Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Formigas podem transmitir mais fungos e bactérias que baratas

Formigas podem transmitir mais fungos e bactérias que baratas

06/01/2021 Divulgação

As formigas têm a capacidade de provocar doenças como intoxicações alimentares, diarreia, vômito, entre outras.

Formigas podem transmitir mais fungos e bactérias que baratas

As formigas estão em todas as partes, podem ser encontradas nos quartos, sala, cozinha e banheiros. Apesar de parecerem inofensivas, elas estão presentes em muitas casas e jardins, podendo carregar em si diversas bactérias, fungos e microrganismos, fazendo com que sejam mais perigosas do que as baratas. Isto porque, além de ter contato com lixos e esgotos, as formigas, muitas vezes, saem destes ambientes sujos e, posteriormente, têm contato com alimentos armazenados.

Segundo Fernando Bernardini, gerente de desenvolvimento de soluções da Bayer, as formigas têm importância no ecossistema, assim como todos os outros seres, mas elas podem se tornar grandes vilãs nos ambientes domésticos. "São pragas urbanas que causam riscos sanitários, uma vez que podem espalhar fungos e bactérias por onde passam. Despensas e cozinhas são as áreas mais infestadas. A razão para isso está na abundância de comida, como pães, carnes e biscoitos. Até mesmo a água acumulada na pia ajuda a saciar a sede desses insetos, sendo um atrativo a mais para eles", explica o especialista.

Outro local que elas costumam habitar é o banheiro, pois neste espaço encontram um de seus alimentos prediletos: descamação de pele humana, que é totalmente invisível a olho nu. Fora isso, a umidade do encanamento do chuveiro, das pias e dos ralos chama bastante a atenção destas espécies.

As formigas são insetos sociais, que se dividem em castas: as operárias fazem a coleta dos mantimentos para distribuir e alimentar, as formigas jovens que são as larvas e as formigas-rainhas e reis responsáveis pela reprodução mantendo a sobreposição das castas. "Diferente das baratas que se reproduzem sozinhas, as formigas são sociais. Existem milhares de espécies, mas três são mais comuns em ambientes domésticos, são elas: Monomorium pharaonis, Monomorium florícola e Tapinoma melanocephalum, todas com uma reprodução muito grande, podendo ter vários sub formigueiros na mesma casa ou infestar um condomínio com vários apartamentos", especifica Fernando Bernardini.



Quer envelhecer vivendo mais e melhor?

Então cuide agora da sua pressão arterial.

Autor: Felipe Vecchi

Quer envelhecer vivendo mais e melhor?

Glaucoma atinge milhões de pessoas no país e pode causar a perda de visão

Campanha Maio Verde visa estimular a conscientização sobre o diagnóstico precoce da doença, que tem progressão lenta e assintomática.

Autor: Divulgação

Glaucoma atinge milhões de pessoas no país e pode causar a perda de visão

Desconforto no joelho sem causa aparente?

Problema pode estar no quadril, alerta especialista.

Autor: Divulgação

Desconforto no joelho sem causa aparente?

Transplante capilar: cada paciente é de um jeito

Realizar o transplante capilar é um sonho para muitas pessoas com calvície ou com outros problemas que resultam na queda de cabelo.

Autor: ‌Melina Oliveira

Transplante capilar: cada paciente é de um jeito

O que o seu “catarro” quer dizer?

Especialista explica as principais doenças que podem causar a secreção na garganta e como tratar.

Autor: Divulgação

O que o seu “catarro” quer dizer?

Prevenção cardiovascular: quanto mais cedo melhor!

Em artigo, cardiologista da Unimed Araxá explica a importância de modificar fatores que originam as doenças.

Autor: Dr. Flávio Paes

Prevenção cardiovascular: quanto mais cedo melhor!

O tempo seco e as alergias

Com uma nova onda de calor chegando aliada ao tempo seco, comum nesta época do ano, as alergias respiratórias ganham força.

Autor: Divulgação

O tempo seco e as alergias

Sono ruim aumenta risco de glaucoma em até 20%, diz estudo

Ronco e sonecas durante o dia também aumentam chance de ter um glaucoma.

Autor: Divulgação

Sono ruim aumenta risco de glaucoma em até 20%, diz estudo

O que você precisa saber sobre a doença do beijo

Dr. Ricardo Kores, médico infectologista do HC-UFU responde às principais dúvidas.

Autor: Divulgação

O que você precisa saber sobre a doença do beijo

Nascimento prematuro e autismo: Existe relação?

Neuropediatra e membro do Conselho Científico da ONG Prematuridade.com explica a questão.

Autor: Divulgação

Nascimento prematuro e autismo: Existe relação?

7 fatos que você precisa saber antes de cogitar uma plástica

49,5% dos profissionais processados por erros médicos não tinham certificados em cirurgia plástica.

Autor: Divulgação

7 fatos que você precisa saber antes de cogitar uma plástica

Frutose, álcool e café: qual relação com a gordura no fígado?

Endocrinologista responde a dez dúvidas sobre a esteatose hepática.

Autor: Dra. Marília Bortolotto

Frutose, álcool e café: qual relação com a gordura no fígado?