Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Dengue: hidratação com até 6 litros de água pode evitar o tipo hemorrágico

Dengue: hidratação com até 6 litros de água pode evitar o tipo hemorrágico

21/02/2024 Divulgação

Especialista em Saúde Pública esclarece que uma pessoa pode adoecer quatro vezes com os quatro sorotipos da doença.

Dengue: hidratação com até 6 litros de água pode evitar o tipo hemorrágico

Chuvas e calor intenso anteciparam a proliferação dos mosquitos Aedes aegypti. Segundo o médico sanitarista e professor de Saúde Pública do Centro Universitário São Camilo, Sérgio Zanetta, a mudança climática foi a responsável pela epidemia de dengue que se alastrou de maneira mais forte este ano. 

Esse aumento de casos que costumava ocorrer em março já está acontecendo no início de fevereiro. A mudança climática, as chuvas e o calor intenso causaram um desequilíbrio que permitiu o desenvolvimento propício ao vetor Aedes aegypti.

Nos últimos anos, devido ao confinamento e a outros comportamentos, aconteceu uma redução do número de casos e, segundo o especialista, isso fez com que se tenha hoje uma quantidade de pessoas suscetíveis muito grande, além da circulação dos quatro sorotipos no Brasil. 

De acordo com Zanetta, uma pessoa pode pegar dengue quatro vezes em qualquer um dos sorotipos da dengue. “Há uma explosão em todos os estados. Entre os 10 com maior coeficiente de incidência, quatro são dos Estados do Sudeste, dois do Centro-Oeste - Goiás e Distrito Federal -, dois do Sul - Paraná e Santa Catarina - e dois, do Norte - Acre e Amazonas. 

Mas em todas as regiões há um grande aumento do número de ocorrências. É fundamental aumentar o trabalho de controle do vetor, mas também é preciso tratar as pessoas que estão com suspeita de dengue”, afirmou.

Tratamento - O professor de Saúde Pública explicou que há tratamento precoce para a dengue. Em caso de febre, dor no corpo, dor de cabeça e mal-estar e ausência de coriza e de infecção respiratória, a suspeita é de dengue e a doença pode se tornar grave se não for manejada adequadamente. 

“Quem tiver esses sintomas deve iniciar imediatamente o tratamento precoce, que é a hidratação. Nos primeiros sintomas da doença, pacientes adultos devem tomar entre quatro a seis litros de água por dia e as crianças devem beber 60ml a 80ml por quilo. Mas é importante procurar assistência médica, que vai controlar o caso e ajudar a passar a infecção com mais conforto e impedir fenômenos hemorrágicos, diminuindo a hospitalização e, eventualmente as mortes", orientou o professor de Saúde Pública do Centro Universitário São Camilo. 

De acordo com Zanetta, quem já teve dengue uma vez, na segunda ela pode vir mais forte, inclusive com fenômenos hemorrágicos e é fundamental não esperar ter sintomas de sangramentos, que podem ocorrer nas gengivas, nas fezes e na urina, além de manchas hemorrágicas pelo corpo. Essa é uma prioridade que torna possível enfrentar essa epidemia”, finalizou.

Para mais informações sobre dengue clique aqui...

Publique seu texto em nosso site que o Google vai te achar!

Entre para o nosso grupo de notícias no WhatsApp

Fonte: Activa Comunicação



O que você precisa saber sobre a doença do beijo

Dr. Ricardo Kores, médico infectologista do HC-UFU responde às principais dúvidas.

Autor: Divulgação

O que você precisa saber sobre a doença do beijo

Nascimento prematuro e autismo: Existe relação?

Neuropediatra e membro do Conselho Científico da ONG Prematuridade.com explica a questão.

Autor: Divulgação

Nascimento prematuro e autismo: Existe relação?

7 fatos que você precisa saber antes de cogitar uma plástica

49,5% dos profissionais processados por erros médicos não tinham certificados em cirurgia plástica.

Autor: Divulgação

7 fatos que você precisa saber antes de cogitar uma plástica

Frutose, álcool e café: qual relação com a gordura no fígado?

Endocrinologista responde a dez dúvidas sobre a esteatose hepática.

Autor: Dra. Marília Bortolotto

Frutose, álcool e café: qual relação com a gordura no fígado?

As causas da má saúde causa pressão sobre o setor

A incapacidade de tornar a saúde da população uma prioridade leva a pressões crescentes sobre o sistema de saúde.

Autor: Mara Machado

As causas da má saúde causa pressão sobre o setor

Longevidade: dicas práticas do dia a dia para prevenir osteoporose

Refeições pobres em proteína levam à redução da massa óssea.

Autor: Divulgação

Longevidade: dicas práticas do dia a dia para prevenir osteoporose

Dengue, covid-19 e o saneamento básico à população

O Brasil vive - mais uma vez - um dos seus maiores desafios na área da saúde pública com o aumento da dengue e da COVID-19.

Autor: Francisco Carlo Oliver

Dengue, covid-19 e o saneamento básico à população

Planos de saúde são obrigados a pagar exames de dengue

Os números da dengue continuam disparando no Brasil.

Autor: Thayan Fernando Ferreira


Prótese de silicone: conheça complicações mais recorrentes

Contratura capsular e rompimento da prótese estão entre elas.

Autor: Divulgação

Prótese de silicone: conheça complicações mais recorrentes

Perda da audição na infância, quais seus efeitos?

Como o diagnóstico rápido da perda auditiva pode ajudar no desenvolvimento infantil.

Autor: Divulgação

Perda da audição na infância, quais seus efeitos?

Dores nas costas lideram causas de afastamento do trabalho no Brasil

Para ter o benefício por incapacidade temporária, o primeiro passo é procurar um médico especialista.

Autor: Adriana Belintani

Dores nas costas lideram causas de afastamento do trabalho no Brasil

Projeto de Lei quer disponibilizar adrenalina autoinjetável pelo SUS

A proposta será analisada em caráter conclusivo pelas comissões de Saúde; de Finanças e Tributação, de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Autor: Divulgação

Projeto de Lei quer disponibilizar adrenalina autoinjetável pelo SUS