Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Gravidez depois dos 35: o que você precisa saber

Gravidez depois dos 35: o que você precisa saber

19/11/2020 Divulgação

Especialista explica principais mitos e verdades para mulheres que querem engravidar depois dos 35 anos.

Gravidez depois dos 35: o que você precisa saber

Cada vez aumenta mais o número de mulheres que engravidam depois dos 35 anos. Levantamento do Núcleo de Inteligência da Folha de São Paulo, de 2019, revelou que o número de mulheres que deram à luz entre os 35 e os 39 anos aumentou 71% nos últimos 20 anos no Brasil.

“A gravidez após os 35 anos passa por algumas situações pontuais. Com o passar do tempo, a capacidade de ovulação da mulher vai diminuindo, e a partir desta idade existe uma redução progressiva mais acentuada na ovulação, o que acaba prejudicando um pouco mais a chance de engravidar”, explica o ginecologista obstetra e diretor da Maternidade Brasília, Evandro Oliveira.

O levantamento ainda demonstrou que os nascimentos de bebês de mães que tinham de 20 a 29 anos caíram 15%, entre 1998 e 2017. No mesmo período, as gestações de mulheres acima dos 30 anos até os 44 anos cresceram 65%. A ciência explica que, entre os principais motivos para atrasar a gravidez, está na emancipação da mulher do século XXI. Muitas delas, têm preferido focar em assuntos pessoais como carreira profissional à engravidarem. 

Assim, o ginecologista explica que a programação da gravidez após esta idade passa por critérios importantes e necessita de avaliação médica especializada em reprodução assistida. “Este especialista dará uma avaliação hormonal e física que permita a paciente engravidar com mais segurança e menos riscos. Além disso, ele também pode trazer o debate sobre a possibilidade de captação dos óvulos da paciente para uma gravidez posterior, porém com óvulos de uma idade anterior, cronológica menor (congelamento de óvulos)”, afirma.

Evandro ressalta que não há contraindicações de mulheres que já foram mães e querem ser de novo nessa idade. Segundo o ginecologista, este é, na verdade, um fator positivo. Outro ponto é com relação aos contraceptivos: “não atrapalha. A paciente que usa [anticoncepcional] há muito tempo, com menos de 35 anos, deve fazer periodicamente uma avaliação ginecológica, pelo menos uma vez por ano, para verificar efeitos adversos que possam prejudicar a gestação. Estes efeitos não estão necessariamente ligados ao uso do método contraceptivo”.

Fonte: Maternidade Brasília e Re9 Comunicação



Cigarro: eletrônico ou “analógico”, é preciso se livrar dele!

Médicos do Hospital Paulista alertam para as diferentes formas de consumo da nicotina, todas prejudiciais à saúde.

Autor: Divulgação

Cigarro: eletrônico ou “analógico”, é preciso se livrar dele!

Quer envelhecer vivendo mais e melhor?

Então cuide agora da sua pressão arterial.

Autor: Felipe Vecchi

Quer envelhecer vivendo mais e melhor?

Glaucoma atinge milhões de pessoas no país e pode causar a perda de visão

Campanha Maio Verde visa estimular a conscientização sobre o diagnóstico precoce da doença, que tem progressão lenta e assintomática.

Autor: Divulgação

Glaucoma atinge milhões de pessoas no país e pode causar a perda de visão

Desconforto no joelho sem causa aparente?

Problema pode estar no quadril, alerta especialista.

Autor: Divulgação

Desconforto no joelho sem causa aparente?

Transplante capilar: cada paciente é de um jeito

Realizar o transplante capilar é um sonho para muitas pessoas com calvície ou com outros problemas que resultam na queda de cabelo.

Autor: ‌Melina Oliveira

Transplante capilar: cada paciente é de um jeito

O que o seu “catarro” quer dizer?

Especialista explica as principais doenças que podem causar a secreção na garganta e como tratar.

Autor: Divulgação

O que o seu “catarro” quer dizer?

Prevenção cardiovascular: quanto mais cedo melhor!

Em artigo, cardiologista da Unimed Araxá explica a importância de modificar fatores que originam as doenças.

Autor: Dr. Flávio Paes

Prevenção cardiovascular: quanto mais cedo melhor!

O tempo seco e as alergias

Com uma nova onda de calor chegando aliada ao tempo seco, comum nesta época do ano, as alergias respiratórias ganham força.

Autor: Divulgação

O tempo seco e as alergias

Sono ruim aumenta risco de glaucoma em até 20%, diz estudo

Ronco e sonecas durante o dia também aumentam chance de ter um glaucoma.

Autor: Divulgação

Sono ruim aumenta risco de glaucoma em até 20%, diz estudo

O que você precisa saber sobre a doença do beijo

Dr. Ricardo Kores, médico infectologista do HC-UFU responde às principais dúvidas.

Autor: Divulgação

O que você precisa saber sobre a doença do beijo

Nascimento prematuro e autismo: Existe relação?

Neuropediatra e membro do Conselho Científico da ONG Prematuridade.com explica a questão.

Autor: Divulgação

Nascimento prematuro e autismo: Existe relação?

7 fatos que você precisa saber antes de cogitar uma plástica

49,5% dos profissionais processados por erros médicos não tinham certificados em cirurgia plástica.

Autor: Divulgação

7 fatos que você precisa saber antes de cogitar uma plástica