Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Com medo e sem esperança

De que vale nossa combalida democracia se, por onde se olha, o eleitor votou no candidato mesmo pior? Não podemos declarar que votamos para ganhar, mas sim, para perder menos.

Autor: Petrônio Souza Gonçalves


Roberto Jefferson x José Dirceu

O universo político brasileiro é tautológico. Pobre daquele que acredita que o grande embate das eleições presidenciais de 2010 está sendo travado entre o tucano José Serra e a petista Dilma Rousseff. Comparar nas urnas as eras Fernando Henrique Cardoso e Lula? Que nada! O tabuleiro de xadrez transformou-se num ringue de sumô, onde os verdadeiros rikishis são Roberto Jefferson e José Dirceu, um agarrado no mawashi do outro.

Autor: Helder Caldeira


O que os CEOs precisam saber para utilizar incentivos fiscai

Segundo dados do Tribunal de Contas da União, existem no Brasil cerca de R$ 65 bilhões em forma de incentivos fiscais, fundos de investimentos públicos, editais ou programas dos governos Federal, estaduais e municipais. São aproximadamente 800 fontes de recursos nacionais disponíveis para projetos nas diversas áreas da economia.

Autor: Márcio Godoy


Daqui a quatro anos

Agora, foram eleitos novos governadores e reeleitos alguns, num total de 27, mais os 27 vices. Foram mais 54 senadores, 517 deputados federais, 1059 deputados estaduais. É muito gente para fazer o bem deste país. Isso ocorre a cada quatro anos e tudo é tão igual, a partir das promessas.

Autor: Pedro Cardoso da Costa


Com quem fica o piano?

TEVÊ À MANIVELA(Que diabos, Pitágoras tinha ou não “nós” nos dedos...)

Autor: Celso Fernandes


A informação e a migração dos votos

Análise política é um exercício de conjetura, em que especulação e certo grau de simplificação, sobretudo na atribuição de rótulos, são inevitáveis. Com a ressalva feita é possível estabelecer alguns parâmetros e projeções.

Autor: Nilson Mello


Juntos, Seremos Mais!

“Grandes visionários são importantes; grandes administradores são fundamentais”. (Tom Peters)Cooperação e colaboração se tornaram palavras de ordem no séc.XXI.Para que a organização alcance um diferencial no mercado, é preciso que funcione como um ser humano, além de viva e atuante, funcione de forma integrada, interagida e interligada, de modo que, todos os envolvidos no processo organizacional realizem de fato cooperação e colaboração.

Autor: Marizete Furbino


Pareidolia Política

Foi vendo ovelhas em nuvens e faces no deserto marciano que levamos a eleição presidencial de 2010 ao segundo turno.

Autor: Helder Caldeira


O Administrador faz Acontecer!

“Nenhuma empresa é melhor do que o seu administrador permite”. (Peter Drucker)Em meio a tanta turbulência do séc. XXI, mais do que nunca, a figura do administrador dentro de qualquer organização, seja de pequeno, médio ou grande porte,  se tornou imprescindível.

Autor: Marizete Furbino


É fácil ser um grande líder?

"Os grandes líderes são como os melhores maestros - eles vão além das notas para alcançar a mágica dos músicos." (Blaine Lee)

Autor: Marizete Furbino


Pedras no Caminho!

"Dificuldades e obstáculos são fontes valiosas de saúde e força para qualquer sociedade. " (Albert Einstein) Na vida pessoal, assim como na vida profissional, o administrador encontra inúmeras pedras no decorrer do caminho. Costuma-se encontrar uma pedreira em meio à caminhada, mas, terá que agir com muita inteligência, muito equilíbrio emocional e muita paciência, para conseguir fazer com que tais pedras, sirvam de degraus para sua subida. Transpor obstáculos exige, além de maturidade profissional, muita sabedoria.

Autor: Marizete Furbino


Inovação, palavra de ordem no Século XXI.

“A melhor maneira de prever o futuro é criá-lo”. (Peter Drucker)Para enfrentar os concorrentes e como medida preventiva, evitando-se assim, a própria degolação, torna-se necessário que, pequenas e médias empresas, além de valorizar seus recursos humanos, invistam cada vez mais nos mesmos, para que estes possam atuar com muita criatividade e inovação, trabalhando em prol da melhoria contínua, propiciando assim, que a empresa não só melhore cada vez mais produtos/serviços, mas, aumente sua produtividade, obtenha maior lucratividade e faça o diferencial no mercado, mantendo-se competitivas, garantindo assim, sua sobrevivência de forma sustentável.

Autor: Marizete Furbino