Portal O Debate
Grupo WhatsApp


Por que algumas pessoas piscam demais?

Por que algumas pessoas piscam demais?

22/01/2020 Da Redação

Especialista do Hospital CEMA explica quais são as principais causas do piscar excessivo. Entre elas estão doenças neurológicas e quadros irritativos.

Por que algumas pessoas piscam demais?

Os olhos podem ser um importante indicativo do que está acontecendo com o corpo. Muitas vezes, algumas alterações oculares são sintomas iniciais de algum problema de saúde. Você já se perguntou, por exemplo, por que algumas pessoas piscam demais? Por trás dessa disfunção podem estar inúmeras doenças: “O piscar excessivo e involuntário pode estar associado a algumas alterações, que podem ser decorrentes de alguma irregularidade da superfície ocular ou mesmo de estímulos anormais do sistema nervoso”, explica a oftalmologista especialista em Vias Lacrimais e Plástica Ocular do Hospital CEMA, Rita de Cássia Lima Obeid.

O ato de piscar é, evidentemente, normal. Os olhos precisam desse abrir e fechar das pálpebras para lubrificação e proteção da superfície ocular. Piscar permite que a lágrima seja espalhada para todo o globo ocular. Porém, qualquer processo irritativo na região pode gerar um piscar excessivo, como, por exemplo, um corpo estranho. “Algumas doenças neurológicas, como Parkinson, e psiquiátricas, como a Síndrome de Tourette, podem gerar esse piscar contínuo e involuntário”, detalha a especialista. Outra causa do piscar excessivo é o uso de alguns medicamentos. Por fim, piscar demais pode ser um tique, causado por ansiedade ou estresse.

O tratamento do piscar excessivo vai depender da causa. Nos casos envolvendo medicamentos, a suspensão dos remédios é suficiente para sanar o problema. “A recomendação inicial é procurar um auxílio médico para fazer o diagnóstico correto. Se for algum problema ocular, o oftalmologista é o profissional indicado. Já nos casos envolvendo distúrbios psiquiátricos ou neurológicos, é necessário recorrer a ajuda médica específica para esses quadros. É importante que a pessoa não deixe de investigar o problema, pois isso pode levar a situações mais graves e comprometer a qualidade de vida”, orienta a médica.

Fonte: CEMA



Violência “no touch”

O assédio moral pode trazer sequelas emocionais e físicas.


Esfoliação ideal para uma pele linda e renovada

Dicas para manter uma pele saudável e bem cuidada.

Esfoliação ideal para uma pele linda e renovada

Fevereiro é mês de conscientização do Lúpus, Fibromialgia e Alzheimer

Embora sejam doenças que não têm cura o diagnóstico precoce e correto pode garantir melhor qualidade de vida aos pacientes.

Fevereiro é mês de conscientização do Lúpus, Fibromialgia e Alzheimer

Exercícios físicos x uso de prótese nos seios

O implante de próteses nos seios é uma das cirurgias plásticas mais procuradas pelas brasileiras.

Exercícios físicos x uso de prótese nos seios

Campanha Nacional de Vacinação contra sarampo foca em crianças e jovens

Nesta primeira etapa serão enviadas 660 mil doses da tríplice viral, destinadas a crianças e jovens entre 5 e 19 anos.

Campanha Nacional de Vacinação contra sarampo foca em crianças e jovens

Como utilizar corretamente o protetor solar

Dicas simples que podem te ajudar de forma correta este produto indispensável para a saúde.

Como utilizar corretamente o protetor solar

Transtorno de conduta infantil

O Transtorno de conduta (TC) não é uma simples desobediência.


Volta às aulas: as vacinas estão em dia?

A Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) recomenda que as vacinas das crianças e dos adolescentes estejam em dia.

Volta às aulas: as vacinas estão em dia?

Artrose nas mãos é comum, mas pode ser evitada

Doença normalmente associada à idade avançada, pode se manifestar muito cedo, causando dores e limitações motoras, mas é possível atenuar seus efeitos.

Artrose nas mãos é comum, mas pode ser evitada

Dia Nacional da Mamografia: um alerta sobre a importância do exame

Prevenção pode detectar lesões assintomáticas e possibilita tratamento do câncer de mama em fase inicial.

Dia Nacional da Mamografia: um alerta sobre a importância do exame

Hanseníase: entenda a doença

Considerada uma das doenças mais antigas do mundo, a Hanseníase foi registrada pela primeira vez no século 6 a.C., sendo conhecida naquela época como lepra.


Brasil terá 625 mil novos casos de câncer por ano até 2022

Para a população infantojuvenil são esperados mais de 8 mil casos, diz Inca.

Brasil terá 625 mil novos casos de câncer por ano até 2022