Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Coronavírus: cinco cuidados com a saúde bucal

Coronavírus: cinco cuidados com a saúde bucal

13/04/2020 Divulgação

Usar o enxaguante bucal corretamente e higienizar regularmente as escovas de dente são algumas das dicas.

Coronavírus: cinco cuidados com a saúde bucal

O primeiro caso de coronavírus no mundo surgiu em novembro de 2019 e, desde então, mais de um milhão de pessoas foram infectadas. No Brasil, a epidemia chegou em março e fez a população entrar em quarentena. A Covid-19 vem de uma grande família de vírus que causam desde resfriados comuns até pneumonias com sintomas mais graves

. Entre os vários meios de prevenção, a higiene das mãos é o mais recomendado pelos especialistas, contudo, os cuidados com a saúde bucal são aliados importantes para evitar a propagação da doença.

"O contágio é feito principalmente por vias respiratórias, pelo ar e também por gotículas que vem com o espirro e a tosse, por exemplo. Nossa boca pode acabar se tornando um dos maiores transmissores do vírus, então neste momento os cuidados com a saúde bucal permanecem os mesmos, mas devem ser reforçados", explica a cirurgiã dentista Dra. Edrielle Santana.

Confira abaixo algumas dicas que ela separou para te ajudar a manter e reforçar os cuidados com sua saúde bucal.

1 - Lave as mãos antes da escovação e do uso do fio dental: as mãos estão sempre em contato com todo tipo de superfície e é um dos meios de transmissão do vírus. A cirurgiã dentista indica sempre lavá-las antes e depois da escovação e do uso do fio.

2 - Higienize frequentemente a escova de dente: ela é uma fonte de diversas bactérias e fazer a limpeza regularmente evita a proliferação dessas doenças. Se possível, limpar o cabo ao menos duas vezes na semana com álcool e, para a limpeza das cerdas, uma boa dica são as pastilhas efervescentes usadas para limpeza de contenções e próteses em geral ou enxaguante bucal. Aliado a isso, continua valendo a regra de trocar a escova de dente a cada três meses ou, se apresentar algum sintoma, ela deve ser trocada assim que for confirmado que a pessoa está livre do vírus.

3 - Enxaguante bucal não mata o vírus: além de não evitar o contágio da Covid-19, o uso exagerado pode ter efeitos maléficos, como a perda do paladar. Segundo a Dra. Edrielle, o ideal é usar o enxaguante bucal de acordo com a recomendação do dentista para evitar problemas.

4 - Ir ao dentista apenas em caso de urgência: devido às recomendações de quarentena, alguns consultórios estão priorizando os atendimentos de urgência, conforme orientado pelo Conselho Federal de Odontologia, Ministério da Saúde e Anvisa. Alguns dos procedimentos que se encaixam como urgência são quebra de dentes, dores constantes e sangramentos. Edrielle salienta que se estiver com alguns desses problemas, não hesite em procurar um dentista.

5 - Evite beijos: o sentido da quarentena é o distanciamento ou isolamento social, onde o contato físico deve ser evitado ao máximo. Sabemos que um dos principais transmissores do novo coronavírus é a boca, então por mais difícil que possa parecer, evitar beijos e abraços é necessário. É recomendável que o casal durma até em camas separadas caso algum dos dois apresente os sintomas. Dessa maneira, se evita a propagação do vírus e garante um lar seguro para todos.

Fonte: Passoavanti



Alimentação e atividade física: a sua rotina te ajuda a prevenir o câncer?

Cerca de 90% da população reconhece o tabagismo como fator de risco para o câncer, mas 50% da população desconhece a importância da alimentação e atividade física na prevenção.

Alimentação e atividade física: a sua rotina te ajuda a prevenir o câncer?

Principais vacinas e reações em bebês

A vacinação infantil protege de inúmeras doenças e faz parte dos cuidados básicos.

Principais vacinas e reações em bebês

Campanha Nacional de Vacinação foca em poliomielite e multivacinação

Cerca de 40 mil salas de vacinação em todo o país começaram a aplicar os imunizantes. A campanha terminará em 9 de setembro.

Campanha Nacional de Vacinação foca em poliomielite e multivacinação

Sinusites e conjuntivites do inverno aumentam risco da celulite ocular em crianças

Os principais sintomas da celulite periorbital e orbital são vermelhidão e inchaço nas pálpebras.

Sinusites e conjuntivites do inverno aumentam risco da celulite ocular em crianças

Transtornos alimentares: conheça as diferenças de cada tipo e os sintomas

Os transtornos alimentares podem trazer consequências sérias para a saúde.

Transtornos alimentares: conheça as diferenças de cada tipo e os sintomas

Mito ou verdade: seguro de vida é usado somente em morte

O seguro de vida oferece diversas coberturas para serem utilizadas em vida.

Mito ou verdade: seguro de vida é usado somente em morte

O perigo dos cigarros eletrônicos para os adolescentes e jovens

Um pequeno dispositivo que cabe no bolso e que surgiu com a promessa de ser menos prejudicial que o cigarro normal e ainda ajuda a parar de fumar.

O perigo dos cigarros eletrônicos para os adolescentes e jovens

ANVISA aprova novos produtos de canabidiol no Brasil

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) aprovou pela primeira vez dois produtos medicinais com teor de THC acima de 0,2%.

ANVISA aprova novos produtos de canabidiol no Brasil

Cuidados ao longo do dia melhoram aparência da pele e previnem doenças

Os diferentes tipos de pele e os cuidados que devem ser tomados em cada período do dia.

Cuidados ao longo do dia melhoram aparência da pele e previnem doenças

Rosácea aumenta risco de inflamação crônica nas pálpebras e olho seco

Doença afeta cerca de 5% da população e em 20% dos casos há manifestações oculares.

Rosácea aumenta risco de inflamação crônica nas pálpebras e olho seco

Benefícios da osteopatia na gravidez

Todo o processo focará na extinção e prevenção de qualquer tipo de dores e inflamações oriundas das alterações corporais.

Benefícios da osteopatia na gravidez

Entorse de tornozelo pode evoluir para lesões mais severas quando não tratado

Até um terço dos pacientes podem sentir dor depois de 12 meses da lesão.

Entorse de tornozelo pode evoluir para lesões mais severas quando não tratado