Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Tempo demais no celular faz mal à visão das crianças

Tempo demais no celular faz mal à visão das crianças

19/05/2020 Divulgação

Os pais precisam ficar atentos aos sinais no comportamento dos pequenos.

Tempo demais no celular faz mal à visão das crianças

Quem tem filhos pequenos sabe bem como é difícil, e às vezes quase impossível, mantê-los distantes das telas iluminadas dos smartphones, tablets, computadores e da televisão. 

Mas o uso excessivo dos eletrônicos pelas crianças, além de prejudicar a visão, pode desencadear uma série de problemas de saúde associados ao sono ruim.

Existem dois tipos de luz azul: a luz azul turquesa e a luz azul-violeta. A primeira é responsável por organizar o relógio biológico, como atuar na liberação de substâncias que controlam o sono, o estresse e o bem-estar. Já a segunda, ao ser absorvida pela retina, estimula o cérebro a ficar alerta e suprime a produção de melatonina, o hormônio que induz ao descanso à noite.

Daí a necessidade de tentar controlar a exposição excessiva a esses dispositivos, principalmente no período noturno. Os pais também precisam ficar atentos aos sinais no comportamento dos pequenos, pois eles não identificam ou não conseguem se expressar sobre a dificuldade para enxergar.

Estudos da National Sleep Foundation (Fundação Nacional do Sono, dos Estados Unidos), apontam que dormir é tão importante quanto a alimentação e a higiene para bebês e crianças. Isso porque noites bem dormidas ajudam no desenvolvimento intelectual, no aprendizado e na absorção de conhecimento. E é nesse período de descanso que o corpo libera os hormônios de crescimento e fortalece o sistema imunológico.

"Podemos usar a tecnologia a favor da saúde dos pequenos e de todos. Já existem lentes que possuem na sua composição o filtro de luz azul, que leva proteção ocular às crianças, além de prevenção e todos os benefícios da qualidade de vida que acompanham um sono saudável. Mas é fundamental evitar a exposição excessiva para proteger as crianças da luz azul nociva", afirma Leonardo Queiroz, gerente de Produtos Oftálmicos das Óticas Diniz.

Confira outras dicas do especialista da marca para amenizar os efeitos da luz azul dos eletrônicos nas crianças que passam tempo demais em frente aos eletrônicos:

• Controle o período que seu filho utiliza os dispositivos no dia. A orientação é que os pequenos de 1 a 2 anos de idade fiquem longe da TV e de jogos de computador, enquanto os de 3 a 4 anos não devem ultrapassar a média de uma hora por dia, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS).

• Faça intervalos maiores no uso dos aparelhos para que os olhos das crianças descansem.

• Peça para os pequenos manterem a tela o mais longe possível dos olhos, com um nível suficiente de brilho.

• Se o seu filho usa óculos, prefira lentes com filtro de luz azul porque essa tecnologia protege contra a iluminação nociva.

• Se o seu filho não usa óculos, ou não precisa de uma lente corretiva, essas lentes com filtro de luz azul podem ser confeccionadas sem "grau" ou dioptria, conhecidas também como "lente plana".

• Evite deixá-los utilizar tablets ou celulares antes de dormir, pois a iluminação nociva prejudica o sono, e noites mal dormidas contribuem para o surgimento de vários problemas de saúde.

• Caso a criança queira usar o celular à noite, ative o modo noturno, que controla a cor da tela.

Fonte: Dezoito



Consumo de bebida alcoólica afeta dieta de mulheres com compulsão alimentar

Estudo da USP relaciona consumo problemático de bebida alcoólica e menor qualidade da alimentação.

Consumo de bebida alcoólica afeta dieta de mulheres com compulsão alimentar

Metade das pessoas com herpes-zóster desenvolve sintomas oculares

Lesões na córnea podem ameaçar a visão e são consideradas emergência oftalmológica.


Junho Violeta alerta sobre o ceratocone

Ceratocone pediátrico é mais agressivo que adulto, embora mais raro. Coçar os olhos excessivamente é o principal fator de risco.

Junho Violeta alerta sobre o ceratocone

Conjuntivite alérgica pode afetar até 60% das pessoas atópicas e 20% da população

Em suas formas mais graves, as conjuntivites alérgicas podem causar danos na córnea e ameaçar a visão.

Conjuntivite alérgica pode afetar até 60% das pessoas atópicas e 20% da população

Reforço da vacina para os cinquentões

Quanto antes o indivíduo souber que está doente, menos transmitirá o mal porque entrará em isolamento, mesmo que seja domiciliar.

Reforço da vacina para os cinquentões

Campanhas de vacinação contra gripe e sarampo são prorrogadas até o dia 24/6

Coberturas seguem abaixo das metas preconizadas pelo Ministério da Saúde.

Campanhas de vacinação contra gripe e sarampo são prorrogadas até o dia 24/6

Portaria regulamenta atendimentos de saúde a distância

Programa quer aproximar atenção especializada da atenção primária.

Portaria regulamenta atendimentos de saúde a distância

Glaucoma pode atingir homens jovens por liberação de pigmentos da íris

Condição tem componente genético importante e está ligada à miopia leve a moderada.

Glaucoma pode atingir homens jovens por liberação de pigmentos da íris

Câncer de pulmão também pode atingir não fumantes

Cerca de 30% dos casos não estão associados ao tabagismo.

Câncer de pulmão também pode atingir não fumantes

Minas Gerais ganha primeira unidade móvel de doação de sangue

Ônibus da Hemominas atenderá localidades que não têm postos da fundação; expectativa é a de que mais quatro veículos integrem a frota.

Minas Gerais ganha primeira unidade móvel de doação de sangue

Brasil pode chegar a 29% da população obesa até 2030

Pandemia pode ter relação direta com o aumento dos casos de obesidade.

Brasil pode chegar a 29% da população obesa até 2030

Enxaqueca requer tratamento médico, alerta neurologista

Dor que ocorre mais do que 15 dias por mês, há mais de três meses se chama cefaleia crônica diária,

Enxaqueca requer tratamento médico, alerta neurologista