Minha fé é maior que meu medo

Nos momentos de crise que devemos tomar o impulso necessário para enxergarmos novas e promissoras oportunidades.


Autor: J. A. Puppio

12/02/2017 - 10:00

Em tempos de dificuldade econômica e política, é uma tradição que a população como um todo tenha um sentimento de pessimismo e temor pelo que virá. Em todos os setores da sociedade, a população e o governo resolvem baixar a guarda, dar um passo atrás ou simplesmente parar de tomar decisões para evitarem mergulhar de cabeça na tão temida crise, que o próprio político criou.

Entretanto, sigo o caminho inverso do senso comum. Acredito que é justamente nos momentos de crise que devemos tomar o impulso necessário para enxergarmos novas e promissoras oportunidades, levando em conta o ditado “depois a tempestade vem a bonança”, desde que o governo tome as providências corretas e necessárias para que tal ocorra.

Pois o povo,não tem participações na crise gerada pelo governo. Isso é absolutamente verdadeiro quando lembramos que estamos inseridos em um país imenso, com potencial e capacidade na mesma proporção, que foi Deus quem nos deu.

Pois não temos vulcão, tornados, área congeladas, por fim não temos nenhum acidente natural. Segundo dados do Ministério da Agricultura, o Brasil é o maior produtor e exportador mundial de café e o segundo maior consumidor do produto, cujo parque cafeeiro possui 2,25 milhões de hectares.

Por conta da diversidade de regiões destinadas à cultura do café, o país produz diversos tipos do produto, o que possibilita atender às diversas demandas mundiais. O país segue na ponta da produção de cana-de-açúcar, açúcar e etanol. É responsável por mais da metade do açúcar comercializado mundialmente e conta com o aumento significativo do consumo interno de etanol.

Mas poderíamos estar não com 700 usinas de açúcar e álcool e sim com três milhões de usinas e poderíamos quase que abastecer o mundo com etanol e gerar uma imensidão de empregos, se o governo colocasse uma política correta da cana de açúcar.

Com uma produção média anual de 3,5 milhões de toneladas, o típico feijão das mesas dos brasileiros faz o país alcançar a marca de maior produtor mundial do produto, mais ainda poderíamos chegar a exportar esta leguminosa se uma política adequada fosse implantada pelo governo.

Outro produto que faz o país ocupar a liderança é a laranja. O Brasil é responsável por 60% da produção mundial de suco de laranja e é o maior exportador do produto, mas já detivemos 75% da produção mundial da laranja e precisamos voltar a esse patamar, mas sem incentivos e com uma carga tributaria horrível não vamos chegar a lugar nenhum.

Temos ganhado notoriedade em outras culturas, como o algodão. Passamos de maior importador para o terceiro maior exportador do produto e ocupamos a terceira colocação na produção de milho, sem mencionar que temos hoje o segundo lugar na produção do cacau.

Isso quando falamos apenas em culturas agrícolas. Se avançarmos mais um pouco, observaremos um potencial imenso em diversos setores, como na indústria de minérios e de transformação, já que abastece todos os setores produtivos do Brasil, e funciona como termômetro dos investimentos no país.

O País como um todo poderia trazer uma distribuição das riquezas naturais, com uma política democrática melhor e mais aberta. Embora reconheçamos que, atualmente, todos os setores enfrentam dificuldades, não por problemas dos produtores e sim de uma má administração do governo, para se manterem e se vejam obrigados, em última instância, a reduzir o quadro de funcionários, considero de suma importância a implementação de medidas rápidas e eficazes do governo, capazes de restabelecer a confiança da população e de elevar o país a um patamar de destaque no cenário mundial, mesmo sabendo que poderá ser uma recuperação longa, mas precisamos de um GOVERNO CORAJOSO e INTELIGENTE para colocar políticos corretos no dia a dia.

Um bom e importante começo seria termos um país que acredita e que implementa reformas estruturantes e políticas, reduz a taxa de juros, incentiva o consumo e diminui os custos da máquina pública e reduz a carga tributária que hoje é impagável.

Sem cortar na carne do governo e não do povo ,o governo não consegui fazer a economia girar somente empurra com barriga. E a nós, brasileiros, cabe a nossa parte em cobrar desses mesmos governantes a efetiva tomada de decisões claras e transparentes, que objetivem manter a relevância naquilo que o país já ocupa as primeiras colocações e desenvolver os potenciais que o Brasil tem plena competência em explorar, tendo a coragem de renovar a casta política que já deu flor.

É imperioso mantermos a fé, mas uma fé viva e ativa, para que, juntos, possamos contribuir para um país rico e desenvolvido, que merece ocupar a primeira fileira das grandes nações desenvolvidas. Fazendo com que o povo tenha condições de se desenvolver aproveitando das riquezas naturais do todo país.

