Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Micoses são mais frequentes no verão do que nas outras estações

Micoses são mais frequentes no verão do que nas outras estações

27/02/2020 Divulgação

Cuidados no período devem ser redobrados para evitar outras doenças de pele também.

Micoses são mais frequentes no verão do que nas outras estações

É durante o verão que o corpo fica mais exposto. O contato com o sol e o suor causado pelo calor excessivo são alguns dos responsáveis por irritações, vermelhidões ou mesmo doenças na pele. A Secretaria da Saúde do Estado de São Paulo aponta que as consultas com dermatologistas em hospitais e ambulatórios estaduais paulistas aumentam cerca de 20% em janeiro e fevereiro quando comparadas com os demais meses do ano.

"Ninguém quer que o verão seja sinônimo de problemas, mas para isso é necessário redobrar os cuidados com a pele na estação", afirma a dermatologista Dra. Anarosa Sprenger. Secar cuidadosamente as regiões de dobras do corpo, como axilas, dedos dos pés e virilhas, e usar roupas secas são algumas das indicações para evitar as micoses, que nada mais são que infecções causadas por fungos. "Precisamos falar sobre micose. É um problema comum, especialmente nesta época do ano", continua.

Uma das principais regiões afetadas pelas micoses são as unhas, as onicomicoses. Por parecerem inofensivas num primeiro instante, o maior risco delas é levar a uma infecção secundária por ser uma porta de entrada para as bactérias. Um estudo do Observatório Nacional de Onicomicose (ONO) de 2014 com 7.852 pacientes revelou que 53% dos entrevistados apresentavam um histórico de doenças causadas por fungos, sendo 28% de micose de unha.

Outras doenças comuns no período do verão são as brotoejas. Mais frequentes entre bebês, são vesículas na pele que causam coceira e causadas pela dificuldade das crianças de transpirar por terem glândulas sudoríparas imaturas. "Ambientes quentes e úmidos, excesso de roupas e febre alta favorecem o aparecimento desse tipo de erupção cutânea", explica a Dra. Anarosa Sprenger. A recomendação é evitar situações que provoquem calor e possam provocar sudorese abundante e, caso a brotoeja apresente sinais de infecção, consultar um médico dermatologista ou pediatra para diagnosticar o melhor tratamento.

Fonte: jeffreygroup



O tempo seco e as alergias

Com uma nova onda de calor chegando aliada ao tempo seco, comum nesta época do ano, as alergias respiratórias ganham força.

Autor: Divulgação

O tempo seco e as alergias

Nutrição e atividade física: saúde do corpo e da mente

A nutrição adequada fornece ao corpo os nutrientes necessários para funcionar corretamente.

Autor: Divulgação

Nutrição e atividade física: saúde do corpo e da mente

Cigarro: eletrônico ou “analógico”, é preciso se livrar dele!

Médicos do Hospital Paulista alertam para as diferentes formas de consumo da nicotina, todas prejudiciais à saúde.

Autor: Divulgação

Cigarro: eletrônico ou “analógico”, é preciso se livrar dele!

Quer envelhecer vivendo mais e melhor?

Então cuide agora da sua pressão arterial.

Autor: Felipe Vecchi

Quer envelhecer vivendo mais e melhor?

Glaucoma atinge milhões de pessoas no país e pode causar a perda de visão

Campanha Maio Verde visa estimular a conscientização sobre o diagnóstico precoce da doença, que tem progressão lenta e assintomática.

Autor: Divulgação

Glaucoma atinge milhões de pessoas no país e pode causar a perda de visão

Desconforto no joelho sem causa aparente?

Problema pode estar no quadril, alerta especialista.

Autor: Divulgação

Desconforto no joelho sem causa aparente?

Transplante capilar: cada paciente é de um jeito

Realizar o transplante capilar é um sonho para muitas pessoas com calvície ou com outros problemas que resultam na queda de cabelo.

Autor: ‌Melina Oliveira

Transplante capilar: cada paciente é de um jeito

O que o seu “catarro” quer dizer?

Especialista explica as principais doenças que podem causar a secreção na garganta e como tratar.

Autor: Divulgação

O que o seu “catarro” quer dizer?

Prevenção cardiovascular: quanto mais cedo melhor!

Em artigo, cardiologista da Unimed Araxá explica a importância de modificar fatores que originam as doenças.

Autor: Dr. Flávio Paes

Prevenção cardiovascular: quanto mais cedo melhor!

Sono ruim aumenta risco de glaucoma em até 20%, diz estudo

Ronco e sonecas durante o dia também aumentam chance de ter um glaucoma.

Autor: Divulgação

Sono ruim aumenta risco de glaucoma em até 20%, diz estudo

O que você precisa saber sobre a doença do beijo

Dr. Ricardo Kores, médico infectologista do HC-UFU responde às principais dúvidas.

Autor: Divulgação

O que você precisa saber sobre a doença do beijo

Nascimento prematuro e autismo: Existe relação?

Neuropediatra e membro do Conselho Científico da ONG Prematuridade.com explica a questão.

Autor: Divulgação

Nascimento prematuro e autismo: Existe relação?