Minha fé é maior que meu medo

Nos momentos de crise que devemos tomar o impulso necessário para enxergarmos novas e promissoras oportunidades.


Autor: J. A. Puppio

12/02/2017 - 10:00

Em tempos de dificuldade econômica e política, é uma tradição que a população como um todo tenha um sentimento de pessimismo e temor pelo que virá. Em todos os setores da sociedade, a população e o governo resolvem baixar a guarda, dar um passo atrás ou simplesmente parar de tomar decisões para evitarem mergulhar de cabeça na tão temida crise, que o próprio político criou.

Entretanto, sigo o caminho inverso do senso comum. Acredito que é justamente nos momentos de crise que devemos tomar o impulso necessário para enxergarmos novas e promissoras oportunidades, levando em conta o ditado “depois a tempestade vem a bonança”, desde que o governo tome as providências corretas e necessárias para que tal ocorra.

Pois o povo,não tem participações na crise gerada pelo governo. Isso é absolutamente verdadeiro quando lembramos que estamos inseridos em um país imenso, com potencial e capacidade na mesma proporção, que foi Deus quem nos deu.

Pois não temos vulcão, tornados, área congeladas, por fim não temos nenhum acidente natural. Segundo dados do Ministério da Agricultura, o Brasil é o maior produtor e exportador mundial de café e o segundo maior consumidor do produto, cujo parque cafeeiro possui 2,25 milhões de hectares.

Por conta da diversidade de regiões destinadas à cultura do café, o país produz diversos tipos do produto, o que possibilita atender às diversas demandas mundiais. O país segue na ponta da produção de cana-de-açúcar, açúcar e etanol. É responsável por mais da metade do açúcar comercializado mundialmente e conta com o aumento significativo do consumo interno de etanol.

Mas poderíamos estar não com 700 usinas de açúcar e álcool e sim com três milhões de usinas e poderíamos quase que abastecer o mundo com etanol e gerar uma imensidão de empregos, se o governo colocasse uma política correta da cana de açúcar.

Com uma produção média anual de 3,5 milhões de toneladas, o típico feijão das mesas dos brasileiros faz o país alcançar a marca de maior produtor mundial do produto, mais ainda poderíamos chegar a exportar esta leguminosa se uma política adequada fosse implantada pelo governo.

Outro produto que faz o país ocupar a liderança é a laranja. O Brasil é responsável por 60% da produção mundial de suco de laranja e é o maior exportador do produto, mas já detivemos 75% da produção mundial da laranja e precisamos voltar a esse patamar, mas sem incentivos e com uma carga tributaria horrível não vamos chegar a lugar nenhum.

Temos ganhado notoriedade em outras culturas, como o algodão. Passamos de maior importador para o terceiro maior exportador do produto e ocupamos a terceira colocação na produção de milho, sem mencionar que temos hoje o segundo lugar na produção do cacau.

Isso quando falamos apenas em culturas agrícolas. Se avançarmos mais um pouco, observaremos um potencial imenso em diversos setores, como na indústria de minérios e de transformação, já que abastece todos os setores produtivos do Brasil, e funciona como termômetro dos investimentos no país.

O País como um todo poderia trazer uma distribuição das riquezas naturais, com uma política democrática melhor e mais aberta. Embora reconheçamos que, atualmente, todos os setores enfrentam dificuldades, não por problemas dos produtores e sim de uma má administração do governo, para se manterem e se vejam obrigados, em última instância, a reduzir o quadro de funcionários, considero de suma importância a implementação de medidas rápidas e eficazes do governo, capazes de restabelecer a confiança da população e de elevar o país a um patamar de destaque no cenário mundial, mesmo sabendo que poderá ser uma recuperação longa, mas precisamos de um GOVERNO CORAJOSO e INTELIGENTE para colocar políticos corretos no dia a dia.

Um bom e importante começo seria termos um país que acredita e que implementa reformas estruturantes e políticas, reduz a taxa de juros, incentiva o consumo e diminui os custos da máquina pública e reduz a carga tributária que hoje é impagável.

Sem cortar na carne do governo e não do povo ,o governo não consegui fazer a economia girar somente empurra com barriga. E a nós, brasileiros, cabe a nossa parte em cobrar desses mesmos governantes a efetiva tomada de decisões claras e transparentes, que objetivem manter a relevância naquilo que o país já ocupa as primeiras colocações e desenvolver os potenciais que o Brasil tem plena competência em explorar, tendo a coragem de renovar a casta política que já deu flor.

É imperioso mantermos a fé, mas uma fé viva e ativa, para que, juntos, possamos contribuir para um país rico e desenvolvido, que merece ocupar a primeira fileira das grandes nações desenvolvidas. Fazendo com que o povo tenha condições de se desenvolver aproveitando das riquezas naturais do todo país.

* J.A.Puppio é empresário, autor do livro “Impossível é o que não se tentou”.





Festival exibe 32 filmes inéditos sobre deficiência

Assim Vivemos - Festival Internacional de Filmes sobre Deficiência chega à sua 8ª edição no Rio.


 WhatsApp vai permitir transações bancárias no app

Digital

WhatsApp vai permitir transações bancárias no app

O recurso ainda está em desenvolvimento e deve começar a funcionar depois do app liberar sua plataforma para empresas.