* J.A.Puppio é empresário, autor do livro “Impossível é o que não se tentou”.





Mineirão sedia Gula Festival de Food Trucks

BH recebe um dos maiores festivais de food trucks do país neste sábado.


Banco Central reduz projeção da inflação novamente

Mundo Empresarial

Banco Central reduz projeção da inflação novamente

Mercado financeiro reduz estimativa de inflação para 3,92% este ano.


Frutas: tome cuidado!

Saúde

Frutas: tome cuidado!

Passe a língua na superfície dos dentes naturais e perceba a textura lisa que eles possuem.


Estudantes ficam indecisos sobre o retorno profissional

Estudantes do Ensino Médio se mostram indecisos sobre o retorno do investimento numa graduação.



Você sabe o que é Bichectomia?

Beleza Pura

Você sabe o que é Bichectomia?

Bichectomia é um procedimento muito procurado por atrizes que "afina o rosto" retirando as bochechas.


Divulgação de delações eleva caos político

Café Pequeno

Divulgação de delações eleva caos político

Avalanche de vídeos e documentos com acusações dos executivos da JBS implica nomes dos principais partidos.


Domingos Montagner vive um político em filme de terror

O Rastro está m cartaz nos cinemas de todo o país.


FMI projeta crescimento de 0,2% para o Brasil em 2017

Mundo Empresarial

FMI projeta crescimento de 0,2% para o Brasil em 2017

Findo aina prevê expansão econômica de 1,7% para 2018.


Vocalista Chris Cornell morre aos 52 anos

Famosos

Vocalista Chris Cornell morre aos 52 anos

Vocalista do Soundgarden e do Audioslave, morre aos 52 anos, por enforcamento.


Belotur abre cadastramento para o maior Arraial de BH

Notas Musicais

Belotur abre cadastramento para o maior Arraial de BH

Festas juninas gratuitas em logradouros públicos terão isenção de taxas de licenciamento.


Vacinação contra a gripe atinge só 53% do público-alvo

Saúde

Vacinação contra a gripe atinge só 53% do público-alvo

Entre a população considerada prioritária, os idosos registraram maior cobertura vacinal.


26,5 mi de brasileiros não têm trabalho adequado

Mundo Empresarial

26,5 mi de brasileiros não têm trabalho adequado

A Região Nordeste tem a maior taxa de desocupação do país.


Café Pequeno

"Não renunciarei" diz Michel Temer em pronunciamento

Foi a primeira fala do presidente após divulgação de reportagem do jornal O Globo.


Google lançará pagamento por celular no Brasil

O Google anunciou nesta quarta-feira que o Android Pay, seu sistema de pagamentos por celular, chegará ao Brasil ainda neste ano.


Café Pequeno

"Brasil mergulha em novo caos político"

Jornais europeus destacam que gravação envolvendo Michel Temer em corrupção pode acelerar fim de sua presidência.


Supremo afasta Aécio do Senado

Café Pequeno

Supremo afasta Aécio do Senado

Após revelação de áudio em que parlamentar pede 2 milhões de reais a dono da JBS, STF decide interromper mandato do tucano.


Longa com Isis Valverde e Gil Coelho é produção da Total Filmes em coprodução com Miravista/Disney.



Cresce a violência contra pessoas LGBT no país

Café Pequeno

Cresce a violência contra pessoas LGBT no país

A cada 25 horas, uma pessoa é assassinada no Brasil.


Campanha alerta sobre Síndrome Alcoólica Fetal

Saúde

Campanha alerta sobre Síndrome Alcoólica Fetal

Doença atinge bebês de mulheres que ingeriram bebidas alcoólicas durante a gravidez.


Limitar temperatura é questão de sobrevivência mundial

Fórum climático faz alerta alarmante para o aquecimento global.


É impossível ser feliz sozinho?

Mundo Empresarial

É impossível ser feliz sozinho?

Coach fala sobre o amor nos tempos atuais.


EUA, Reino Unido e Japão oferecem bolsas de estudos

Educação & Capacitação

EUA, Reino Unido e Japão oferecem bolsas de estudos

Estudar fora do país é uma boa escolha para alavancar sua carreira e ganhar mais experiência.


Dicas para aliviar e evitar as rugas

Saúde

Dicas para aliviar e evitar as rugas

Antes de começar os cuidados é preciso conhecer as suas causas.


A diferença entre placebos e a oração

Bem Viver

A diferença entre placebos e a oração

"O amor verdadeiro não é uma reação química, mas uma influência divina."


A figura masculina no jardim de infância

Educação & Capacitação

A figura masculina no jardim de infância

Educação infantil continua sendo em grande parte vista como algo para mulheres.


Como a publicidade incentiva as

Briefing

Como a publicidade incentiva as "fake news"

Sistema de anúncios online contribui para que popularidade de matérias seja mais importante do que a veracidade delas.