Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Hodofobia – quando o medo de viajar vira um transtorno mental

Hodofobia – quando o medo de viajar vira um transtorno mental

20/06/2023 Divulgação

Psicanalista alerta que é preciso buscar ajuda profissional para superar.

Hodofobia – quando o medo de viajar vira um transtorno mental

Viajar, mudar de ambiente, conhecer novas culturas, desligar-se de atividades exaustivas, por um período de tempo, é o que muita gente ama fazer.

Muitos trabalhadores esperam as férias para as tão esperadas e sonhadas viagens. Momentos de descanso e relaxamento que proporcionam bem estar e satisfação no indivíduo.

Porém, nem todos encaram a viagem ou os longos deslocamentos com tanta alegria e prazer. Estes, sofrem com um tipo de fobia ansiosa que é classificada como um transtorno mental que pode trazer sérios danos emocionais para o ser humano: a Hodofobia.

Esse transtorno da Hodofobia, afeta, significativamente, a vida de uma pessoa, uma vez que limita suas atividades diárias, restringindo a liberdade. Neste sentido, a pessoa sente ansiedade e apreensão apenas por se imaginar viajando, seja de carro, ônibus, avião, trem ou a pé. Não importa o meio da locomoção, mas a ação em si gera a angústia e repulsa ao mesmo tempo.

Não existe uma causa específica para o desenvolvimento do problema. Cada indivíduo doente, poderá manifestar por causas diversas e individualizadas. No entanto, as mais comuns, estão relacionadas a algum tipo de trauma ou acidente que se possa ter sofrido anteriormente.

Viagens passadas que deixaram marcas negativas e evidentes, desencadeando medo e, consequente, ansiedade generalizada que justifica o medo de perder o controle ou de enfrentar situações desconhecidas.

Isso acontece porque, um dos principais aspectos envolvidos na maioria das viagens é a novidade, o desbravamento de algo novo e desconhecido. Exceto naquelas em que se vai para lugares corriqueiros e costumeiros, como: a casa de parentes, por exemplo.

E é exatamente o enfrentamento dessa novidade, sem saber o que irá encontrar, que faz com que o transtorno seja atenuado, já que o indivíduo não consegue ter o controle do que pode vir a acontecer.

Quem sofre com esse tipo de transtorno por fobia, raramente, sai de casa ou participa de atividades sociais. O isolamento, neste caso, é um companheiro permanente. Uma das consequências emocionais da necessidade de não interagir e manter-se isolado, é a perda de oportunidades de crescimento pessoal.

Além do impacto negativo que a Hodofobia também traz para o campo profissional, pois limita o indivíduo de se deslocar a trabalho, realizando viagens de negócios, não podemos esquecer do campo afetivo e dos relacionamentos, que também ficam afetados por essas restrições.

O tratamento para a Hodofobia é a terapia e a construção de uma rede de apoio que possa auxiliar a superar o medo de viajar. Esse apoio social, o incentivo e estímulo às interações sociais, fazem toda a diferença no equilíbrio mental.

Planejar o percurso, iniciar com viagens de curta duração, escolher locais menos agitados, não se comparar com outros viajantes, ter sempre uma companhia de viagem que transmita segurança e apoio, levar consigo recursos que gerem calma e conforto, são dicas valiosas para quem enfrenta o problema.

Enfim, a Hodofobia é mais comum do que podemos imaginar. Enquanto muitos vibram por uma viagem e se declaram verdadeiros andarilhos e desbravadores de territórios, em busca de divertimento, relaxamento e aventuras; outros sofrem só de se imaginar deslocando para lugares, para eles considerados inseguros e ameaçadores.

Um tipo de fobia que precisa de acompanhamento especializado, estratégias corretas e apoio para minimizar os impactos negativos, proporcionando ao hodofóbico, uma maior qualidade de vida e liberdade para viajar e socializar com outras pessoas, através de paciência e acolhimento.

Para mais informações sobre transtorno mental clique aqui...

Publique seu texto em nosso site que o Google vai te achar!

Entre para o nosso grupo de notícias no WhatsApp

Fonte: Dra. Andréa Ladislau / Psicanalista



Glaucoma atinge milhões de pessoas no país e pode causar a perda de visão

Campanha Maio Verde visa estimular a conscientização sobre o diagnóstico precoce da doença, que tem progressão lenta e assintomática.

Autor: Divulgação

Glaucoma atinge milhões de pessoas no país e pode causar a perda de visão

Desconforto no joelho sem causa aparente?

Problema pode estar no quadril, alerta especialista.

Autor: Divulgação

Desconforto no joelho sem causa aparente?

Transplante capilar: cada paciente é de um jeito

Realizar o transplante capilar é um sonho para muitas pessoas com calvície ou com outros problemas que resultam na queda de cabelo.

Autor: ‌Melina Oliveira

Transplante capilar: cada paciente é de um jeito

O que o seu “catarro” quer dizer?

Especialista explica as principais doenças que podem causar a secreção na garganta e como tratar.

Autor: Divulgação

O que o seu “catarro” quer dizer?

Prevenção cardiovascular: quanto mais cedo melhor!

Em artigo, cardiologista da Unimed Araxá explica a importância de modificar fatores que originam as doenças.

Autor: Dr. Flávio Paes

Prevenção cardiovascular: quanto mais cedo melhor!

O tempo seco e as alergias

Com uma nova onda de calor chegando aliada ao tempo seco, comum nesta época do ano, as alergias respiratórias ganham força.

Autor: Divulgação

O tempo seco e as alergias

Sono ruim aumenta risco de glaucoma em até 20%, diz estudo

Ronco e sonecas durante o dia também aumentam chance de ter um glaucoma.

Autor: Divulgação

Sono ruim aumenta risco de glaucoma em até 20%, diz estudo

O que você precisa saber sobre a doença do beijo

Dr. Ricardo Kores, médico infectologista do HC-UFU responde às principais dúvidas.

Autor: Divulgação

O que você precisa saber sobre a doença do beijo

Nascimento prematuro e autismo: Existe relação?

Neuropediatra e membro do Conselho Científico da ONG Prematuridade.com explica a questão.

Autor: Divulgação

Nascimento prematuro e autismo: Existe relação?

7 fatos que você precisa saber antes de cogitar uma plástica

49,5% dos profissionais processados por erros médicos não tinham certificados em cirurgia plástica.

Autor: Divulgação

7 fatos que você precisa saber antes de cogitar uma plástica

Frutose, álcool e café: qual relação com a gordura no fígado?

Endocrinologista responde a dez dúvidas sobre a esteatose hepática.

Autor: Dra. Marília Bortolotto

Frutose, álcool e café: qual relação com a gordura no fígado?

As causas da má saúde causa pressão sobre o setor

A incapacidade de tornar a saúde da população uma prioridade leva a pressões crescentes sobre o sistema de saúde.

Autor: Mara Machado

As causas da má saúde causa pressão sobre o setor