Portal O Debate
Grupo WhatsApp

O que, afinal, são essas calorias?

O que, afinal, são essas calorias?

28/10/2015 Cristiano Parente

Queimar, comer, perder calorias. Muito se fala sobre elas, mas quanto, de verdade, compreendemos sobre o assunto?

Caloria, ou melhor, quilocaloria (kcal, abreviadamente), é uma unidade de medida de energia que serve, por exemplo, para determinar a quantidade de energia que um alimento tem e oferece quando ingerido.

Estampado nas embalagens dos alimentos, uma quilocaloria representa a quantidade de mil calorias. A caloria também é usada para determinar, por exemplo, quanta energia se gasta na realização de determinada atividade ou mesmo para o corpo manter as funções básicas em funcionamento.

É muito comum ouvir que a pessoa “comeu um número determinado de calorias”. A frase é equivocada, já que, por se tratar de unidade de medida, o que se come ou se ingere é o alimento, que contem certa quantidade de calorias.

Em geral, uma pessoa jovem, com estatura média (1,70m) e com peso equilibrado (70kg) gasta no dia a dia, sem fazer atividades físicas, por volta de 2.000 kcal somente para manter as funções básicas do corpo e as atividades de uma vida sedentária, como é a de grande parte da população.

Para, então, manter o equilíbrio energético entre consumo e gasto, essa pessoa precisa ingerir alimentos que tenham uma soma total de energia de 2.000 kcal por dia. Porém, quando esse indivíduo ingere mais do que a necessidade diária, ou seja, ultrapassa as 2.000 kcal, o excesso de energia é armazenado, uma vez que não precisa ser usado.

Essa sobra é retida no corpo humano na forma de gordura. Por isso, a explicação para quem tem algum excesso de gordura está no fato de ter ingerido mais energia do que precisava. Simples assim. Agora, se a razão para explicar o excesso de calorias é simples, o que fazer para perder tal reserva guardada é igualmente simples: basta inverter a conta.

Ou seja, quem gasta 2.000 kcal por dia deve comer menos do que 2.000 kcal diários e continuar gastando o total dessa caloria ou ampliar o gasto de quantidade de energia. Como consumir menos energia? O que fazer para gastar mais energia?

Não há fórmulas milagrosas para responder tais questões. Ingira menos alimento para reduzir o consumo de calorias ou exercite-se mais para ampliar o gasto calórico. Se levarmos em consideração que uma pessoa grande, alta, gasta mais energia do que uma pequena, miúda, já que tem mais peso para movimentar e mais corpo para fornecer energia durante todo o dia, e se também considerarmos que não há procedimentos que nos torne mais altos, o caminho é fazer os músculos ficarem maiores.

Afinal, um músculo maior consome mais energia que um músculo menor para sobreviver durante todo o dia. O caminho para uma vida ativa e saudável é procurar gastar mais energia, fazendo exercícios para os músculos ficarem maiores e se movimentando mais do que se ingere ou se come.

Essas ações farão com que o nosso corpo tenha que buscar a diferença na reserva de energia armazenada, traduzindo-se em emagrecimento. E, claro, em mais qualidade de vida!

* Cristiano Parente é professor e coach de educação física, eleito em 2014 o melhor personal trainer do mundo em concurso internacional promovido pela Life Fitness.



Quer envelhecer vivendo mais e melhor?

Então cuide agora da sua pressão arterial.

Autor: Felipe Vecchi

Quer envelhecer vivendo mais e melhor?

Glaucoma atinge milhões de pessoas no país e pode causar a perda de visão

Campanha Maio Verde visa estimular a conscientização sobre o diagnóstico precoce da doença, que tem progressão lenta e assintomática.

Autor: Divulgação

Glaucoma atinge milhões de pessoas no país e pode causar a perda de visão

Desconforto no joelho sem causa aparente?

Problema pode estar no quadril, alerta especialista.

Autor: Divulgação

Desconforto no joelho sem causa aparente?

Transplante capilar: cada paciente é de um jeito

Realizar o transplante capilar é um sonho para muitas pessoas com calvície ou com outros problemas que resultam na queda de cabelo.

Autor: ‌Melina Oliveira

Transplante capilar: cada paciente é de um jeito

O que o seu “catarro” quer dizer?

Especialista explica as principais doenças que podem causar a secreção na garganta e como tratar.

Autor: Divulgação

O que o seu “catarro” quer dizer?

Prevenção cardiovascular: quanto mais cedo melhor!

Em artigo, cardiologista da Unimed Araxá explica a importância de modificar fatores que originam as doenças.

Autor: Dr. Flávio Paes

Prevenção cardiovascular: quanto mais cedo melhor!

O tempo seco e as alergias

Com uma nova onda de calor chegando aliada ao tempo seco, comum nesta época do ano, as alergias respiratórias ganham força.

Autor: Divulgação

O tempo seco e as alergias

Sono ruim aumenta risco de glaucoma em até 20%, diz estudo

Ronco e sonecas durante o dia também aumentam chance de ter um glaucoma.

Autor: Divulgação

Sono ruim aumenta risco de glaucoma em até 20%, diz estudo

O que você precisa saber sobre a doença do beijo

Dr. Ricardo Kores, médico infectologista do HC-UFU responde às principais dúvidas.

Autor: Divulgação

O que você precisa saber sobre a doença do beijo

Nascimento prematuro e autismo: Existe relação?

Neuropediatra e membro do Conselho Científico da ONG Prematuridade.com explica a questão.

Autor: Divulgação

Nascimento prematuro e autismo: Existe relação?

7 fatos que você precisa saber antes de cogitar uma plástica

49,5% dos profissionais processados por erros médicos não tinham certificados em cirurgia plástica.

Autor: Divulgação

7 fatos que você precisa saber antes de cogitar uma plástica

Frutose, álcool e café: qual relação com a gordura no fígado?

Endocrinologista responde a dez dúvidas sobre a esteatose hepática.

Autor: Dra. Marília Bortolotto

Frutose, álcool e café: qual relação com a gordura no fígado?