Minha sogra veio morar em casa. E agora?

Bem Viver

Minha sogra veio morar em casa. E agora?

60% dos conflitos familiares são entre noras e sogras e apenas 15% entre genros e sogras.


Volume de exportações cresce 12,5% em julho, diz FGV

O volume das importações também cresceu 10,8% no mesmo período.



BNDES fecha 1º semestre com lucro líquido de R$ 1,34 bi

Café Pequeno

BNDES fecha 1º semestre com lucro líquido de R$ 1,34 bi

No mesmo período de 2016, o Banco de Desenvolvimento teve prejuízo líquido de R$ 2,17 bilhões.


Tarifas promocionais chegam às viagens interestaduais

Utilidade Pública

Tarifas promocionais chegam às viagens interestaduais

Nova resolução possibilitará aos consumidores escolher as ofertas mais vantajosas para o seu bolso.


Superproteção pode comprometer o desenvolvimento dos filhos

A psicóloga Simone Domingues explica como formar adultos independentes e autoconfiantes.


Nem só de sal e pimenta vive uma receita

Alimentos e Bebidas

Nem só de sal e pimenta vive uma receita

Dicas de ingredientes que ajudam a intensificar o sabor dos pratos sem usar o sal.


Pesquisa mostra perspectivas de empresários do comércio

Mundo Empresarial

Pesquisa mostra perspectivas de empresários do comércio

Para 39% dos empresários de comércio e serviços, economia irá crescer no segundo semestre, apontam SPC Brasil e CNDL


Turma do Pagode lança mais uma faixa de Misturadin

Notas Musicais

Turma do Pagode lança mais uma faixa de Misturadin

Nova música é um medley com “Mania TDP” e “Nosso DNA”.


Rock in Rio confirma Youtubers para palco Digital Stage

Noticias Culturais

Rock in Rio confirma Youtubers para palco Digital Stage

Whindersson Nunes, Christian Figueiredo Mauricio Meirelles são alguns dos headliners confirmados


Livro de Romário faz revelações sobre o futebol brasileiro

Famosos

Livro de Romário faz revelações sobre o futebol brasileiro

Livro "Um olho na bola e o outro no cartola" será lançado dia 2 de setembro na Bienal do Livro do Rio.


Lei que protege biodiversidade marinha é aprovada

Ciência & Ambiente

Lei que protege biodiversidade marinha é aprovada

Lei do Mar dá ênfase aos serviços ecossistêmicos prestados pelo bioma, como a regulação do clima.


Internet das Coisas vai atuar na mineração

Projeto conta com colaboradores para detectar problemas e pensar soluções do setor.


Cidades históricas de Minas lançam WebTV

Digital

Cidades históricas de Minas lançam WebTV

Produções irão divulgar o patrimônio cultural mineiro.


ONU propõe que União Europeia acolha refugiados

Café Pequeno

ONU propõe que União Europeia acolha refugiados

Atualmente a União Europeia (UE) acolhe 20 mil refugiados.


Economia compartilhada torna a vida mais fácil

Pesquisa mostra que 40% dos brasileiros já trocaram hotel por residência de terceiros.



Tom Cavalcante leva espetáculo

Famosos

Tom Cavalcante leva espetáculo "Stomdup" a São Paulo

Espaço das Américas abre as portas para Tom Cavalcante no dia 20 de agosto.


Scalene lança clipe nas mídias digitais do Rock in Rio

Notas Musicais

Scalene lança clipe nas mídias digitais do Rock in Rio

Música "distopia" faz parte do novo disco da banda, Magnetite.


Saiba como aumentar a restituição do IR

É preciso pensar no imposto com antecedência, para reduzir erros e ganhar mais dinheiro.


Oito motivos para incluir castanhas na alimentação

Alimentos e Bebidas

Oito motivos para incluir castanhas na alimentação

As castanhas ajudam a controlar o peso e a glicemia e a prevenir doenças cardiovasculares.


Safra de grãos pode ter novo recorde em 2017, diz IBGE

Mundo Empresarial

Safra de grãos pode ter novo recorde em 2017, diz IBGE

Previsão de safra recorde de grãos sobe e atinge 242 milhões de toneladas.


Oscar 2018 abre inscrições para filmes brasileiros

Na Tela

Oscar 2018 abre inscrições para filmes brasileiros

Poderão concorrer longas exibidos entre 1º de outubro de 2016 e 30 de setembro de 2017.


Brasil puxa Clima Econômico da América Latina para baixo

Café Pequeno

Brasil puxa Clima Econômico da América Latina para baixo

Clima Econômico da América Latina fica abaixo da média dos últimos 10 anos


Comunidades quilombolas de 4 estados são reconhecidas

Utilidade Pública

Comunidades quilombolas de 4 estados são reconhecidas

Incra reconhece terras de comunidades quilombolas da Bahia, Pará, Paraíba e Sergipe.


USP lança canal no Youtube com aulas em todas as áreas

Educação & Capacitação

USP lança canal no Youtube com aulas em todas as áreas

São mais de dois mil vídeos com aulas, debates e descobertas científicas da universidade.