Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Como prevenir e tratar calos e calosidades

Como prevenir e tratar calos e calosidades

08/04/2019 Ana Paula Simões

Calos e calosidades ocorrem em partes dos pés e às vezes os dedos.

Como prevenir e tratar calos e calosidades

Calos e calosidades são espessamentos irritantes, às vezes dolorosos, que se formam com o atrito da pele com uma área de pressão excessiva. Sintomas e sinais de calos e calosidades incluem: região espessa e pele áspera, ranhuras na pele, área de pele escamosa e seca e dor ou sensibilidade da área afetada. Pessoas com pele frágil ou má circulação nos pés (incluindo muitas pessoas com diabetes ou doença arterial periférica) devem consultar o seu profissional de saúde assim que calos ou calosidades começarem a desenvolver.

O termo médico para o espessamento da pele que forma calos e calosidades é hiperqueratose. Um calo se refere a uma área mais difusa, achatada de pele grossa, enquanto a calosidade é uma área de espessura, localizada que geralmente tem um popular, forma cónica ou circular. Calos também têm um aspecto seco, ceroso, ou aparência translúcida.

Calos e calosidades ocorrem em partes dos pés e às vezes os dedos. Calos são muitas vezes dolorosos, mesmo quando pequenos. Os locais mais comuns para os calos são:

- na parte inferior do pé (único), sobre o arco metatársico (a "bola" do pé)

- do lado de fora do quinto dedo do pé (pequeno ou "rosado"), em que se esfrega de encontro ao sapato

- entre o quarto e quinto dedos: ao contrário de outros calos que são firmes e cor de carne, estes ficam entre os dedos dos pés e são muitas vezes esbranquiçados e opacos; às vezes são chamados de "calos moles" (Molles Heloma), em contraste com as mais comuns "calos duros" (durums Heloma) encontrados em outros locais.

A hiperqueratose significa simplesmente o espessamento da pele. Este espessamento ocorre como um mecanismo de defesa natural que fortalece a pele em áreas de atrito ou uma pressão excessiva. Anatomia anormal dos pés, tal como dedo em garra ou martelo e outras deformidades, pode levar à formação de calos como ocorre no joanete. Calçados que são muito apertados, muito estreitos ou que exercem a fricção em pontos específicos também podem causar espessamento da pele. Anormalidades na marcha ou movimentos que resultam em aumento da pressão para áreas específicas também podem ser a causa.

Pode ser difícil saber por que os calos dos dedos se desenvolvem, uma vez que muitas vezes não aparecem nos locais de pressão óbvia. Calosidades podem se desenvolver em resposta ao uso de ferramentas, tocar instrumentos musicais como a guitarra, ou utilizar equipamentos de trabalho que exerce pressão em locais específicos.

Como podem ser tratados?

Com muitos tipos de produtos medicamentosos para que quimicamente seja diminuída a pele morta e consequentemente sua reação, que é a calosidade. Muitos produtos estão disponíveis para serem utilizados, e todos compartilham o mesmo ingrediente ativo: ácido salicílico, o ingrediente usado nos produtos de remoção de verruga. O ácido salicílico é um queratolítico, o que significa que dissolve a proteína (queratina) que compõe a maior parte tanto do calo e da espessa camada de pele morta que muitas vezes fica ao redor. Um profissional de saúde pode ajudar a determinar se os produtos à base de ácido salicílico são seguros para o uso em um determinado indivíduo.

Não tente cortar ou raspar os calos e calosidades em casa. Isto pode levar a uma infecção potencialmente perigosa dos tecidos circundantes. Esta deve ser realizada por um podólogo ou outro profissional de saúde. Um profissional de saúde também pode prescrever antibióticos para quaisquer calos ou calosidades que se tornaram infectados.

O médico especialista está indicado também para acompanhar e verificar a necessidade de usar aparelhos ortopédicos para redistribuir o peso em seus pés enquanto andam de modo que a pressão dos ossos do pé não se concentre em seus calos.

