Portal O Debate
Grupo WhatsApp


Como sua coluna pode “sobreviver” à era dos smartphones?

Como sua coluna pode “sobreviver” à era dos smartphones?

14/01/2020 Dra. Gislaine Milena Marton

O smartphone faz parte do cotidiano das pessoas de praticamente todas as idades.

Como sua coluna pode “sobreviver” à era dos smartphones?

E, na mesma proporção que são úteis para a vida, esses aparelhos podem prejudicar a postura. Há, inclusive, em trâmite no Senado Federal, um projeto de lei (PLS 55/2018) que obriga fabricantes de equipamentos eletrônicos a avisarem seus consumidores sobre os efeitos nocivos que o uso contínuo de celulares pode ter na coluna cervical. A proposta já foi aprovada pela Comissão de Fiscalização e Controle (CTFC), agora será analisada pelo Plenário do Senado e, se aprovada, segue para a Câmara dos Deputados.

Achou exagero? Saiba que, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), cerca de 37% dos brasileiros convivem com dores ou danos na coluna cervical devido à má postura ao manusear aparelhos como smartphones, tablets e laptops.

Mas se não há como viver sem esses aparelhos tão úteis, é imprescindível ajustar essa convivência entre a tecnologia e a saúde da coluna. Para começar, sempre que for olhar o Instagram, Facebook ou enviar mensagem no WhatsApp mantenha o pescoço reto, apoie os cotovelos no tronco e flexione os braços de maneira que o celular fique na altura dos olhos. Se estiver sentado, a dica é colocar um travesseiro ou outro objeto em cima as pernas, como se fosse uma mesinha, para apoiar os cotovelos, ou apoiá-los diretamente em uma mesa mesmo.

Com essa simples reeducação postural, é possível aliviar a carga sobre os ombros, evitando que o peso da cabeça, que tem por volta de 6 kg, fique inclinada para frente, prejudicando toda a coluna e causando dores no pescoço, de cabeça, na cervical e nas costas. Esse hábito ruim ainda pode desencadear quadros de protusões discais, hérnias de disco, hipercifose (a famosa "corcunda'’), escoliose (quando a coluna forma um "S"), além de parestesias ("formigamentos") nos braços e contrataturas musculares.

Por isso, é importante que se tenha um cuidado especial também com crianças e adolescentes nesse quesito. O fato de ficar "curvado" para lidar com o celular prejudica, e muito, a postura e o alinhamento da coluna da criança e do adolescente. Como eles estão em fase de crescimento, o momento é o ideal para corrigir esses erros posturais e afastar de uma vez os riscos de doenças da coluna mais graves que possam surgir. Por isso, pais, mães e responsáveis, fiquem atentos. A PREVENÇÃO é o melhor remédio!

E, seja para adultos, pessoas mais jovens e crianças, o método da Reeducação Postural Global (RPG) é muito indicado e é ideal para prevenir alterações e possíveis deformidades decorrentes da má postura. Mas, é importante sempre lembrar de que alongamento e fortalecimento são os melhores amigos de uma coluna saudável, porque esses exercícios mantém a flexibilidade e amplitude dos movimentos e fortalecem a musculatura e as estruturas do pescoço, colaborando com uma boa postura. Por isso, é sempre importante investir em atividades que proporcionem tais resultados.

Então, de hoje em diante, sempre que for curtir uma foto nas redes sociais, pense: postura correta! Sua coluna agradecerá.

* Dra. Gislaine Milena Marton é fisioterapeuta e proprietária da clínica Quality Fisio & Pilates.

Fonte: ML&A Comunicações



Por que as crianças sofrem mais com infecções no nariz, ouvidos e garganta?

Diagnóstico e tratamento precoces são essenciais para impedir a recorrência dos problemas.

Por que as crianças sofrem mais com infecções no nariz, ouvidos e garganta?

Insegurança alimentar grave atinge 10,3 milhões de brasileiros

Segundo IBGE, 10,3 milhões de pessoas residem em domicílios com insegurança alimentar grave.

Insegurança alimentar grave atinge 10,3 milhões de brasileiros

Vacinas, suas controvérsias e o mundo em pandemia

Temos pesquisadores do mundo todo, aliando forças em prol da produção de uma vacina em tempo recorde.

Vacinas, suas controvérsias e o mundo em pandemia

Má postura no trabalho é a principal causa de cervicalgia

Dados da Sociedade Brasileira de Estudo da Dor (SBED), de 30 a 50% da população sofre de cervicalgia.

Má postura no trabalho é a principal causa de cervicalgia

O transtorno de ansiedade

Você sabia que a ansiedade é biológica?

O transtorno de ansiedade

Número de doações de medula óssea cai 30% devido à pandemia

Campanha Setembro Verde chama atenção para importância da doação.

Número de doações de medula óssea cai 30% devido à pandemia

Uso excessivo do celular pode causar dores e inflamação dos dedos

Doença chamada de tenossinovite ficou conhecida como "WhatsAppinite".

Uso excessivo do celular pode causar dores e inflamação dos dedos

Campanha Setembro Amarelo conscientiza população sobre o suicídio

Campanha levanta a importância da ampla divulgação da temática com o foco na prevenção para a redução dos casos de suicídio.

Campanha Setembro Amarelo conscientiza população sobre o suicídio

Teste americano que detecta coronavírus em sete minutos chega ao Brasil

Teste é capaz de identificar o vírus ativo no organismo a partir do terceiro dia de contato com infectados e após a manifestação dos sintomas.

Teste americano que detecta coronavírus em sete minutos chega ao Brasil

Por que há idosos que se curam da Covid-19 enquanto jovens morrem?

Médico geriatra, nutrólogo e cardiologista Juliano Burckhardt faz uma análise da complexa e intrincada rede envolvida na imunidade do organismo no combate ao novo coronavírus.

Por que há idosos que se curam da Covid-19 enquanto jovens morrem?

Amamentação não deve ser interrompida por mães infectadas pela COVID-19

A enfermeira Katherine Maurente elenca medidas que devem ser tomas para evitar a contaminação para o bebê.

Amamentação não deve ser interrompida por mães infectadas pela COVID-19

Quatro gatilhos mentais que estão te impedindo de emagrecer

A mente pode ser tanto uma aliada quanto uma vilã quando o assunto é reeducação alimentar, por isso, ela deve ser a primeira a ser reprogramada para atingir o objetivo desejado.

Quatro gatilhos mentais que estão te impedindo de emagrecer