Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Dores no inverno: como amenizar o quadro em tempos de menor temperatura

Dores no inverno: como amenizar o quadro em tempos de menor temperatura

16/07/2020 Divulgação

Queixar-se da piora das dores em dias frios está longe de ser um drama ou frescura.

Dores no inverno: como amenizar o quadro em tempos de menor temperatura

A mudança de temperatura realmente interfere no desconforto, tanto muscular quanto articular, principalmente para quem já vive a terceira idade.

Segundo o reumatologista do Hospital Edmundo Vasconcelos, Leandro Parmigiani, os idosos geralmente são mais frágeis ao cenário por apresentar doenças associadas e maior dificuldade de manter o aquecimento do corpo.

A capacidade de garantir o aquecimento corporal citada pelo médico tem papel importante para amenizar a maior sensibilidade à dor em climas mais gelados. “No frio, o organismo tenta manter a temperatura do corpo. Para isso, ele acaba fazendo com que os músculos fiquem contraídos, o que acaba por provocar dor”, explica Parmigiani. “Além disso, é um período que são feitos menos movimentos, o que colabora para uma rigidez maior”, complementa.

Por conta desse quadro, é recomendado promover a vasodilatação, ou seja, a melhora na circulação do sangue pelo corpo para o alívio das dores. De acordo com o reumatologista, esse resultado pode ser conquistado com duas ações: manter-se aquecido e praticar atividade física. “Neste cenário, a alimentação também pode ser uma grande aliada. Nós indicamos o consumo de sopas e chás que auxiliam no aquecimento do corpo, e consequentemente, a vasodilatação e o relaxamento muscular”, diz.

Outro grupo que também sofre com o aumento da dor no frio é formado por pacientes com insuficiência circulatória, que têm o funcionamento regular das artérias e/ou veias afetado e doenças como osteoartrite, artrite reumatóide ou espondilite anquilosante. Esse quadro também vale para quem convive com a fibromialgia, em que a dor é muscular. 

“Em pacientes com doenças crônicas, é importante diferenciar o que é causado pela doença e o que se deve ao agravamento do quadro de dor por conta da mudança de temperatura. Com o frio, podemos ter um aumento da percepção de dor e não uma piora da doença. É essencial saber distinguir isso”, conclui. 

Fonte: TREE COMUNICAÇÃO



Glaucoma atinge milhões de pessoas no país e pode causar a perda de visão

Campanha Maio Verde visa estimular a conscientização sobre o diagnóstico precoce da doença, que tem progressão lenta e assintomática.

Autor: Divulgação

Glaucoma atinge milhões de pessoas no país e pode causar a perda de visão

Desconforto no joelho sem causa aparente?

Problema pode estar no quadril, alerta especialista.

Autor: Divulgação

Desconforto no joelho sem causa aparente?

Transplante capilar: cada paciente é de um jeito

Realizar o transplante capilar é um sonho para muitas pessoas com calvície ou com outros problemas que resultam na queda de cabelo.

Autor: ‌Melina Oliveira

Transplante capilar: cada paciente é de um jeito

O que o seu “catarro” quer dizer?

Especialista explica as principais doenças que podem causar a secreção na garganta e como tratar.

Autor: Divulgação

O que o seu “catarro” quer dizer?

Prevenção cardiovascular: quanto mais cedo melhor!

Em artigo, cardiologista da Unimed Araxá explica a importância de modificar fatores que originam as doenças.

Autor: Dr. Flávio Paes

Prevenção cardiovascular: quanto mais cedo melhor!

O tempo seco e as alergias

Com uma nova onda de calor chegando aliada ao tempo seco, comum nesta época do ano, as alergias respiratórias ganham força.

Autor: Divulgação

O tempo seco e as alergias

Sono ruim aumenta risco de glaucoma em até 20%, diz estudo

Ronco e sonecas durante o dia também aumentam chance de ter um glaucoma.

Autor: Divulgação

Sono ruim aumenta risco de glaucoma em até 20%, diz estudo

O que você precisa saber sobre a doença do beijo

Dr. Ricardo Kores, médico infectologista do HC-UFU responde às principais dúvidas.

Autor: Divulgação

O que você precisa saber sobre a doença do beijo

Nascimento prematuro e autismo: Existe relação?

Neuropediatra e membro do Conselho Científico da ONG Prematuridade.com explica a questão.

Autor: Divulgação

Nascimento prematuro e autismo: Existe relação?

7 fatos que você precisa saber antes de cogitar uma plástica

49,5% dos profissionais processados por erros médicos não tinham certificados em cirurgia plástica.

Autor: Divulgação

7 fatos que você precisa saber antes de cogitar uma plástica

Frutose, álcool e café: qual relação com a gordura no fígado?

Endocrinologista responde a dez dúvidas sobre a esteatose hepática.

Autor: Dra. Marília Bortolotto

Frutose, álcool e café: qual relação com a gordura no fígado?

As causas da má saúde causa pressão sobre o setor

A incapacidade de tornar a saúde da população uma prioridade leva a pressões crescentes sobre o sistema de saúde.

Autor: Mara Machado

As causas da má saúde causa pressão sobre o setor