Portal O Debate
Grupo WhatsApp


Apagaram-se as luzes, perdi o show

Apagaram-se as luzes, perdi o show

19/10/2020 Celina Moraes

Meu pai só gostava de músicas sertanejas, mas quando o cantor Roberto Leal aparecia na TV, ele me chamava para assisti-lo e ficava ouvindo junto.

Ele sabia que aquele loirinho era o ídolo da filha de 15 anos. Numa época sem Internet e YouTube, eu dependia da TV para ver meu cantor predileto e das rádios para ouvir suas músicas.

Seus discos me inspiraram a criar diários e a sonhar com o amor. Um dia lhe escrevi uma carta. A resposta veio rápida e com uma foto autografada.

Aos 17 anos, mudei-me para São Paulo. Estaria mais perto do ídolo, mas continuei o vendo só pela TV e ouvindo suas músicas pelas rádios, porque assistir a um show para mim era um luxo na época.

O tempo passou e substituí o ídolo da adolescência por outros da minha juventude. As décadas passaram e ao passar de meio século de vida, eu tive uma crise de flashback.

Mergulhei nas profundezas do tempo e na descida encontrei algumas frustrações e tristezas que deixei no fundo do mar do passado onde já estavam naufragadas. Para a superfície, resgatei alguns tesouros, como a paixão pelo ídolo dos 15 anos.

O ano era 2017 e, na ânsia de dar vida a desejos antigos, decidi assistir a um show do cantor. 365 dias voaram. Adiei o desejo para 2018. Mais um ano voou e veio 2019.

Prometi que daquele ano não passaria. Eu estava certa. Jamais passaria de 2019. Um dia, olhando mensagens no celular, uma notícia me paralisou. A vida tinha me dado uma rasteira por ter me esquecido do hoje e confiado no amanhã.

Os olhos do cantor loirinho Roberto Leal que tantas alegrias me deu na adolescência se fecharam em 15 de setembro de 2019. Não o vi e jamais o verei num palco. Restou a imortalidade do ídolo.

Eu não sabia da luta do cantor contra o câncer. Mas sabia que a morte é a realidade da vida. No vídeo de seu último show, Roberto Leal disse que jamais se imaginou cantando sentado e eu que sempre me imaginei aplaudindo-o de pé. Um ano após sua morte, o consolo é a foto autografada emoldurada e os vídeos no YouTube.

Os sonhos são os combustíveis da vida. Existem aqueles sonhos mais singelos e acessíveis de curto prazo e os grandes de longo prazo.

Não importa o tamanho e o tempo de um sonho, o importante é não se iludir com mais 365 dias de um ano vindouro para dirigir alguns quilômetros rumo a uma casa de show ou para dar pequenos passos diários rumo aos grandes sonhos de longo prazo.

A luz da vida do cantor se apagou. As músicas brilharão para sempre. Vira-vira! Arrebita! Aplausos ao show da vida!

*Celina Moraes é escritora e cronista.

Fonte: Drumond Assessoria de Comunicação



Covid-19 e a sua relação com os hábitos de consumo

O ano de 2020 marcou nossas vidas de modo significativo. Diversos dos nossos hábitos foram modificados e adaptados a uma nova realidade.


Lucros sem escrúpulos

Em discurso recente, o presidente Bolsonaro ameaçou divulgar quais países compram do Brasil madeira extraída ilegalmente.


Como ler o Articulista

Teixeira de Pascoais, grande poeta de Amarante, que faleceu em 1952, dizia: “Escrevendo, cedo apenas a uma necessidade espiritual de revelação ou confissão.” - “S. Jerónimo”


A prevenção de litígios no contexto da LGPD

A nova Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD) representa um avanço para o Brasil e nos coloca em posição de igualdade com as legislações dos países desenvolvidos.


O ciberespaço como terreno fértil para a formação de leitores

Há algum tempo as tecnologias digitais e redes sociais vêm sendo incorporadas como parte da rotina da população brasileira.


Mineração digital: descubra o que é e como funciona

A mineração é uma atividade econômica muito importante para o Brasil, já que possui grande influência no PIB e na geração de empregos indiretos e diretos.


O que é branding? Porque falam tanto nisso?

Se você pesquisar, verá que branding significa “gestão da marca”, é isso, porém o conceito vai além, uma vez que as marcas que mais se preocupam com a sua sobrevivência mercadológica, questionam a forma ideal de melhorar sua performance, seja no segmento de produto ou serviço.


Populismo racial

Quem são os responsáveis pelos assassinatos recorrentes de pretos e pobres no Brasil?


Precauções que todo o consumidor deve tomar na Black Friday

A Black Friday é popularmente conhecida como um evento, que ocorre geralmente na última semana de novembro, e tem como chamariz a oferta de produtos e serviços com preços atrativos.


Brasileiros precisam aprender a doar

A máxima de que o Brasil é um país solidário sempre esteve presente no imaginário do brasileiro.


Apertei a mão de Hélder Câmara

Foi concluído, no Vaticano, o processo de beatificação de Dom Hélder Câmara.


Estudo e pandemia: expectativas e realidade

A rotina de todos nós mudou repentinamente com a chegada da covid-19.