Portal O Debate
Grupo WhatsApp


A natureza é o melhor remédio

A natureza é o melhor remédio

08/04/2019 Leide Takahashi

Manter a saúde física e mental equilibrada não depende exclusivamente de medicamentos.

A natureza é o melhor remédio

Estabelecer uma rotina que agregue hábitos saudáveis no dia a dia é essencial para prevenir doenças. Nesse sentido, a prática de atividades em áreas verdes e o contato com a natureza são cada vez mais indicados. É crescente o interesse científico sobre essa relação e sobre os benefícios que a natureza pode trazer para a saúde e o bem-estar.

Em um dos estudos sobre o tema, pesquisadores japoneses da Universidade de Chiba enviaram um grupo de voluntários para passear em sete florestas diferentes, enquanto outro grupo andou pelos centros das cidades. As pessoas que tiveram contato com a natureza mostraram queda de 16% no cortisol (o hormônio do estresse), declínio de 2% na pressão sanguínea e queda de 4% na frequência cardíaca. A explicação dada é que nossos corpos tendem a relaxar em ambientes ao ar livre para interpretar informações da natureza, o que não acontece para a correria das grandes cidades.

Outro trabalho, produzido na Austrália, mostra que pessoas que frequentam regularmente áreas verdes apresentam taxas mais baixas de depressão e pressão alta, além de apresentarem maior integração social. Os benefícios também envolvem melhora na qualidade do sono, desenvolvimento cognitivo, desempenho cardíaco e imunidade, além de reduzir a ansiedade, tensão muscular e estresse.

Em áreas litorâneas, o contato com o oceano minimiza problemas respiratórios por possibilitar que as pessoas respirem com maior facilidade. Ficar ao ar livre, de preferência em local com exposição solar, também colabora com a produção de vitamina D, essencial para o funcionamento do corpo. A carência desse componente aumenta o risco de problemas cardíacos, osteoporose e doenças autoimunes.

A partir dos resultados cientificamente comprovados dos benefícios que a natureza pode trazer à saúde, médicos do Hospital Infantil UCSF Benioff, na Califórnia, desenvolveram um projeto piloto que treina pediatras no ambulatório para não se limitarem a receitar medicamentos aos seus pacientes. O objetivo da instituição é incentivar visitas a parques próximos, já que o contato com a natureza é essencial para o desenvolvimento saudável das crianças.

Os benefícios desses cuidados com a saúde também são visíveis na economia. Na Austrália, por exemplo, cerca R$ 34,3 bilhões são gastos por ano para cobrir os custos sociais da depressão. Na Grã-Bretanha, aproximadamente 12,5 milhões de dias de trabalho são perdidos anualmente devido ao estresse, depressão ou ansiedade. Ou seja, o incentivo ao contato com a natureza pode trazer uma economia significativa aos orçamentos da saúde pública e privada.

A conexão com a natureza e áreas verdes é possível e acessível. Podemos reorganizar a nossa rotina em prol da nossa saúde. Que tal investir 20 minutos do seu dia em caminhadas, esportes ou meditação em contato com natureza? Dessa forma, você ficará exposto a elementos que afetam positivamente seu cérebro e corpo.

Correr em um bosque, por exemplo, traz mais satisfação, mais prazer e menos frustração do que em lugares fechados. Cultivar plantas, seja dentro de casa ou no escritório, pode melhorar a cognição, aumentar a energia e até diminuir a dor. Estudos mostram que indivíduos que têm contato ou contemplam áreas naturais se curam mais rapidamente. Fotos de natureza também podem ajudar.

Ficar longe dos grandes centros urbanos, passar um tempo contemplando ou meditando na natureza, comer de forma saudável e dormir bem certamente farão com que você se sinta descansado, renovado e de volta aos trilhos. Um estudo recente publicado no Journal of Psychosomatic Research constatou que os retiros de meditação são bastante eficazes na redução da ansiedade, depressão e estresse. É um esforço fundamental, que traz resultados significativos. Quanto mais próximo você estiver da natureza, melhor será a sua saúde e a sua qualidade de vida.

* Leide Takahashi é gerente de Conservação da Biodiversidade da Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza, membro da Rede de Especialistas em Conservação da Natureza e doutora em Conservação da Natureza.

Fonte: Central Press



Verão requer atenção redobrada com picadas de insetos

Com a chegada do verão, as pessoas deixam a pele mais exposta e, consequentemente, as picadas de insetos também se tornam frequentes.

Verão requer atenção redobrada com picadas de insetos

Consumo de cigarros ilegais cai no Brasil pelo segundo ano consecutivo

Estudo foi divulgado pelo Instituto Nacional de Câncer.

Consumo de cigarros ilegais cai no Brasil pelo segundo ano consecutivo

Viajar de avião com conjuntivite exige cuidados

Médico explica que muitas vezes o paciente adquire a doença ainda durante o voo.

Viajar de avião com conjuntivite exige cuidados

Anvisa libera venda de maconha para uso medicinal

Manipulação da substância não será permitida, e compra poderá ser feita apenas com prescrição médica.

Anvisa libera venda de maconha para uso medicinal

A dieta do limão provoca erosão dentária e aumento de cáries entre as mulheres

Acidez do limão provoca microporosidades na superfície do esmalte dos dentes.

A dieta do limão provoca erosão dentária e aumento de cáries entre as mulheres

Cáries não tratadas podem causar inflamação no coração

Todo mundo sabe que a falta de higiene bucal e a não visitação periódica ao dentista podem causar muitos danos aos dentes e à boca em geral.


Brasil tem 135 mil pessoas convivendo com HIV que não sabem

Somente em 2018, foram notificados 43,9 mil novos casos no país

Brasil tem 135 mil pessoas convivendo com HIV que não sabem

Homens precisam fazer reposição hormonal?

Especialista do Hospital São Camilo fala sobre problemas que podem afetar a saúde masculina.

Homens precisam fazer reposição hormonal?

A importância do Exame de Toque da Próstata

O câncer de próstata é a neoplasia sólida mais comum, após o melanoma, e a segunda maior causa de óbito oncológico no sexo masculino no Brasil.


Brasileiro consome quase o dobro de sal recomendado pela OMS

Pesquisa nacional que usou dados biológicos de brasileiros

Brasileiro consome quase o dobro de sal recomendado pela OMS

Especialista lista os principais cuidados que os pais devem ter com as crianças na praia

Com a chegada do verão, das festas de fim de ano e das temperaturas mais elevadas, as praias são o destino preferido de muitas famílias brasileiras por proporcionarem lazer e diversão.

Especialista lista os principais cuidados que os pais devem ter com as crianças na praia

Expectativa de vida de brasileiros com sobrepeso é 3,3 anos menor que a média geral

De acordo com o Ministério da Saúde, 55,7% da população brasileira está acima do peso.

Expectativa de vida de brasileiros com sobrepeso é 3,3 anos menor que a média geral