Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Fisioterapia para todos

Fisioterapia para todos

10/06/2020 Fernanda M. Cercal Eduardo

Não basta apenas querer e ser capaz de prestar um serviço de qualidade.

Fisioterapia para todos

No contexto atual, em que o acesso à saúde de forma geral não contempla todas as classes sociais, a Fisioterapia tampouco consegue se destacar como uma ferramenta de suporte substancial em classes menos abastadas.

As deficiências do sistema público de saúde e não menos deficiente, o sistema de saúde suplementar, não conseguem oferecer este serviço à população da maneira como deveria. Quase não há encaminhamentos para Fisioterapia provindos do SUS (Sistema Único de Saúde) e quando esses são feitos, o paciente deve esperar em torno de seis meses, ou atravessar toda a cidade para fazer o tratamento em uma das clínicas parceiras das prefeituras, o que acaba sendo custoso e cansativo, principalmente àqueles que necessitam do serviço justamente por terem problemas com a mobilidade ou algum tipo de dor.

Os planos de saúde têm um maior potencial para atendimento dos pacientes que necessitam do serviço e um número bem maior de encaminhamentos é feito pela saúde suplementar. Porém, ainda se apresenta muito aquém do real potencial para execução de um trabalho fisioterapêutico ideal, pois as clínicas são obrigadas a atender um número muito grande de pacientes por horário, a fim de cobrir os gastos com profissionais, estrutura e impostos diante do ínfimo valor repassado pelos planos à estas.

Não basta apenas querer e ser capaz de prestar um serviço de qualidade. O fisioterapeuta, diante dessas duas realidades fica refém de um sistema falho em atender às demandas essenciais da população no quesito de diagnósticos cinéticos-funcionais, tratamento das disfunções do movimento humano, acompanhamento e reabilitação profissional. Muitos, veem-se obrigados a dispor de estrutura e conhecimento técnico-científico caros por valores inferiores a R$ 20,00, e diante de inúmeras obrigações empresariais, opta por atender vários pacientes por dia, tentando dessa forma suprir as necessidades do mercado e continuar exercendo seu papel de agente de saúde junto à população.

A Fisioterapia ideal é aquela individualizada, que consegue, através de sua valorização atender de forma completa seu paciente, prestando todo seu conhecimento e potencialidade em prol das disfunções cinéticas e funcionais orquestradas pelas inúmeras patologias que atingem os mais variados sistemas do organismo. De forma individual, o profissional pode personalizar suas ações conforme os achados específicos, obtendo um resultado infinitamente superior a tratamentos executados em grupos atendidos dentro de clínicas e serviços que atendem pelo SUS ou pelos planos de saúde.

Infelizmente, milhões de pessoas sofrem com problemas cinético-funcionais (habilitação profissional do fisioterapeuta), mas o tipo de prevenção e tratamento oferecidos atualmente pelo sistema de saúde público e suplementar são inteiramente falhos. Muitas indicações de tratamentos mais custosos tanto para o paciente quanto para o sistema ainda prevalecem em nossa sociedade e essa realidade vem sendo discutida por revistas conhecidas e prestigiadas no campo médico, como a “The Lancet” por exemplo.

Vários artigos publicados despertam críticas aos cuidados errados oferecidos à pacientes, criticando inclusive o investimento enérgico em testes e tratamentos que oferecem alto grau de risco, enquanto a Fisioterapia, como tratamento conservador, por muitos nem é lembrada ou é levada a descrédito. O sucesso que o tratamento deveria oferecer esbarra com as dificuldades do profissional, que precisa realizar muitos atendimentos por dia e, portanto, sem a mesma qualidade.

Como poderemos modificar isso?

A única forma de mudar a realidade atual é divulgando amplamente a atuação desse profissional para a população e estudantes. A Fisioterapia consiste em reunir estratégias para atender todas as classes sociais, porém de maneira única e individualizada, com qualidade, conhecimento técnico e científico.

* Fernanda M. Cercal Eduardo é fisioterapeuta, mestre em Tecnologia em Saúde e coordenadora do Curso de Fisioterapia do Centro Universitário Internacional Uninter.

Fonte: Página 1 Comunicação



Principais vacinas e reações em bebês

A vacinação infantil protege de inúmeras doenças e faz parte dos cuidados básicos.

Principais vacinas e reações em bebês

Campanha Nacional de Vacinação foca em poliomielite e multivacinação

Cerca de 40 mil salas de vacinação em todo o país começaram a aplicar os imunizantes. A campanha terminará em 9 de setembro.

Campanha Nacional de Vacinação foca em poliomielite e multivacinação

Sinusites e conjuntivites do inverno aumentam risco da celulite ocular em crianças

Os principais sintomas da celulite periorbital e orbital são vermelhidão e inchaço nas pálpebras.

Sinusites e conjuntivites do inverno aumentam risco da celulite ocular em crianças

Transtornos alimentares: conheça as diferenças de cada tipo e os sintomas

Os transtornos alimentares podem trazer consequências sérias para a saúde.

Transtornos alimentares: conheça as diferenças de cada tipo e os sintomas

Mito ou verdade: seguro de vida é usado somente em morte

O seguro de vida oferece diversas coberturas para serem utilizadas em vida.

Mito ou verdade: seguro de vida é usado somente em morte

O perigo dos cigarros eletrônicos para os adolescentes e jovens

Um pequeno dispositivo que cabe no bolso e que surgiu com a promessa de ser menos prejudicial que o cigarro normal e ainda ajuda a parar de fumar.

O perigo dos cigarros eletrônicos para os adolescentes e jovens

ANVISA aprova novos produtos de canabidiol no Brasil

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) aprovou pela primeira vez dois produtos medicinais com teor de THC acima de 0,2%.

ANVISA aprova novos produtos de canabidiol no Brasil

Cuidados ao longo do dia melhoram aparência da pele e previnem doenças

Os diferentes tipos de pele e os cuidados que devem ser tomados em cada período do dia.

Cuidados ao longo do dia melhoram aparência da pele e previnem doenças

Rosácea aumenta risco de inflamação crônica nas pálpebras e olho seco

Doença afeta cerca de 5% da população e em 20% dos casos há manifestações oculares.

Rosácea aumenta risco de inflamação crônica nas pálpebras e olho seco

Benefícios da osteopatia na gravidez

Todo o processo focará na extinção e prevenção de qualquer tipo de dores e inflamações oriundas das alterações corporais.

Benefícios da osteopatia na gravidez

Entorse de tornozelo pode evoluir para lesões mais severas quando não tratado

Até um terço dos pacientes podem sentir dor depois de 12 meses da lesão.

Entorse de tornozelo pode evoluir para lesões mais severas quando não tratado

Diabetes aumenta em 35% o risco de desenvolver um glaucoma neovascular

Glaucoma neovascular está ligado ao diabetes e doenças que afetam o sistema vascular.

Diabetes aumenta em 35% o risco de desenvolver um glaucoma neovascular