A remoção cirúrgica pode se necessária envolvendo raspar o osso subjacente ou corrigir qualquer deformidade que está causando uma pressão indevida ou fricção na pele.

Prevenção

Em muitas situações, calos e calosidades podem ser evitados reduzindo ou eliminando as circunstâncias que conduzem a um aumento da pressão em pontos específicos sobre as mãos e os pés. Portanto, as medidas preventivas potenciais incluem o seguinte:

Sapatos confortáveis: a ideia é a de evitar ter calçados que pressionem do lado de fora do quinto dedo ou pressionando o quarto e o quinto dedos em conjunto para evitar calos nestas áreas.

Outra abordagem é a almofada da área potencialmente afetada. Muitos tipos de preenchimento estão disponíveis na farmácia:

- Almofadas para colocar entre os dedos dos pés

- Espuma ou almofadas para colocar sobre os locais onde se formam calos

- Almofadas de espuma com furos no centro (como donuts) que redistribuem pressão em torno do calo

- palmilhas com amortecimento para preencher os pés e aliviar a pressão mecânica

* Ana Paula Simões é Professora Instrutora da Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo e Mestre em Medicina, Ortopedia e Traumatologia.

Fonte: Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo



Ministério da Saúde lança campanha nacional de combate à sífilis

Gestantes representaram mais da metade dos casos contraídos em 2020.


Pandemia afetou em 35% número de consultas oftalmológicas em 2020

Cerca de 3,7 milhões de atendimentos deixaram de ser feitos.

Pandemia afetou em 35% número de consultas oftalmológicas em 2020

Nomofobia: Você tem medo de ficar longe do celular?

Uma pesquisa recente publicada pela Digital Turbine mostra que 20% dos brasileiros não ficam mais de 30 minutos longe do celular.

Nomofobia: Você tem medo de ficar longe do celular?

Dor crônica na região lombar pode ser sinal de ‘bico de papagaio’

A região lombar costuma ser a mais afetada pela osteofitose

Dor crônica na região lombar pode ser sinal de ‘bico de papagaio’

Livro inédito comemora centenário da descoberta da insulina

A renda obtida com a venda dos livros será doada ao Instituto Correndo Pelo Diabetes para incentivar a prática da atividade física.

Livro inédito comemora centenário da descoberta da insulina

10 curiosidades sobre o crânio e o cérebro que irão te surpreender

Ainda estamos longe de conhecer todo o mistério que envolve a interligação do cérebro com o nosso organismo como um todo, mas já temos importantes achados.


Quase 3 milhões de mulheres deixaram de rastrear o câncer de mama na pandemia

Com medo do contágio pelo coronavírus, as mulheres deixaram de lado a rotina de cuidados.

Quase 3 milhões de mulheres deixaram de rastrear o câncer de mama na pandemia

Bons hábitos de saúde podem evitar doenças cardiovasculares

Em 2021, Brasil registra 299.304 pessoas mortas por doenças cardiovasculares.

Bons hábitos de saúde podem evitar doenças cardiovasculares

Uso de lentes de contato por crianças deve ser cauteloso

Conheça os riscos e benefícios de crianças e adolescentes usar lentes de contato.

Uso de lentes de contato por crianças deve ser cauteloso

Pandemia aumenta uso de ansiolíticos, antidepressivos e estabilizadores de humor

Medicações têm efeitos danosos, inclusive com risco de morte.

Pandemia aumenta uso de ansiolíticos, antidepressivos e estabilizadores de humor

Por que roncamos ao dormir de barriga para cima?

Entenda como as diferentes posições para dormir interferem no funcionamento do organismo.

Por que roncamos ao dormir de barriga para cima?

Dia Mundial do Alzheimer visa desmistificar o preconceito sobre a doença

"Conhecer demência é conhecer Alzheimer" é tema de campanha em 2021.

Dia Mundial do Alzheimer visa desmistificar o preconceito sobre a doença