Portal O Debate
Grupo WhatsApp


A escolha da profissão

A escolha da profissão

08/12/2018 Oscar D'Ambrosio

A sociedade oferece hoje oportunidades bem mais diversificadas do que as do século passado.

Cada vez existe um maior consenso de que somos obrigados a escolher no momento inadequado a profissão que abraçaremos teoricamente por toda a vida. No terceiro ano do ensino médio, pouco sabemos sobre nós mesmos, sobre o mundo e sobre nossas vocações, ainda mais num mundo tão dinâmico como o de hoje.

Além disso, a sociedade oferece hoje oportunidades bem mais diversificadas do que as do século passado. Áreas tradicionais, como engenharia, direito e medicina, têm múltiplas facetas e carreiras híbridas vem ganhando espaço num mercado de trabalho em que se multiplicam possibilidades – e nem todas associadas ao ensino superior.

Em visita ao KidZania, local de entretenimento e educação com mais de 20 centros no mundo como São Paulo, SP, crianças de 3 a 14 anos podem explorar livremente cada uma das 50 atividades disponíveis em uma área de mais de 8.500 metros quadrados. Pode-se experimentar por cerca de 20 minutos a vivência de cada uma das profissões citadas – e de muitas outras atividades profissionais.

É interessante verificar como, nesse espírito lúdico, as atividades de comunicação, por exemplo, ganham espaço e adesão das crianças, principalmente as atividades de youtuber, fotógrafo, radialista e jornalista. O desejo de fazer, de ser visto e de ser ouvido é grande, sinal de uma geração que deseja cada vez mais falar, se mostrar e ser vista. A questão é se alguém quer ouvir. É para pensar...

* Oscar D´Ambrosio é jornalista pela USP, mestre em Artes Visuais pela Unesp, graduado em Letras (Português e Inglês) e doutor em Educação, Arte e História da Cultura pela Universidade Presbiteriana Mackenzie e Gerente de Comunicação e Marketing da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo.

Fonte: Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo



Luto e perdas na pandemia: o que estamos vivendo?

Temos presenciado uma batalha dolorosa em todo o mundo com o novo coronavírus (COVID-19).


Encare a realidade da forma correta

Em algum momento todos nós vamos precisar dessa mensagem.


Contraponto a manifestação do Jornalista Lucas Lanna

Inicialmente gostaria de parabenizar o jovem e competente jornalista Lucas Lanna Resende, agradecendo a forma respeitosa que diverge da matéria por mim assinada e intitulada “O Brasil deve um almoço a Roberto Jefferson”.


O Brasil deve um almoço a Roberto Jefferson?

Nos últimos dias, um artigo intitulado O Brasil deve um almoço a Roberto Jefferson, do advogado e ex-juiz do Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE-MG), Bady Curi, foi publicado neste espaço


O Brasil deve um almoço a Roberto Jefferson

A esquerda diz temer pela Democracia em razão de alguns pronunciamentos do Presidente Bolsonaro.


O Brasil, a logística e os “voos de galinha”

Parcerias público-privadas, com base no tripé da sustentabilidade podem proporcionar excelentes projetos para a logística no Brasil.


Eça e a famosa estatueta

Nos derradeiros anos do século transacto, tive a oportunidade de conhecer e entrevistar, D. Emília Eça de Queiroz.


Roda de histórias

Meu avô paterno, Seu Dito, era um bom contador de histórias. Contava com a mesma ênfase, fatos e ficções.


Infodemia: a pandemia de desinformação

Todos os dias em nossos smartphones, computadores e TVs, temos uma verdadeira chuva de informações, e nem sempre é possível conferir a veracidade delas.


O problema não é a Cloroquina

Estamos diante de uma doença ameaçadora, nunca antes vivida por nossa geração.


Liderança: Arte e Ciência

O que faz uma pessoa aceitar e reconhecer a liderança de outra?


Reflexões éticas em tempos de Coronavírus

Atualmente, vivemos num cenário de turbulências e preocupações com os impactos sociais e econômicos atuais que virão em decorrência da pandemia do vírus Covid-19.