Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Qualidade de vida, apesar da dor

Qualidade de vida, apesar da dor

03/11/2021 Divulgação

Lista de doenças dolorosas passíveis de tratamento é bem extensa.

Qualidade de vida, apesar da dor

Como dizia o estoico Sêneca, há mais de dois mil anos, “as dores ligeiras exprimem-se; as grandes dores são mudas”. A batalha do ser humano contra a dor crônica ainda não foi vencida. Por mais que a ciência avance com o desenvolvimento de tecnologias incríveis de tratamentos médicos e novos medicamentos, o sofrimento de milhões de pacientes ainda persiste no mundo. Porém, alguns profissionais com visão mais holística sobre o assunto, ao considerarem também as emoções e hábitos de vida dos pacientes, conseguem obter resultados admiráveis. É o caso do doutor Geraldo Eugênio Richard Carvalhaes, médico de 78 anos que, há mais de quatro décadas, lida com o tema.

O relacionamento do doutor Carvalhaes com o tratamento da dor crônica começou há 40 anos. Ele sua atenção despertada para o tema durante uma pós-graduação cursada, no final dos anos 70, no Walton Hospital, em Liverpool, na Inglaterra, quando, pela primeira vez, presenciou um programa de atendimento especial, voltado para aliviar a dor de pacientes de câncer em estado terminal. Ao voltar para o Brasil, tornou-se um dos pioneiros nesse tipo de tratamento, ao fundar, nos anos 80, em Belo Horizonte, a Clínica de Dor, um espaço dedicado a trazer de volta a qualidade de vida de milhares de pessoas.

Atualmente, pelo menos 15 mil médicos trabalhem com esse enfoque no Brasil, muito pouco, diante das 60 milhões de pessoas (37% da população) que dizem sentir dor crônica, de acordo com estudo feito pela Sociedade Brasileira de Estudos da Dor (SBED).

Embora demande muita qualificação e maior tempo dedicado aos pacientes, tratar com um especialista em dores crônicas não é caro e pode ser acessível a uma grande parcela de pessoas, por meio de convênios e planos de saúde. A lista de doenças dolorosas passíveis de tratamento é bem extensa, inclui: enxaqueca, hérnia de disco, cefaleias em geral, lombalgia, lombociatalgias, neurites, osteoporose, pacientes em fase terminal, polineuropatias, dor no câncer, , úlceras, herpes, dor osteomuscular e até dor da depressão, entre outras.

Para mais informações sobre dor crônica clique aqui.

Publique seu texto em nosso site que o Google vai te achar!

Fonte: Interface Comunicação



55% dos brasileiros com mais de 18 anos consomem bebidas alcoólicas, diz pesquisa

Dado é de pesquisa do Instituto Brasileiro do Fígado.

55% dos brasileiros com mais de 18 anos consomem bebidas alcoólicas, diz pesquisa

A perda auditiva se manifesta em qualquer idade

A perda auditiva é uma queixa quase diária no consultório do otorrinolaringologista.

A perda auditiva se manifesta em qualquer idade

O consumidor é obrigado a dar o CPF nas farmácias?

Um ponto de dúvida para as pessoas, mas que é importante ter clareza, a exigência de CPF é ilegal para o fornecimento de descontos pelas farmácias.

O consumidor é obrigado a dar o CPF nas farmácias?

Governo lança campanha de combate ao mosquito da dengue

Casos aumentaram em 12 estados em relação ao ano passado.

Governo lança campanha de combate ao mosquito da dengue

Estamos todos saindo da UTI?

Nas últimas semanas, esses ambientes estão diferentes do que vivenciamos ao longo de quase 20 meses.

Estamos todos saindo da UTI?

Por que o autismo em meninas é menos comum?

Elas têm mais autoconsciência, senso de empatia e tenta “se encaixar” mais socialmente que eles.

Por que o autismo em meninas é menos comum?

Pesquisa comprova maior eficácia de teste HPV para detecção de câncer

Estatuto da Pessoa com Câncer é sancionado

Passa a ser direito fundamental da pessoa com câncer a obtenção de diagnóstico precoce e acesso a tratamento universal.

Estatuto da Pessoa com Câncer é sancionado

Mulheres têm mais risco de sofrer infarto do que os homens

A quantidade de pessoas que sofrem com problemas cardiorrespiratórios no Brasil é tão significativa que sobram estatísticas para contar a história.

Mulheres têm mais risco de sofrer infarto do que os homens

Médico adota técnica para apoiar pessoas a envelhecer sem dor

Segundo Dr. Geraldo Carvalhaes, casos de dor crônica também afetam pessoas mais jovens.

Médico adota técnica para apoiar pessoas a envelhecer sem dor

Você é um Hipocondríaco?

Quando a preocupação com a saúde vira doença.

Você é um Hipocondríaco?

Número de prematuros aumenta no Brasil

Média de prematuridade no país atingiu 11,1% em 2020 e aumento pode estar ligado ao covid-19.

Número de prematuros aumenta no Brasil