Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Água: sem ela, deixaríamos de existir

Água: sem ela, deixaríamos de existir

07/07/2015 Floriano de Lima Nascimento

“Nenhuma questão é mais importante do que a da água”, diz Frei Leonardo Boff, pois dela depende a sobrevivência de toda a cadeia da vida e, consequentemente do nosso próprio futuro.

Especialistas e grupos de humanistas já sugeriram um pacto social ao redor daquilo que é vital para todos: “independentemente das discussões que envolvem o tema, não podemos ignorar um fato indiscutível: a água é um bem natural, vital, insubstituível e comum a todos os seres viventes”. Deve ser considerado crime contra a humanidade a privação, por quaisquer meios, da água utilizada para beber ou para uso medicinal, de higiene, etc. Todas as pessoas físicas ou jurídicas, detentoras de reservas privadas de água, deveriam reservar, em princípio, pelo menos, 20% dessas reservas para fins de consumo da população.

Ora, segundo opinião do já citado Frei Leonardo Boff, posta a questão nesses termos, cabe-nos agir com todo empenho ao nosso alcance para fortalecer, valorizar, ampliar, melhorar a qualidade e fazer chegar a um número cada vez maior de pessoas os benefícios da água tratada e acessível ao público.

Nenhum desafio é maior, neste momento, do que a escassez da “água de beber”,  colocada em risco pelos desmandos de uma civilização descuidada e, em muitos casos, francamente irresponsável e omissa diante da obrigação de proteger os recursos naturais do Planeta Terra.

O que temos feito para proteger o meio ambiente – as águas, as matas, a atmosfera e o ar que nos permite viver? Sabemos que há irresponsabilidade, em muitos casos criminosos, na maneira como são tratados os recursos naturais no Planeta, os únicos capazes de assegurar a sustentabilidade da vida. 

Mas tudo deve ser feito com urgência, dado a gravidade da situação a que chegamos! Vamos unir esforços para evitar o que pode vir a ser a maior catástrofe do nosso planeta! Para essa tarefa, estão convidados os governos estaduais e municipais, além de entidades privadas capazes de oferecer soluções. Esta é mais uma campanha de O Debate! Envie sua sugestão!

Aqueles que nunca se preocuparam em cuidar seriamente dos recursos hídricos certamente adotarão uma atitude mais responsável a partir de agora: guerras, super povoamento do Planeta,fome e outras ameaças, sem deixar de ser trágicas, cedem lugar a um fenômeno que já está tirando o sono de muita gente: a escassez do precioso liquido: nenhum desafio é maior, neste momento, que a crise hídrica, já resultante de desmandos de uma civilização descuidada e, em muitos casos, francamente irresponsável e omissa diante da obrigação de proteger os recursos naturais do planeta em que vivemos.

Afinal de contas, o que temos feito para proteger o meio ambiente – as águas, as matas, a atmosfera e o ar que nos permite sobreviver?



Viver não custa…

Meses depois de ter casado, na Igreja, fui viver para andar de prédio, que ficava nos subúrbios da minha cidade.


Insetos na dieta

Aproximadamente dois bilhões de pessoas em 130 países já comem insetos regularmente.


Habilidades socioemocionais podem ser aprendidas

Desde o início da infância, as pessoas aprendem um conjunto de comportamentos que são utilizados nas diferentes interações sociais.


Entenda porque amor é diferente de paixão

Você sabe diferenciar o amor da paixão?


A finalidade e controle das ONGs

O mais adequado não é combatê-las, mas manter sob controle as suas ações como forma de evitar desvio de finalidade, corrupção e outras distorções.


A reforma da máquina pública

A aprovação da reforma da Previdência, pela Câmara dos Deputados, é um avanço do governo.


Os desafios da maternidade e do mercado de trabalho

Ter filhos não é fator de impedimento para uma mulher trabalhar.


Todos querem ser ricos…

Mais vale pobreza, com paz e consciência limpa, que riqueza, sem sossego, alma escurecida, e pesados de remorsos.


A importância de empoderar nossas meninas

Fatores culturais de valorização do masculino, enraizados desde sempre na nossa sociedade, afetam a autoestima e a confiança feminina.


Advogados e Cursos jurídicos

Onze de Agosto é o Dia da Fundação dos Cursos de Direito e é também o Dia do Advogado.


Empresas e paternidade: uma mudança a ser nutrida

Daqui a cinco ou dez anos, nem você nem ninguém se lembrará com precisão da tarefa que está fazendo no trabalho neste minuto.


Ética de advogados e juízes

A advocacia e a magistratura têm códigos de ética diferentes.