Portal O Debate
Grupo WhatsApp

A tecnologia é uma aliada para reduzir os impactos da obesidade no Brasil e no mundo

A tecnologia é uma aliada para reduzir os impactos da obesidade no Brasil e no mundo

08/12/2022 Eduardo Rauen

Ausência de gordura corporal em excesso reduz o risco de diversas doenças, entre elas o câncer que ceifa 10 milhões de vidas no mundo por ano.

A tecnologia é uma aliada para reduzir os impactos da obesidade no Brasil e no mundo

A obesidade atingiu proporções epidêmicas em quase todos os países do mundo. Cerca de 3 milhões de pessoas morrem, por ano, em decorrência de complicações relacionadas à condição. O excesso de peso aumenta o risco de doenças cardiovasculares, pressão alta, diabetes, asma e câncer.

Nos últimos meses do ano, sobretudo em outubro e novembro, a prevenção de diversos tipos de câncer é pauta de campanhas de utilidade pública, que contam com o apoio dos profissionais de saúde e da imprensa para conscientizar a população sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce para prevenir a doença.

Uma das causas que associa o excesso de gordura corporal ao câncer é que ele aumenta os níveis de determinados hormônios, que podem provocar o crescimento de células cancerígenas, elevando o risco do desenvolvimento da doença. De acordo com a Associação Europeia para o Estudo da Obesidade (EASO, na sigla em inglês), entre 7% e 41% de certas cargas de câncer são atribuíveis ao sobrepeso e à obesidade.

É preciso olhar essa informação com muita atenção, pois a Organização Mundial da Saúde (OMS) alertou que em 2021, o mundo atingiu um limiar crítico: cerca de 20 milhões de pessoas foram diagnosticadas com câncer e 10 milhões morreram. No Brasil, aproximadamente 280 mil vidas são ceifadas em decorrência da doença por ano.

Além disso, de acordo com o Instituto Nacional de Câncer (Inca), os gastos totais com três tipos de câncer mais incidentes do Brasil (mama, colorretal e endométrio) serão de R$ 2,5 bilhões em 2030 e R$ 3,4 bilhões, em 2040. As despesas abrangem procedimentos hospitalares e ambulatoriais realizados no SUS em pacientes oncológicos com 30 anos ou mais.

Tecnologia como aliada na perda de peso

A tecnologia é uma aliada na prevenção e no tratamento de diversas doenças. A pandemia, por exemplo, contribuiu com a popularização da telemedicina, mas antes disso, periféricos de videogame, como o Kinect, já eram usados por profissionais de fisioterapia para reabilitação de pacientes e a cirurgia robótica, em que as manobras são conduzidas pelos cirurgiões por meio de robôs, avançará ainda mais com a popularização do 5G. 

A tecnologia também é usada para tratar a obesidade e o sobrepeso. Faço parte do quadro de fundadores da Liti, primeira healthtech que foca em resolver a dor do sobrepeso e da obesidade no Brasil. A jornada é 100% online e conta com o apoio de uma equipe multidisciplinar (médicos, nutricionistas, cientistas comportamentais e educadores físicos). Desenvolvemos uma balança proprietária de bioimpedância com alto nível de precisão para medir o percentual de gordura e massa magra. Conectada ao app da Liti, possibilita um profundo entendimento sobre como o paciente reage ao plano alimentar (dieta com composições diferentes de grupos de alimentos), levando a uma alta precisão clínica e individualizada. Além disso, a inteligência artificial e os dados de big data, interpretados pelos profissionais da equipe, são usados para avaliar qual caminho é mais eficaz para a perda do peso com foco na saúde e no bem-estar dos pacientes.

Desde o início da atuação da Liti, em janeiro, os pacientes perderam duas toneladas de gordura. No entanto, mais do que a parte estética, estamos seriamente preocupados com as consequências do sobrepeso e da obesidade na população brasileira. Cabe destacar que todos os cânceres podem ser tratados, prevenidos ou curados, mas a prevenção e a eliminação dos fatores de risco é peça-chave nesse processo.

