Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Quando o barulho dos brinquedos põe em risco a audição dos pequenos

Quando o barulho dos brinquedos põe em risco a audição dos pequenos

03/02/2020 Marcella Vidal

Brinquedos que emitem sons que podem ser muito perigosos para a audição das crianças.

São carrinhos com sirenes, telefones, guitarras, aviões, dinossauros que rugem alto, jogos com explosões e tantos outros que encantam a criançada. É preciso que os pais redobrem a atenção na hora da compra.

A escolha do que comprar não deve levar em conta só o desejo do filho, mas, principalmente, as condições de segurança.

É importante observar se o brinquedo tem o selo do Inmetro como garantia de que o nível de ruído está dentro dos limites estabelecidos na legislação.

Na vida moderna, o barulho está por toda parte. Dentro de casa, é a televisão em alto volume, o liquidificador, o aspirador de pó, o secador de cabelos; e também os brinquedos.

Tudo isso ligado, no dia a dia, pode causar danos à audição. Os pais precisam estar conscientes disso e proteger seus filhos.

Brinquedos sonoros do tipo made in China, comprados em camelôs, por exemplo, podem emitir ruído acima do permitido por lei, que é de 85 decibéis. Um carrinho de polícia “pirata”, por exemplo, pode alcançar 120 decibéis de ruído.

E o que isso representa? Só para se ter uma ideia, o barulho de uma motosserra pode chegar a 100 decibéis, e o de uma britadeira alcança 110 decibéis.

As crianças também estão expostas a ruídos, que podem ser danosos, ao brincarem com videogames e ao ouvirem música em volume alto, com fones de ouvido plugados a celulares ou por meio de aparelhagens de som.

Em ambientes barulhentos, é aconselhável que os pequenos usem protetores auriculares, que podem ser feitos sob medida; mas é preciso avaliar a idade da criança para o uso.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), ruídos que atingem 70 decibéis já são desagradáveis para o ouvido humano e, acima de 85 decibéis, podem começar a danificar o mecanismo da audição, dependendo do tempo e da frequência da exposição sonora.

O manejo contínuo de um brinquedo com esse volume pode prejudicar para sempre a audição das crianças. As menores, de até três anos, são as mais afetadas.

E se elas têm a audição comprometida, isso pode afetar todo o seu desenvolvimento, inclusive o desempenho escolar.

Portanto, esteja atento na hora de comprar brinquedos. Garantir a segurança dos filhos, com certeza, não tem preço.

* Marcella Vidal é fonoaudióloga da Telex Soluções Auditivas, especialista em audiologia.

Fonte: Ex-Libris Comunicação Integrada



O tempo seco e as alergias

Com uma nova onda de calor chegando aliada ao tempo seco, comum nesta época do ano, as alergias respiratórias ganham força.

Autor: Divulgação

O tempo seco e as alergias

Nutrição e atividade física: saúde do corpo e da mente

A nutrição adequada fornece ao corpo os nutrientes necessários para funcionar corretamente.

Autor: Divulgação

Nutrição e atividade física: saúde do corpo e da mente

Cigarro: eletrônico ou “analógico”, é preciso se livrar dele!

Médicos do Hospital Paulista alertam para as diferentes formas de consumo da nicotina, todas prejudiciais à saúde.

Autor: Divulgação

Cigarro: eletrônico ou “analógico”, é preciso se livrar dele!

Quer envelhecer vivendo mais e melhor?

Então cuide agora da sua pressão arterial.

Autor: Felipe Vecchi

Quer envelhecer vivendo mais e melhor?

Glaucoma atinge milhões de pessoas no país e pode causar a perda de visão

Campanha Maio Verde visa estimular a conscientização sobre o diagnóstico precoce da doença, que tem progressão lenta e assintomática.

Autor: Divulgação

Glaucoma atinge milhões de pessoas no país e pode causar a perda de visão

Desconforto no joelho sem causa aparente?

Problema pode estar no quadril, alerta especialista.

Autor: Divulgação

Desconforto no joelho sem causa aparente?

Transplante capilar: cada paciente é de um jeito

Realizar o transplante capilar é um sonho para muitas pessoas com calvície ou com outros problemas que resultam na queda de cabelo.

Autor: ‌Melina Oliveira

Transplante capilar: cada paciente é de um jeito

O que o seu “catarro” quer dizer?

Especialista explica as principais doenças que podem causar a secreção na garganta e como tratar.

Autor: Divulgação

O que o seu “catarro” quer dizer?

Prevenção cardiovascular: quanto mais cedo melhor!

Em artigo, cardiologista da Unimed Araxá explica a importância de modificar fatores que originam as doenças.

Autor: Dr. Flávio Paes

Prevenção cardiovascular: quanto mais cedo melhor!

Sono ruim aumenta risco de glaucoma em até 20%, diz estudo

Ronco e sonecas durante o dia também aumentam chance de ter um glaucoma.

Autor: Divulgação

Sono ruim aumenta risco de glaucoma em até 20%, diz estudo

O que você precisa saber sobre a doença do beijo

Dr. Ricardo Kores, médico infectologista do HC-UFU responde às principais dúvidas.

Autor: Divulgação

O que você precisa saber sobre a doença do beijo

Nascimento prematuro e autismo: Existe relação?

Neuropediatra e membro do Conselho Científico da ONG Prematuridade.com explica a questão.

Autor: Divulgação

Nascimento prematuro e autismo: Existe relação?