Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Como exercer a liderança?

Como exercer a liderança?

25/08/2021 Valdez Monterazo

Antes de responder a essa pergunta, preciso abrir e responder outro questionamento: quando se é líder?

A resposta é extremamente simples e direta: somos líderes quando temos seguidores. É similar a paternidade, se é pai quando se nasce o filho.

Dito isto, é totalmente possível renegar a posição de pai, a de líder, ou até mesmo exercê-la de maneira medíocre. Ou seja, ser líder não significa o mesmo de exercer a liderança.

Você já se frustrou ao ser subordinado a um líder despreparado? Se você respondeu sim, você não é o único.

A maioria dos líderes empresariais simplesmente não estão preparados para exercer a liderança. Como disse Napoleão Bonaparte, “um líder é um vendedor de esperança”.

Já ouviu aquele ditado popular: líder nasce pronto, ou você é ou não é. O ditado não poderia estar mais incorreto. A verdade é que a liderança precisa ser ativamente desenvolvida, e evocada, em cada indivíduo.

Isso significa que precisamos estudar e praticar a competência da liderança para exercê-la com maestria.

Dito isso, agora sim, vou responder a pergunta inicial:  como exercer a liderança? Uma visão pessoal é a de que a liderança é plenamente exercida quando o líder consegue cultivar e desenvolver três elementos:

1. Uma causa

Grandes líderes atraem liderados para junto de si, pois apontam para uma direção definida, seja isso um ideal a ser alcançado, um problema a ser resolvido, um inimigo em comum, ou seja, uma causa com a qual as pessoas se identificam.

Pense em ícones como Martim Luther King e Nelson Mandela. Perceba que ambos tinham uma causa nobre por detrás do movimento que lideraram e do impacto que causaram.

2. Uma personalidade atrativa

Diferente do que muitos podem imaginar, uma personalidade atrativa, no longo prazo, está inteiramente ligada a valores e forças de caráter.

Quando um líder vive por valores nobres, como liberdade, integridade, prosperidade etc., ele desenvolve uma personalidade brilhante e atraente.

3. Desenvolve liderados

Mais do que tudo, principalmente falando em líderes corporativos, desenvolver os liderados em termos de competências técnicas e comportamentais é um fator crucial.

E você? Se permita refletir: quais dos elementos precisa desenvolver em si mesmo para exercer plenamente o papel de líder?

Identificar pontos de melhoria em nossa própria competência é importantíssimo para que possamos promover mudanças significativas à nossa evolução.

O reflexo de uma liderança conduzida com maestria é claro é evidente:

- maior lucratividade por menores custos de contratação e demissão de colaboradores;

- retenção de talentos na empresa;

- vidas transformadas, pois o líder é um espelho de caráter;

Desenvolver a competência da liderança em empresários e executivos faz parte do trabalho feito em parceria com um coach executivo.

Líderes excelentes são capazes de mudar toda a trajetória de uma empresa, ou até mesmo de uma nação.

Espero que diante de tudo isso, você tenha se inspirado a se tornar um líder cada vez melhor e mais habilidoso, para que com isso, além de tracionar sua empresa ou carreira, você possa trazer esperança para as trajetórias de seus seguidores.

* Valdez Monterazo é associado sênior na Sociedade Brasileira de Coaching, especializado em negócios, liderança e psicologia positiva.

Para mais informações sobre liderança clique aqui…

Publique seu texto em nosso site que o Google vai te achar!

Fonte: Case Comunicação Integrada



Lições básicas de educação financeira para mudar de vida

As regras básicas da educação financeira, apesar de simples, não são observadas pela maioria das famílias brasileiras e a consequência imediata é o endividamento de grande parte delas.


Somos todos responsáveis

As curvas dos gráficos apontando para cima não mentem: uma nova onda de contaminação por covid-19 já é realidade na maior parte das cidades brasileiras.


A pandemia e a humanidade

Os últimos dois anos foram muito difíceis para todas as pessoas do planeta.


A pessoa diz não gostar de ler até encontrar um livro que gosta

Uma pesquisa realizada pelo Instituto Pró-Livro revelou que o brasileiro lê em média 4,96 livros por ano.


Como resolver problemas que parecem impossíveis?

Existe um ditado polinésio que diz o seguinte: você pode estar em cima de uma baleia, mas pescando carpas miúdas.


A queda de 93% no uso do cheque

Na infância e juventude - anos 50 e 60 do século passado - ouvi muitos comentários de que comerciantes, fazendeiros e endinheirados da época lucravam pagando seus compromissos com cheque de outras praças, que demoravam dias para ser liquidados.


Supervisionar ou treinar seu time?

Supervisionar atividades e resultados da equipe é um dos maiores desafios para inúmeros líderes.


Gestão empresarial e perspectivas para 2022

Após mais um ano de pandemia, a alta administração das empresas priorizou a sobrevivência enquanto teve de lidar com expectativas frustradas.


O que a pandemia nos ensinou sobre fortalecer nossas parcerias

A pandemia da COVID-19 forçou mudanças significativas na operação de muitas empresas.


O barulho em torno do criado-mudo

Se você entrar agora no site da Amazon e escrever (ou digitar) “criado-mudo”, vai aparecer uma resposta automática dizendo que você não deve usar essa expressão porque ela é racista.


Reputação digital: é possível se proteger contra conteúdos negativos

O ano é 2022 e há quem pense que a internet ainda é uma terra sem lei. A verdade é que a sociedade avançou e o mundo virtual também.


Questão de saúde pública, hanseníase ainda é causa de preconceito e discriminação

Desde 2016, o Ministério da Saúde realiza a campanha Janeiro Roxo, de conscientização sobre a hanseníase.