Em todos os meses do ano, não só em outubro e novembro, o cuidado com o sobrepeso e a obesidade precisa ser levado a sério. Adotar um estilo de vida saudável, apoiado por ferramentas de tecnologia para facilitar o dia a dia, são alternativas seguras e validadas pelos profissionais da saúde para reverter a pandemia da obesidade e reduzir o número de mortes decorrentes em todo o mundo. 

* Eduardo Rauen é médico formado pela Universidade do Oeste Paulista (Unoeste).

Para mais informações sobre obesidade clique aqui...

Publique seu texto em nosso site que o Google vai te achar!

Fonte: VCRP Brasil



Prótese de silicone: conheça complicações mais recorrentes

Contratura capsular e rompimento da prótese estão entre elas.

Autor: Divulgação

Prótese de silicone: conheça complicações mais recorrentes

Perda da audição na infância, quais seus efeitos?

Como o diagnóstico rápido da perda auditiva pode ajudar no desenvolvimento infantil.

Autor: Divulgação

Perda da audição na infância, quais seus efeitos?

Dores nas costas lideram causas de afastamento do trabalho no Brasil

Para ter o benefício por incapacidade temporária, o primeiro passo é procurar um médico especialista.

Autor: Adriana Belintani

Dores nas costas lideram causas de afastamento do trabalho no Brasil

Projeto de Lei quer disponibilizar adrenalina autoinjetável pelo SUS

A proposta será analisada em caráter conclusivo pelas comissões de Saúde; de Finanças e Tributação, de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Autor: Divulgação

Projeto de Lei quer disponibilizar adrenalina autoinjetável pelo SUS

Gastrite: dicas para prevenir e tratar a doença

O Google Trends, um dos sites mais famosos de busca na internet, vem apontando “gastrite” como um dos temas mais pesquisados pelos usuários.

Autor: Divulgação

Gastrite: dicas para prevenir e tratar a doença

Especialistas alertam para cuidados com queimaduras de limão, sol e água-viva

Comuns no verão, essas lesões podem se tornar graves se não tiverem a atenção necessária.

Autor: Divulgação

Especialistas alertam para cuidados com queimaduras de limão, sol e água-viva

Dengue: hidratação com até 6 litros de água pode evitar o tipo hemorrágico

Especialista em Saúde Pública esclarece que uma pessoa pode adoecer quatro vezes com os quatro sorotipos da doença.

Autor: Divulgação

Dengue: hidratação com até 6 litros de água pode evitar o tipo hemorrágico

Menopausa: sintomas, tratamentos e dicas

Ginecologista Loreta Canivilo explica tudo sobre esse período da vida da mulher.

Autor: Divulgação

Menopausa: sintomas, tratamentos e dicas

Crianças e Dengue: como prevenir?

Número de casos é alto entre os pequenos e algumas faixas etárias não podem sequer usar repelentes contra insetos.

Autor: Divulgação

Crianças e Dengue: como prevenir?

Dengue, Chikungunya e Zika: conheça os sintomas de cada doença

“Os sintomas podem ser parecidos, por isso, é importante uma avaliação médica”.

Autor: Divulgação

Dengue, Chikungunya e Zika: conheça os sintomas de cada doença

Maioria dos adultos sofrem com dores ou inchaços após o dia de trabalho

Um estudo recente aponta que uma grande parcela da população adulta relata sentir dores e inchaços após um longo dia de trabalho.

Autor: Divulgação

Maioria dos adultos sofrem com dores ou inchaços após o dia de trabalho

Novo corpo, novo indivíduo, novo eu

A cirurgia desempenha um papel importante na vida dos pacientes pós-bariátrica.

Autor: Simone Barros

Novo corpo, novo indivíduo, novo eu