempre presente quando estamos dentro da máquina que Santos Dumont inventou. Não voamos mais no 14 Bis. Entretanto, mesmo nos modernos aviões, se um deles resolver despencar, não há doutor que dê jeito.

Em muitas situações, ocorridas no Brasil, o tirocínio de aeromoças evitou tragédias. Há depoimento de pilotos que comprovam este fato.

Normalmente, o trabalho das aeromoças é anônimo. Esse anonimato só engrandece seu papel humano e social. Um viva para as aeromoças deste imenso Brasil.

* João Baptista Herkenhoff é Juiz de Direito aposentado (ES) e escritor.

Fonte: João Baptista Herkenhoff



Insetos na dieta

Aproximadamente dois bilhões de pessoas em 130 países já comem insetos regularmente.


Habilidades socioemocionais podem ser aprendidas

Desde o início da infância, as pessoas aprendem um conjunto de comportamentos que são utilizados nas diferentes interações sociais.


Entenda porque amor é diferente de paixão

Você sabe diferenciar o amor da paixão?


A finalidade e controle das ONGs

O mais adequado não é combatê-las, mas manter sob controle as suas ações como forma de evitar desvio de finalidade, corrupção e outras distorções.


A reforma da máquina pública

A aprovação da reforma da Previdência, pela Câmara dos Deputados, é um avanço do governo.


Os desafios da maternidade e do mercado de trabalho

Ter filhos não é fator de impedimento para uma mulher trabalhar.


Todos querem ser ricos…

Mais vale pobreza, com paz e consciência limpa, que riqueza, sem sossego, alma escurecida, e pesados de remorsos.


A importância de empoderar nossas meninas

Fatores culturais de valorização do masculino, enraizados desde sempre na nossa sociedade, afetam a autoestima e a confiança feminina.


Advogados e Cursos jurídicos

Onze de Agosto é o Dia da Fundação dos Cursos de Direito e é também o Dia do Advogado.


Empresas e paternidade: uma mudança a ser nutrida

Daqui a cinco ou dez anos, nem você nem ninguém se lembrará com precisão da tarefa que está fazendo no trabalho neste minuto.


Ética de advogados e juízes

A advocacia e a magistratura têm códigos de ética diferentes.


Quem se beneficia da coisa pública é corrupto

Coisa pública não pode ser confundida com coisa privada.