Portal O Debate
Grupo WhatsApp


Jogos, tecnologia e exercícios físicos são aliados dos idosos durante distanciamento social

Jogos, tecnologia e exercícios físicos são aliados dos idosos durante distanciamento social

22/05/2020 Divulgação

Atividades são grandes aliadas na preservação da saúde física e mental durante esse período.

Jogos, tecnologia e exercícios físicos são aliados dos idosos durante distanciamento social

O distanciamento social imposto pela pandemia do novo coronavírus é fundamental para proteção da população idosa que é a mais ameaçada pela covid-19. Mas há um componente fundamental a respeito desse distanciamento que é preciso ficar atento para preservar o bem estar das pessoas com mais de 60 anos: o cuidado com a saúde física e mental.

Ficar longe das pessoas tem um impacto muito grande tanto o corpo como na mente dessa população, mas existem várias formas de suprir a falta de contato com outras pessoas e a quebra abrupta da rotina.

De acordo com a psicóloga, especialista em Gerontologia, membro da diretoria da Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia (SBGG), Valmari Aranha, a falta de contato com novos assuntos que não seja sobre a pandemia, tem uma significativa importância cognitiva que pode ser abalada em função do isolamento e da falta de interação com outras pessoas. “Com o distanciamento social os idosos acabam interagindo e conversando menos, pois ficam o tempo todo dentro de casa, muitos isolados do restante da população, o que acaba se refletindo na diminuição do contato com diferentes assuntos”, afirma.

Por isso, algumas estratégias como incluir jogos, especialmente de tabuleiro que envolvam outras pessoas, como dama, xadrez, bingo, os clássicos Banco Imobiliário, Imagem e Ação e Master, ou até mesmo jogos de cartas e palavras-cruzadas ajudam a melhorar a função cognitiva. “Jogos são uma forma de trabalhar o foco e forçam a prestar atenção em uma única atividade, o que ajuda a trabalhar a memória e funções cerebrais que são importantes para o dia a dia”, explica a psicóloga.

Atividades como ouvir música, e nas quais a pessoa se distraia também são muito úteis, pois fazem com que o idoso ocupe a mente com outras coisas. No caso das atividades físicas elas ainda trazem o benefício de possibilitar que o idoso se mantenha em forma, além da melhora do humor decorrente da liberação da endorfina que gera energia e motivação. É possível realizar algumas atividades físicas simples dentro de casa como caminhadas curtas, levantar e sentar da cadeira algumas vezes e subir e descer nas pontas dos pés com algum apoio, lembrando a importância de sempre contar com o apoio de um especialista.

Fonte: RS Press



Autismo, comorbidades e Covid-19

Muitos pais ficam com dúvidas sobre como o novo coronavírus (COVID-19) pode ser perigoso ou não para quem tem o Transtorno do Espectro do Autismo (TEA).


Pais, acolham seus filhos adolescentes

Eles podem estar sofrendo…


STF reconhece profissão de optometrista

A exemplo do que acontece no exterior, prescrição de lentes de grau não é mais exclusividade de médicos no Brasil.

STF reconhece profissão de optometrista

O home office e a dor nas costas

Muitos não possuem os devidos materiais para evitar dores na hora de fazer o home office.

O home office e a dor nas costas

Psicólogo mineiro lança canal educativo sobre saúde mental

O espaço é dedicado à divulgação de conteúdo de utilidade pública, bem-estar e qualidade de vida.


Pandemia é “sinal amarelo” para risco de automedicação

Prática traz sérios problemas para a saúde e não trata adequadamente as doenças.

Pandemia é “sinal amarelo” para risco de automedicação

Pessoas com visão monocular lutam para serem reconhecidas como pessoas com deficiência

Cegueira de um dos olhos chega a reduzir o campo visual em 25%.


Plano de saúde não pode negar tratamento prescrito por médico e deve cobrir teste de Covid

Os planos de saúde limitam, de forma significativa, o tratamento a ser aplicado ao paciente.


Pico de bronquiolite deve ocorrer no segundo semestre

A pandemia mudou radicalmente o perfil das internações infantis neste ano.


Hipertensão: a primeira aferição é capaz de diagnosticar o problema?

O diagnóstico e o início precoces do tratamento da hipertensão arterial são fatores essenciais para o controle da doença.

Hipertensão: a primeira aferição é capaz de diagnosticar o problema?

Orientação médica à distância requer cautela nos procedimentos

A telemedicina é um modo de exercer a medicina em que o contato acontece por meios digitais, via voz e vídeo.

Orientação médica à distância requer cautela nos procedimentos

Diferencie fome emocional da fome física

Durante a pandemia do novo coronavírus, muitos de nós ficamos mais ansiosos com medo do futuro e com a sensação de que todos os dias parecem iguais.