Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Administrador: 51 anos da profissão

Administrador: 51 anos da profissão

18/10/2016 José Alfredo Machado de Assis

A profissão de Administrador no Brasil completou 51 anos no último dia 9 de setembro.

Ao todo, o País tem hoje cerca de 1,5 milhão de bacharéis em Administração. Quatro décadas após a aprovação da Lei 4.769/65, que regulamentou a profissão, a graduação na área já ocupa o primeiro lugar no ranking dos cursos mais procurados do país.

Oferecido em mais de 1.700 estabelecimentos de ensino e com mais de 600 mil estudantes matriculados, a Administração atrai hoje, mais estudantes do que em qualquer outra área. São mais de 70.000 formandos em Administração por ano.

Não é por acaso que quase 70% dos cargos de gerência em empresas brasileiras são ocupados por Administradores. A profissão tem se desenvolvido a cada ano, ampliando a capacidade de gestão das organizações com a inclusão das novas ferramentas trazidas pela globalização, numa busca constante por conhecimento, estratégias criativas e otimização de resultados.

Tanto a demanda do mercado de trabalho pelos profissionais da área, como o aumento da procura pela graduação, refletem o reconhecimento conquistado pela profissão no Brasil. O Administrador profissional é preparado para identificar e solucionar problemas, em todas as fases de decisão de uma organização, como planejamento, organização, direção e controle.

Ele ainda é capaz de prever, evitar e solucionar questões que, sem estes cuidados, podem tornar-se fatais não apenas para a sobrevivência de empresas da iniciativa privada, mas também do serviço público, gerando sérios transtornos para a população.

Cabe ao Conselho Regional de Administração (CRA-SP) a fiscalização do exercício da profissão no Estado de São Paulo, através de um trabalho sério e competente da sua Sede e das suas Seccionais e de esclarecer à Sociedade sobre o papel do Administrador no desenvolvimento de organizações mais sustentáveis, contribuindo para o crescimento econômico e social do País.

O objetivo da CHAPA 1 MUDE, é de restabelecer uma fiscalização eficaz junto às Empresas para que com isso possamos defender o mercado de trabalho tão almejado pelos Administradores. Hoje, temos no Brasil mais de 5 Milhões de Empresas constituídas e aproximadamente 230.000 Organizações do Terceiro Setor – ONGs.

* José Alfredo Machado De Assis é graduado em administração de empresas pela “UNIFIEO”, com especialização em “Business Administration” pela Richardson Electronics (ill-USA), consultor de empresas e candidato a conselheiro nas eleições de 18 de outubro no CRA-SP pela chapa 1 Mude.



A desconstrução do mundo

Quando saí do Brasil para morar no exterior, eu sabia que muita coisa iria mudar: mais uma língua, outros costumes, novas paisagens.

Autor: João Filipe da Mata


Por nova (e justa) distribuição tributária

Do bolo dos impostos arrecadados no País, 68% vão para a União, 24% para os Estados e apenas 18% para os municípios.

Autor: Tenente Dirceu Cardoso Gonçalves


Um debate desastroso e a dúvida Biden

Com a proximidade das eleições presidenciais nos Estados Unidos, marcadas para novembro deste ano, realizou-se, na última semana, o primeiro debate entre os pleiteantes de 2024 à Casa Branca: Donald Trump e Joe Biden.

Autor: João Alfredo Lopes Nyegray


Aquiles e seu calcanhar

O mito do herói grego Aquiles adentrou nosso imaginário e nossa nomenclatura médica: o tendão que se insere em nosso calcanhar foi chamado de tendão de Aquiles em homenagem a esse herói.

Autor: Marco Antonio Spinelli


Falta aos brasileiros a sede de verdade

Sigmund Freud (1856-1939), o famoso psicanalista austríaco, escreveu: “As massas nunca tiveram sede de verdade. Elas querem ilusões e nem sabem viver sem elas”.

Autor: Samuel Hanan


Uma batalha política como a de Caim e Abel

Em meio ao turbilhão global, o caos e a desordem só aumentam, e o Juiz Universal está preparando o lançamento da grande colheita da humanidade.

Autor: Benedicto Ismael Camargo Dutra


De olho na alta e/ou criação de impostos

Trava-se, no Congresso Nacional, a grande batalha tributária, embutida na reforma que realinhou, deu nova nomenclatura aos impostos e agora busca enquadrar os produtos ao apetite do fisco e do governo.

Autor: Tenente Dirceu Cardoso Gonçalves


O Pronto Atendimento e o desafio do acolhimento na saúde

O trabalho dentro de um hospital é complexo devido a diversas camadas de atendimento que são necessárias para abranger as necessidades de todos os pacientes.

Autor: José Arthur Brasil


Como melhorar a segurança na movimentação de cargas na construção civil?

O setor da construção civil é um dos mais importantes para a economia do país e tem impacto direto na geração de empregos.

Autor: Fernando Fuertes


As restrições eleitorais contra uso da máquina pública

Estamos em contagem regressiva. As eleições municipais de 2024 ocorrerão no dia 6 de outubro, em todas as cidades do país.

Autor: Wilson Pedroso


Filosofia na calçada

As cidades do interior de Minas, e penso que de outros estados também, nos proporcionam oportunidades de conviver com as pessoas em muitas situações comuns que, no entanto, revelam suas características e personalidades.

Autor: Antônio Marcos Ferreira


Onde começam os juros abusivos?

A imagem do brasileiro se sustenta em valores positivos, mas, infelizmente, também negativos.

Autor: Matheus Bessa