Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Como separar as contas da empresa das despesas pessoais

Como separar as contas da empresa das despesas pessoais

05/04/2018 Dora Ramos

Dicas simples para administrar o orçamento e garantir a destinação correta dos recursos.

Na correria do dia a dia, muitos microempreendedores têm dificuldade para separar as suas finanças pessoais das despesas do negócio. Assim, as contas acabam se confundindo e o empresário não consegue identificar o que foram gastos da empresa e quais retiradas serviram para atender necessidades individuais ou familiares.

No entanto, essa falta de organização pode ser muito prejudicial para a saúde financeira da PME, colocando em risco a sobrevivência do empreendimento. Por isso, para auxiliar os pequenos empresários, preparei algumas dicas simples e importantes para ajudá-los a administrar o orçamento e a garantir a destinação correta dos recursos. Confira:

1. Faça um registro dos gastos e despesas. Elabore uma planilha para registrar todos os gastos do negócio e as despesas pessoais, com uma separação nítida entre as contas da pessoa física e da pessoa jurídica. Atualmente, alguns softwares e aplicativos também podem auxiliar nesse processo de uma forma mais prática e segura.

2. Tenha contas bancárias separadas. Apesar de parecer algo óbvio, muitos empresários ainda não possuem contas específicas para o negócio. Para evitar confusão e controlar as despesas, é essencial separar cartões de crédito, débito e extratos bancários. Procure o auxílio de um banco para escolher a melhor opção para a sua empresa.

3. Estabeleça um salário fixo. Evite fazer retiradas da conta da empresa para cobrir seus gastos pessoais. Estabelecer um salário fixo, com uma renda mínima mensal, pode te ajudar a organizar melhor as finanças do negócio. Quando a empresa faturar mais ou quando as metas forem atingidas, é possível determinar um bônus ou premiação para você e para os funcionários.

4. Faça reservas financeiras. Os momentos de alto faturamento são ideais para fazer uma reserva financeira e evitar complicações futuras. Assim, em tempos de crise, você não precisará tirar dinheiro do próprio bolso para manter o funcionamento do negócio.

5. Busque a ajuda de um contador. É sempre importante estar informado sobre os seus direitos e sobre as novidades do setor em que a sua empresa atua. Um contador especialista pode ser um ótimo parceiro para identificar oportunidades, além de ajudá-lo a organizar as finanças e a manter as contas em dia.

* Dora Ramos é educadora, coach financeira e diretora responsável pela Fharos Contabilidade & Gestão Empresarial, em São Paulo.

Fonte: GP Image 



A desconstrução do mundo

Quando saí do Brasil para morar no exterior, eu sabia que muita coisa iria mudar: mais uma língua, outros costumes, novas paisagens.

Autor: João Filipe da Mata


Por nova (e justa) distribuição tributária

Do bolo dos impostos arrecadados no País, 68% vão para a União, 24% para os Estados e apenas 18% para os municípios.

Autor: Tenente Dirceu Cardoso Gonçalves


Um debate desastroso e a dúvida Biden

Com a proximidade das eleições presidenciais nos Estados Unidos, marcadas para novembro deste ano, realizou-se, na última semana, o primeiro debate entre os pleiteantes de 2024 à Casa Branca: Donald Trump e Joe Biden.

Autor: João Alfredo Lopes Nyegray


Aquiles e seu calcanhar

O mito do herói grego Aquiles adentrou nosso imaginário e nossa nomenclatura médica: o tendão que se insere em nosso calcanhar foi chamado de tendão de Aquiles em homenagem a esse herói.

Autor: Marco Antonio Spinelli


Falta aos brasileiros a sede de verdade

Sigmund Freud (1856-1939), o famoso psicanalista austríaco, escreveu: “As massas nunca tiveram sede de verdade. Elas querem ilusões e nem sabem viver sem elas”.

Autor: Samuel Hanan


Uma batalha política como a de Caim e Abel

Em meio ao turbilhão global, o caos e a desordem só aumentam, e o Juiz Universal está preparando o lançamento da grande colheita da humanidade.

Autor: Benedicto Ismael Camargo Dutra


De olho na alta e/ou criação de impostos

Trava-se, no Congresso Nacional, a grande batalha tributária, embutida na reforma que realinhou, deu nova nomenclatura aos impostos e agora busca enquadrar os produtos ao apetite do fisco e do governo.

Autor: Tenente Dirceu Cardoso Gonçalves


O Pronto Atendimento e o desafio do acolhimento na saúde

O trabalho dentro de um hospital é complexo devido a diversas camadas de atendimento que são necessárias para abranger as necessidades de todos os pacientes.

Autor: José Arthur Brasil


Como melhorar a segurança na movimentação de cargas na construção civil?

O setor da construção civil é um dos mais importantes para a economia do país e tem impacto direto na geração de empregos.

Autor: Fernando Fuertes


As restrições eleitorais contra uso da máquina pública

Estamos em contagem regressiva. As eleições municipais de 2024 ocorrerão no dia 6 de outubro, em todas as cidades do país.

Autor: Wilson Pedroso


Filosofia na calçada

As cidades do interior de Minas, e penso que de outros estados também, nos proporcionam oportunidades de conviver com as pessoas em muitas situações comuns que, no entanto, revelam suas características e personalidades.

Autor: Antônio Marcos Ferreira


Onde começam os juros abusivos?

A imagem do brasileiro se sustenta em valores positivos, mas, infelizmente, também negativos.

Autor: Matheus Bessa