Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Glaucoma pode atingir homens jovens por liberação de pigmentos da íris

Glaucoma pode atingir homens jovens por liberação de pigmentos da íris

01/06/2022 Henri Navesuh

Condição tem componente genético importante e está ligada à miopia leve a moderada.

Glaucoma pode atingir homens jovens por liberação de pigmentos da íris

O glaucoma não é uma doença da terceira idade. Na verdade, a condição pode afetar bebês, crianças, jovens, adultos e idosos. O que muda de uma faixa etária para a outra é a causa da patologia.

Pouco conhecido, o glaucoma secundário pigmentar é relativamente comum entre homens jovens, com grau leve ou moderado de miopia. A causa é a liberação de pigmentos da íris que se acumulam e atrapalham a drenagem do humor aquoso. A partir disso, a pressão intraocular aumenta danificando o nervo óptico.

Segundo a oftalmologista Dra. Maria Beatriz Guerios, a íris é a parte colorida dos olhos. Esse colorido depende de pigmentos, que são substâncias que conferem cor aos tecidos e células do corpo humano.

“Algumas pessoas desenvolvem uma condição chamada de síndrome de dispersão pigmentar, que como o próprio nome diz, libera pigmentos da íris que se acumulam em partes do olho que são fundamentais para drenagem do humor aquoso, o líquido que preenche o globo ocular”.

O resultado desse acúmulo é o aumento da pressão intraocular, principal fator de risco para o glaucoma. O desequilíbrio da PIO causa lesões irreversíveis no nervo óptico, que levam à perda visual.

Tratamentos podem impedir perda visual
Felizmente, o glaucoma é uma doença que pode ser controlada. A perda completa da visão ocorre em 5% dos casos em geral, mas pode variar de acordo com a fase da doença no momento do diagnóstico.

“O glaucoma pigmentar é tratado, preferencialmente, com cirurgias a laser, como a iridotomia e a trabeculoplastia. Em todos os tratamentos, o objetivo é controlar a pressão intraocular para impedir os danos no nervo óptico”, finaliza a médica.

Para mais informações sobre glaucoma clique aqui.

Publique seu texto em nosso site que o Google vai te achar!

Fonte: Agência Health



Câncer de pulmão também pode atingir não fumantes

Cerca de 30% dos casos não estão associados ao tabagismo.

Câncer de pulmão também pode atingir não fumantes

Minas Gerais ganha primeira unidade móvel de doação de sangue

Ônibus da Hemominas atenderá localidades que não têm postos da fundação; expectativa é a de que mais quatro veículos integrem a frota.

Minas Gerais ganha primeira unidade móvel de doação de sangue

Brasil pode chegar a 29% da população obesa até 2030

Pandemia pode ter relação direta com o aumento dos casos de obesidade.

Brasil pode chegar a 29% da população obesa até 2030

Enxaqueca requer tratamento médico, alerta neurologista

Dor que ocorre mais do que 15 dias por mês, há mais de três meses se chama cefaleia crônica diária,

Enxaqueca requer tratamento médico, alerta neurologista

Dormir é um ótimo remédio

No Brasil, os problemas do sono atacam mais pessoas do que se pode imaginar.

Dormir é um ótimo remédio

O doce é o grande vilão do emagrecimento?

A grande maioria das pessoas considera que o doce é o grande vilão no processo de emagrecimento

O doce é o grande vilão do emagrecimento?

ANS inclui opções de quimioterapia oral em seu rol de procedimentos

Opções de tratamento trazem benefícios de sobrevida aos pacientes.

ANS inclui opções de quimioterapia oral em seu rol de procedimentos

Metade dos pacientes com covid têm sequelas que podem passar de um ano

Fadiga está entre as principais queixas, diz estudo da Fiocruz Minas.

Metade dos pacientes com covid têm sequelas que podem passar de um ano

Estudos comprovam que cigarro eletrônico causam danos à saúde

Entidades médicas esperam decisão da Anvisa sobre os dispositivos.

Estudos comprovam que cigarro eletrônico causam danos à saúde

Muito além do chip da beleza

Você, com certeza, nos últimos meses já ouviu falar do famoso “chip” da beleza.


Evolução da telessaúde

Maior segurança e respeito à autonomia de profissionais e pacientes.


Terapia de estimulação cerebral profunda pode reduzir até 80% dos tremores causados pelo Parkinson

A cirurgia é um recurso muito importante e deve ser considerada para alguns pacientes.

Terapia de estimulação cerebral profunda pode reduzir até 80% dos tremores causados pelo Parkinson