Portal O Debate
Grupo WhatsApp


Alzheimer acometerá 152 milhões de pessoas em 2050

Alzheimer acometerá 152 milhões de pessoas em 2050

23/01/2020 Divulgação

Dados da OMS apontam que atualmente existem 50 milhões de casos da doença no mundo.

Alzheimer acometerá 152 milhões de pessoas em 2050

Desde que Alois Alzheimer (1864-1915) descreveu a Demência de Alzheimer (DA), em 1907, pouco foi possível avançar no seu entendimento. O grande empenho da comunidade científica, sobretudo nas últimas três décadas, reflete a necessidade de respostas rápidas para esta doença que já é considerada a epidemia do século XXI. Segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), cerca 50 milhões de pessoas são acometidas pela enfermidade em todo o mundo. A entidade estima que, até 2050, esse número cresça para 152 milhões.

Caracterizado como doença neurodegenerativa progressiva, o Alzheimer ocorre quando o processamento de certas células do Sistema Nervoso Central se dá de maneira incorreta. Assim, fragmentos de proteínas tóxicas começam a surgir dentro dos neurônios, promovendo a perda progressiva deles, principalmente, em regiões como hipocampo, responsável pela memória, e córtex cerebral, essencial para linguagem e raciocínio.

De acordo com Dra. Sandra Cristina Maciel, especialista em geriatria e fellowship em psiquiatria, o paciente deve procurar o serviço médico assim que perceber déficit de memória, dificuldade de aprendizado e redução na capacidade de gerir a própria vida, como lidar com as finanças, decisões e planejamento de atividades.

O diagnóstico é feito por exclusão. Os tratamentos com fármacos que existem hoje são tímidos, com efeitos que não se mantêm a longo prazo. “O tratamento farmacológico disponível restringe-se ao tratamento sintomático, capaz de propiciar efeitos benéficos nos aspectos cognitivos, comportamental e funcional. Ele deve ser iniciado logo após o estabelecimento do diagnóstico, porém, o benefício alcançado com esses agentes é, em geral, modesto e não modifica o curso natural da doença”, explica a médica.

Dra. Sandra ressalta ainda que, confirmado o diagnóstico de Alzheimer, toda a família do paciente deve se mobilizar para manter a qualidade de vida e o mais alto grau de autonomia dele pelo maior tempo possível. “O tratamento eficaz para o DA requer uma sólida aliança entre o paciente, familiares e cuidadores. É necessário abordar questões do cuidado, planejamento financeiro e diretivas de vontade por se tratar de uma doença progressiva, degenerativa e irreversível”.

Além do tratamento medicamentoso, terapias ocupacionais também são de grande importância para a melhor qualidade de vida do paciente. Técnicas de reabilitação cognitiva, treinamento de memória, estimulação por meio da arte, recreação, dança e musicoterapia são extremamente válidas e indicadas pelos médicos. “Deve-se sempre considerar as expectativas versus as possibilidades reais e potenciais do paciente e reavaliar constantemente os resultados obtidos por meio da intervenção proposta”, afirma Dra. Sandra Cristina Maciel.

Fonte: Naves Coelho Comunicação



Por que as crianças sofrem mais com infecções no nariz, ouvidos e garganta?

Diagnóstico e tratamento precoces são essenciais para impedir a recorrência dos problemas.

Por que as crianças sofrem mais com infecções no nariz, ouvidos e garganta?

Insegurança alimentar grave atinge 10,3 milhões de brasileiros

Segundo IBGE, 10,3 milhões de pessoas residem em domicílios com insegurança alimentar grave.

Insegurança alimentar grave atinge 10,3 milhões de brasileiros

Vacinas, suas controvérsias e o mundo em pandemia

Temos pesquisadores do mundo todo, aliando forças em prol da produção de uma vacina em tempo recorde.

Vacinas, suas controvérsias e o mundo em pandemia

Má postura no trabalho é a principal causa de cervicalgia

Dados da Sociedade Brasileira de Estudo da Dor (SBED), de 30 a 50% da população sofre de cervicalgia.

Má postura no trabalho é a principal causa de cervicalgia

O transtorno de ansiedade

Você sabia que a ansiedade é biológica?

O transtorno de ansiedade

Número de doações de medula óssea cai 30% devido à pandemia

Campanha Setembro Verde chama atenção para importância da doação.

Número de doações de medula óssea cai 30% devido à pandemia

Uso excessivo do celular pode causar dores e inflamação dos dedos

Doença chamada de tenossinovite ficou conhecida como "WhatsAppinite".

Uso excessivo do celular pode causar dores e inflamação dos dedos

Campanha Setembro Amarelo conscientiza população sobre o suicídio

Campanha levanta a importância da ampla divulgação da temática com o foco na prevenção para a redução dos casos de suicídio.

Campanha Setembro Amarelo conscientiza população sobre o suicídio

Teste americano que detecta coronavírus em sete minutos chega ao Brasil

Teste é capaz de identificar o vírus ativo no organismo a partir do terceiro dia de contato com infectados e após a manifestação dos sintomas.

Teste americano que detecta coronavírus em sete minutos chega ao Brasil

Por que há idosos que se curam da Covid-19 enquanto jovens morrem?

Médico geriatra, nutrólogo e cardiologista Juliano Burckhardt faz uma análise da complexa e intrincada rede envolvida na imunidade do organismo no combate ao novo coronavírus.

Por que há idosos que se curam da Covid-19 enquanto jovens morrem?

Amamentação não deve ser interrompida por mães infectadas pela COVID-19

A enfermeira Katherine Maurente elenca medidas que devem ser tomas para evitar a contaminação para o bebê.

Amamentação não deve ser interrompida por mães infectadas pela COVID-19

Quatro gatilhos mentais que estão te impedindo de emagrecer

A mente pode ser tanto uma aliada quanto uma vilã quando o assunto é reeducação alimentar, por isso, ela deve ser a primeira a ser reprogramada para atingir o objetivo desejado.

Quatro gatilhos mentais que estão te impedindo de emagrecer